Naquela velha estação…

Por Wilton Carvalho

Recentemente o Recife recebeu um grande golpe em seu patrimônio histórico. Um carro desgovernado atingiu em cheio a antiga e nostálgica estação, destruindo-a quase que totalmente, ficando de pé apenas parte da estrutura metálica construída em 1865.
Estação Ponte D'Uchoa.
ESTAÇÃO PONTE D'UCHÔA

A estação era parada do trem chamado Maxambomba, expressão que veio de “Machine Pump”, do inglês e que se popularizou aqui no Recife em meados do Século XIX até início do Século XX.

Após servir de estação para o Maxambomba, foi a vez dos bondes, que substituíram o trenzinho e que passaram também a utilizar a estação. Foram-se os bondes, chegaram os ônibus, que até hoje utilizam a estação como parada e que servem a milhares de passageiros.

Praticamente, a história do transporte coletivo se confunde com a Estação Ponte D'Uchôa dia após dia, ano após ano, década após década, a estação sempre esteve presente na vida do recifense que precisava utilizar o transporte naquele local, dando a sensação de nostalgia, até por aqueles que não alcançaram o trenzinho ou os bondes.

Esta é nossa homenagem para quem espera o ônibus hoje, para quem esperava os bondes e o trenzinho naquela estação e que esperamos que seja reconstruída igual como sempre foi, um dos principais patrimônios históricos do Recife.

(Wilton Carvalho)
 

“A localidade, que no passado já foi chamada de Sítio Guardez, atualmente recebe o nome de Ponte D’Uchôa, e era um caminho estreito e sinuoso, de propriedade do capitