Galeria Recife Nostalgia

Imagens cedidas por
Wilton Carvalho
 

Apertando o botão da
"Máquina do Tempo",
voltamos ao

Ginásio de Esporte Geraldo Magalhães 
(Geraldão)
,
em 1970.

Estádio Geraldão - 1970.

(Foto de autor desconhecido) 
 

Encontramos a

… Ponte Duarte Coelho,
também na década de 1970.

Ponte Duarte Coelho - 1970.
(Foto de Alcir Lacerda)


Mergulhamos
no passado da

… antiga Biblioteca Pública,
na Praça da República,
em 1910.

Veja que bela foto do prédio.

Biblioteca Pública do Recife - 1910. 
(Foto de Francisco Du Bocage)

 

"A Máquina do Tempo devia mesmo existir.
Para matar nossas desilusões.
Para nos realizar por alguns instantes.
Para nos renovar verdadeiramente.
Para nos arrancar da dura realidade.
Para nos dar um pouco de felicidade." (IS)

Continue lendo

Culinária: Baba de moça com ganache

Por Silvana Argenta

Quem não gosta do doce baba de moça?

Ingredientes:                                                                         

Ganache

Baba de moça
3 gemas; 1 vidro de leite de coco (200 ml); 1 lata de leite condensado;170 gramas de chocolate meio amargo; 1 caixinha de creme de leite;

Baba de moça com ganache.


Calda de fio em ponto
1 xícara (de chá) de açúcar; 1/2 xícara (de chá) de água.

Baba de moça com ganache 1.


Modo de preparo:

Baba de moça

Em uma panela, com fogo alto, coloque o açúcar e a água, para fazer a calda em ponto de fio. Misture apenas uma vez e muito delicadamente, para misturar o açúcar na água e não mexa mais, pois, ao ficar mexendo, corremos o risco de açucarar a calda.
Após levantar fervura, abaixe o fogo e deixe ferver em fogo baixo até engrossar e atingir o ponto de fio.
Após mais ou menos 15 minutos, a calda transparente, atinge ponto de ‘xarope’ grosso, ponto de fio. Nesta hora, acrescente o leite de coco e misture. Em seguida junte o leite condensado e as gemas peneiradas, misture novamente. Deixe ferver até desgrudar do fundo da panela.

Baba de moça com ganache 2.

Ganache: 

Num refratário, coloque a barra de chocolate picada. Leve ao micro-ondas por 1 minuto em potência alta (é preciso conhecer o seu forno. Saber qual a melhor potência e tempo para o derretimento, que varia de micro para micro.).
Mexa bem até derreter todo o chocolate. Se, após mexer, você notar que ainda tem grânulos ou pedacinhos de chocolate, volte ao micro-ondas por mais 20 segundos, ou até que esteja bem derretido.
Cuidado, vá de 20 em 20 segundos, pois o chocolate queima muito facilmente.
Acrescente o creme de leite e mexa delicadamente a mistura até obter um creme homogêneo, liso e brilhante.
 

Baba de moça com ganache 3.


Montagem:

Distribua a baba de moça em pequenas taças e, por cima, coloque o ganache. Leve para gelar.

 

Gostou?
Visite e se registre no Blog da Silvana,
Adoçando seu Dia.

Continue lendo

Amor. Qual o seu?

@izansantt


Já pensou no amor que você quer para sua vida?

Não só no amor em que você está pensando aí, mas em amores essenciais.

Vamos começar pelo Amor à profissão.

Foque naquele trabalho que vai lhe dar férias para o resto da sua existência: o que lhe der prazer. No meu caso, o de divulgar, escrever, criar histórias.

Então, qual é a profissão que lhe dá lazer?

Mas cuidado, pense duas vezes, veja mesmo o que te faz mais feliz nesse caminho!

Outro tipo de amor é o Amor ao mundo, ou o amor esperança.

Coração, Amor. Foto: Pixabay / biancamentil.

Qual o mundo que você quer para seus filhos?

Este mundo de hoje, cheio de medo? Ou um mundo voltado aos bons sentimentos e à luta pela transformação do que está errado na humanidade?

O que se pode fazer por isso?

Batalhar, lutar, reverter o que não é do Bem.

Fazer o que for certo pelas pessoas, sem lhes tirar o mérito do que elas fizeram, seja de que maneira elas fizeram, o que vale é a contribuição dada por cada uma delas.

Fechando com chave dourada, temos Amor sol, ou Amor a si próprio.

Coração, Amor, Sol. Foto: Pixabay / ronymichaud.

Não falo sobre um amor ego, jamais, falo de ter orgulho do que você é, ou do que você pode mudar em si.

Do que você é capaz de fazer de melhor para sua vida, seus familiares, seus amigos. Este é um dos maiores amores.

(Amor compartilhado é amor que retorna a nós.)
 

Compartilhe este post nos 
botões Share e Tweet acima,
ajude este site a produzir posts mais saborosos!

 

O que se pode expressar mais sobre amor? Que o diga Bob Marley:

Continue lendo

Avenida Boa Viagem: mais natureza

Fotos cedidas por Wilton Carvalho
Texto: Izan Sant
 

Antes dos arranha-céus, os coqueiros na Avenida Boa Viagem. Casas caiadas aqui e ali.

Boa Viagem. Praia da Avenida.
Boa Viagem. Coqueiros e casas no lugar da selva de concreto.

 

As praias da avenida eram assim, limpas! Anos 50.

Praia limpa era nessa época.
Praia asseada e palmas acariciadas pela brisa.

 

Você conhece o Pina? Acho que o de hoje, porque o de ontem era diferente.

O Pina quando mais bonito.
O Pina da praia e da paz.

 

Os ônibus de antigamente.

Os coletivos circulando pela Avenida Boa Viagem.

 

Finalmente, a Casa de Deus em visão ensolarada

Continue lendo

Desafogando. Eu queria um abraço

Texto escrito por um eu feminino
Postado por Izan Sant

 

Pensando melhor, eu não queria ser só abraçada, queria muito mais. Um abraço acolhedor, como o de um amante, mas vindo com amizade. De transformar frio em calor, inverno em verão, de esquentar meu corpo e minha alma ao grau máximo.

Abraço. Foto: Pixabay / efes.

Um abraço pra compensar a falta que sinto de um, né? Faz meses que não ganho um presente desses, nem ganho nada. Não falo de coisas materiais, me refiro ao que vem do carinho. Há muito tempo ninguém me liga, não perguntam como estou, nem se estou viva… No fundo não se importam comigo. Tem vezes que me pergunto se sou invisível para as pessoas que me conhecem, as que se dizem minhas amigas e até meus familiares. Nunca mais nenhum deles demonstrou qualquer preocupação comigo, nem me deu um abraço.

Falo demais em abraço porque, pra mim, esse ato é uma das coisas mais valorosas que alguém pode dar a alguém.

Um abraço aquece mesmo a gente, né? Traz afeto, segurança, proteção angelical, paz.

Angel. Abraço. Foto: Pixabay / Myriams-Fotos.

Se imagine numa noite gelada, escura, de dar medo. Se, nessa noite, você recebe um abraço sincero, mesmo que você não veja quem está te abraçando, você se sente amparada. Protegida.

Percebi hoje que não desejo mais uma ligação. Nem uma mensagem de WhatsApp. Nem a simples visita de um amigo. Nem um sorvete com uma amiga. Nem o “Como tá?” da família. Nem um dia bonito de sol. Desejo um abraço. Somente um aperto de braços.

Pra me sentir vivaE menos só.

Porque um abraço, de verdade

Continue lendo

Dica de Entrevista: Totia Meireles


A atriz brasileira entrevistada do momento, que também é bailarina e se descobriu uma cantora durante uma audição para o musical Chorus Line, no qual a protagonista era Cláudia Raia, é a amável Totia.

Sylvia Massari e Maria Santa, do Canal da Maria Santa!, têm mais uma pérola preciosa nas mãos.
Televisão. Totia Meireles e Maria Santa.

Totia Meireles no alvo de Maria Santa
 

Sabe em quantas novelas Totia já trabalhou?

Uma infinidade.

Apenas para citar algumas dessas novelas, temos: Rainha da Sucata, Mulheres de Areia, Por Amor, América, Cobras & Lagartos, Caminho das Índias, Alto AstralA Força do Querer.

Assista agora a Totia com
Sylvia e Maria Santa
clicando no

VÁ À ENTREVISTA.
 

Não viu o 1o. clipe
de Maria Santa e sua Turma?

Clique no título abaixo do disco
Música. Banho de Checo. Maria Santa e Sylvia Massari.

Banho Checo

Curta a Fan page

Canal da Maria Santa!.

O Instagram

É ESTE.

Inscreva-se no Canal, ative o sininho a fim de receber as entrevistas, dê um Like, comente e compartilhe com seus friends.
Humor. Canal da Maria Santa!.

.

FotosDivulgação

 

Entre no Papo de Bem, faça Login
para poder comentar (está na sidebar,
abaixo do banner do RECOMENDO.)

 

Sobre um pouco mais de humor,
disse o Barão de Itararé:

Continue lendo

A Avenida Boa Viagem surgindo…

Fotos cedidas por Wilton Carvalho
Texto: Izan Sant
 

Evolução. Quando a Avenida Boa Viagem ganhava os trilhos, as vias…
Avenida Boa Viagem. Evoluía aos poucos...
 

“Esses trilhos foram caminhos em ‘degraus’ que, puros ainda, há anos distantes, colorizavam os dias.”
Boa viagem. Trilhos para boas viagens!
 

“Os pedregulhos fazem parte desses dias… os postes de fios ingênuos…
o mar asseado de viver e reviver.” (Ano de 1925)
Avenida Boa Viagem. As pedrinhas denotam mudanças.
 

“Eles eram chamados ‘salva-vidas’; as ruas eram tranquilasas pessoas, mais elegantes; as residências, cheias de vida.”
Avenida Boa Viagem já com casas e salva-vidas.
 

Imagem de quando mais casas foram construídas, mas mantendo os coqueiros, sem prejuízo à natureza.
Residências, e não arranha-céus. Tudo de bom.
 

Cortar essas ruas, um privilégio para os cidadãos da época! Caminhar aí, um bem enorme à saúde! Ó que beleza de foto…

Boa Viagem, poesia, automóvel, natureza.

 


Wilton administra o Recife de Antigamente.              

O Papo fica feliz com sua visita.
Sabe o que você faz?

Continue lendo

León une Luz e Gabriel


Após a estreia de O Sétimo Guardião, nova novela de Aguinaldo Silva para o horário das 21 na TV Globo, a web vibrou.

Com cenas também gravadas na Serra da Canastra, em Minas Gerais, a história de realismo fantástico do novelista pernambucano, com direção artística de Rogério Gomes, não tem apenas dois românticos protagonistas, Gabriel (Bruno Gagliasso) e Luz (Marina Ruy Barbosa). León, o outro personagem principal vivido por quatro gatos da raça Bombay, vindos dos EUA, mostrou seu poder de atuar em sequências intrigantes, além de recheadas de beleza. O capítulo 1 se encerrou com o bichano unindo Luz e Gabriel, a sensibilidade e o desespero, a vida e a quase morte. União em noite tenebrosa, porém circundada pela esperança no coração do casal.

Gato. Foto: Pixabay.

Este não é León, mas outro gato o representando

Também unindo os internautas, os elogios passeiam pelas cenas dignas de uma caprichada produção de cinema, desembocando na abertura misteriosa e frenética sobre o universo dos guardiões.

Pelo visto, a trama já disse a que veio, segurar os olhos dos telespectadores na tela. Para isso, bons ingredientes não faltam: o gato, de fina estampa, que não é gato; o anjo (do Bruno) e a Luz, que trocaram olhares cheios de química ao final do capítulo; a fonte milagrosa, sinistra, mas esbanjando charme; personagens com tudo para fazer sucesso e paisagens deslumbrantes.

Como sabemos há tempos, Serro Azul é a cidade cenário-mor, interiorana, vizinha a Greenville, de A Indomada (1997), e Tubiacanga, de Fera Ferida (1994), também novelas de Silva. Nessas tramas, Serro Azul foi bastante citada! Por falar nisso, uma curiosidade: a cidade entre montanhas de O Sétimo Guardião também chegou a ser mencionada pela Viúva Porcina em Roque Santeiro, escrita por Dias Gomes e Aguinaldo; isto aconteceu numa conversa entre Porcina e o Rei da Carne Verde, Sinhozinho Malta — conferi no Canal Viva, na reprise, e garanto que até fiquei surpreso, Serro sendo citada desde 1985 Legal.

Cachoeira. Foto: Pixabay.

Um banho que rejuvenesce

A rasgação de seda em torno de O Sétimo Guardião tem realmente mérito, o enredo nos apresenta seres irresistíveis, como a supervilã Valentina Marsalla, na pele de Lília Cabral, o Padre Ramiro, de Ailton Graça, curtidor de funk, uma beata ardilosa, a Mirtes (Elizabeth Savala), e aguardem: o sacristão Maltoni, encarnado por Matheus Abreu, que, quando sonâmbulo, sai completamente nu pelas ruas da cidade, provocando o desejo das moças. O rapaz ainda viverá um amor proibido.

Outro ponto interessante é a volta de dois personagens de A Indomada, Ypiranga (Paulo Betti), prefeito de Greenville, e a fogosa primeira-dama Scarlet (Luíza Tomé), ambos com o mesmo palavreado mesclando o inglês com o português. Eles chegam a Serro por ordem de Valentina, a fim de reformar um casarão antigo, pois a megera irá retornar à cidade com o objetivo de acertar umas contas com o local e se apossar da cachoeira mágica, rejuvenescedora, indispensável à sua fábrica de cosméticos e a ela própria.

Mas voltando ao poderoso León, inicialmente ele desapareceu em busca de um novo guardião para a fonte, o que, com a chegada do outro protetor do tesouro de águas azuis, significa a morte do guardião atual, Egídio (Antônio Calloni).

Casal. Foto: Pixabay.
Só que o amor, ah, o amor da sensitiva Luz com Gabriel entrará na batalha do Bem contra o Mal que ameaça o segredo da fonte. Luz desenterrou Gabriel de uma cova rasa, a consequência de um acidente de carro e da crueldade do ambicioso Sampaio (Marcello Novaes); com um pouco da água mágica, a jovem salva a vida do “forasteiro”.

Algumas mensagens do primeiro capítulo: amor à primeira vista, a força através desse amor, a luta com a intenção de salvá-lo a união.

Internautas confiantes no sucesso do folhetim, telespectadores torcendo pelos mocinhos e pelo felino ressabiado e, ao mesmo tempo, carinhoso — estes são pontos que se tornaram positivos na estreia.

Agora, envolvendo felino, mulher, vida, etc., eu me despeço com uma reflexão do escritor e crítico de arte francês Apollinaire:

“Meu desejo maior é ter em casa uma mulher razoável, um gato a passear entre meus livros e, a todo tempo, amigos. Sem tais prazeres eu não viveria.”
 

Que tal sairmos de Serro e irmos
do Recife a Portugal, clicando neste

Continue lendo

Maria Tereza Braz: O eu e os quadros


Ao fazer uma análise das pinturas da Maria Tereza, denota-se muita sensibilidade, um reflexo da postura de existência dessa artista plástica de Portugal. A esse respeito, ela desabafa: “Ao descobrir a pintura, isto foi algo de bom na minha vida, faz parte da minha solidão, funciona como terapia. Uma descoberta fabulosa, pois me ajuda a viver. Há 20 anos que a tenho como bem válida companheira”.
Artes Plásticas. Maria Tereza Braz.

Maria Tereza Braz - Reflexão

Sobre Carnaxide, onde mora, Tereza é mais poética: “É uma cidade calma, residencial, que me diz muito, gosto de circular nela. Apesar da evolução em 20 anos, tenho muitas recordações… Gosto de estar na minha janela e recuar alguns anos, imaginando cenas boas que me ajudam a sobreviver”.
 

A sobreviver, pois, passemos à 
ESPECIAL ENTREVISTA.
Artes Plásticas. Quadro "To Sow".

Quadro "To Sow"

IZAN SANT – Citei algo sobre o surgimento da artista Maria Tereza Braz em outro artigo. No entanto, como mais detalhes, de que maneira pôs-se a surgir mesmo este seu gosto pela pintura?
MARIA TEREZA BRAZO motivo foi a descoberta, por curiosidade. Longe de pensar que eu iria me dedicar à pintura, mas, na base de uma foto ótima, de verdade, que meu avô deixou a meu filho, e ele tinha planos de reconstruir, coisa que infelizmente não aconteceu por ele ter partido, resolvi pintar. E saiu a tela “Sonho”; a partir daí, por incentivo de amigos, minha pintura foi a mote (a mote = foi sendo desenvolvida)! Felizmente descobri minha grande companheira.
Artes Plásticas. Quadro "Work".

Quadro Work

IS – Acha que a arte hoje, em Portugal, está mais ou está menos valorizada?
MTBNão querendo ser negativa… acho que igual.
A artista numa de suas telas.

Hora de se debruçar sobre um quadro – Trabalho

IS – O conceito de beleza é variável. Como conceituaria essa palavra?
MTBO conceito de beleza é muito relativo mesmo, tem a ver com nossa sensibilidade diária; o que hoje nos sensibiliza muito, no outro dia pode não ser tão belo, sinto isso. Há dias em que algo que achei belo não me desperta tanta beleza depois; como por questões de sensibilidade, adoro no dia seguinte. Por exemplo, me incentiva a passar para a tela uma simples folha caída. Isto até torna meu dia mais suave, não digo alegre porque alegria é algo que já não faz parte de mim há anos. Essa folha caída que sempre tem seu “quê” de beleza; por vezes, o cair de uma folha me desperta… me dá um clique.
Artes Plásticas. Quadro "Folhas".

Quadro Folhas

IS – Qual a opinião mais curiosa que ouviu sobre seu trabalho?
MTB Uma análise que agradeço e acho bem real: “Suas pinturas são uma sincera caminhada dentro de uma visão peculiar de mundo. A forma de estabelecer elos entre as figuras revela criatividade, na busca das soluções, e inquietação, na procura de alternativas visuais, qualidades essenciais na arte.” De Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP, ele integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).
Artes Plásticas. Quadro "Caraça".

Quadro Caraça

IS – Sua maior inspiração para pintar é…?
MTBTudo, desde que diga algo no momento. Por exemplo, tenho exposição que obedece a um tema… ando numa de buscar… ao descobrir, mesmo que falte algum tempo, tenho que pintar logo… Sem tema, é por algo belo que vejo, que sinto ao momento, por isso, em todas as minhas telas, tenho meus sentimentos, que adoro deixar fluírem.
Artes Plásticas. Mais um quadro.

Mais um bonito quadro

IS – Tem uma tela favorita? Se sim, por quê?
MTBTenho várias… mas destaco a “Nota de música” e “Violamenina”, porque são dedicadas a meu filho.
Artes Plásticas. A desenvolver a arte.

A desenvolver mais uma tela

IS – Uma mensagem super do Bem aos admiradores do trabalho da Maria Tereza Braz!
Artes Plásticas. Quadro "Fernando Pessoa".MTBAgradecimento bem especial, pois sem as pessoas que gostam do meu trabalho nunca teria desenvolvido minha pintura. Bem Hajam!
 

Clique nas fotos
para ampliá-las.

Muito obrigado
pela entrevista,
Maria Tereza Braz!

 

Nosso 1º. artigo com
a Maria Tereza 

você poderá ver

Continue lendo

Sobremesa: Cream Cheese e morango

Por Silvana Argenta

Ingredientes:

1 pacote de biscoitos de aveia e mel (Nesfit); 2 potes de Cream Cheese; 1 lata de leite condensado; 1 bandeja de morangos; 1  xícara de açúcar; 1/2 xícara de água; 30 gramas de castanha de caju.

Culinária. Sinta o gostinho dessa maravilha!


Modo
de Preparo
:

1º. Coloque os biscoitos em um saco fechado e esmague-os com um rolo até que eles fiquem em migalhas finas.

2º. Bote as migalhas de biscoito no fundo da taça.

3º. Na batedeira, coloque o Cream Cheese e o leite condensado e bata até ficar uma mistura cremosa. Coloque esse creme sobre as migalhas de biscoito.

Culinária. Aqui, é com castanhas de caju.

Em quarto 4º. lugarprepare a geleia de morango, colocando em uma panela o morango picado, o açúcar e a água. Leve ao fogo baixo e deixe cozinhar até dar ponto de geleia. Deixe esfriar. Cubra o creme com uma grande colher de geleia de morango. Decore com as castanhas picadas.


Silvana administra o blog 

Adoçando seu Dia

Curta a fanpage do blog

Continue lendo

Entrevista

VÊ, GALERA – Clica

msg do mês

Carol Ribeiro - Olinda

VOCÊ AQUI

Você Aqui - dezembro de 2018

presente de artista

Aniversariantes

  • Adriana Caetano (consultora – Igarassu/PE)
  • Adriana Esteves (atriz)
  • Adriane Pessoa (educadora – Igarassu)
  • Alinne Moraes (atriz)
  • Ana Alice (concl. Ens. Médio, Paulista/PE)
  • Brad Pitt (ator)
  • Carla Faour (atriz, dramaturga e roteirista)
  • Carlos Pedrosa (empresário – Itamaracá/PE)
  • Claudemir Gomes (prof. de Matemática – Igarassu)
  • Cláudia Raia (atriz)
  • Cynthia Peixoto (profa. de Português – Paulista)
  • Daniel Ávila (ator e professor de teatro)
  • Daniel Menezes (DKM Informática – Itamaracá)
  • Danielle Winits (atriz)
  • Fábio Bianchinni (ator/produtor – São Paulo/SP)
  • Fernanda Ribeiro (secretária – Igarassu)
  • Geneci Martelli (artista plástica – Tapurah/MT)
  • Gilson De Paula (ator – Recife/PE)
  • Giulia Gam (atriz)
  • Janaína Ana (Enfermagem – Itapissuma/PE)
  • Josenita Pereira (educadora – Itamaracá/PE)
  • Juliana Marcolina (intérp./Libras, Abreu e Lima/PE)
  • Leandro D’Melo (ator)
  • Leonardo B. Campos (cartorário, ator – Triunfo/RS)
  • Marcio Jorge Correa (Goods Layer, Entre Rios/AM)
  • Márcio Rosário (ator)
  • Marcondes Oliveira (biólogo – Recife)
  • Mariá Coutinho (turismóloga – Recife)
  • Osmar Nascimento (diretor executivo – Paulista)
  • Pedro Antônio (prof. de Inglês – Paulista)
  • Ricky Martin (cantor e ex-Menudo)
  • Rita Lee (cantora e compositora)
  • Rodrigo Andrade (ator, cantor e compositor)
  • Rodrigo Geraldini (biólogo – Conchal/SP)
  • Samuel Santos (diretor e produtor teatral – Recife)
  • Selton Mello (ator e diretor)
  • Victoria Diniz (atriz)
  • Walcyr Carrasco (escritor, novelista e dramaturgo)

Eventos

  • 01. “O Amante Pintor de Molière”, peça teatral com o ator Alex Albert e outros – Espetáculo Gratuito – 15h – Teatro Clênio Wanderley / Casa da Cultura, Raio Sul, 2o. andar – Recife
  • 02. Elba Ramalho, em “CAIXA de Natal” – 18h – Gratuito – CAIXA Cultural Recife / Avenida Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife – Telefone: (81) 3425-1915
  • 07. Encontro da Jovem Guarda, com The Fevers, Trepidants, Walter Ventura, na máquina do tempo – 17h – R$ 30 – Clube Ares Cisnes / Av. Cruz Cabugá, 2160, Santo Amaro/Recife
  • 31. Reveião Golarrolê, com Mateus Carrilho, Araketu, MC Elvis e os DJs Xande Medeiros, Thikos, Vini V, Iury Andrew e Tanit – 22h30 – R$ 230 (open bar premium), Vendas: Haus Bar, Avesso e Redley e site Sympla – Catamaran e Espaço Almirante / Cais das 5 pontas,s/n – Bairro de São José – Telefone: 3039-6304

Recomendo

Entrar

Arquivos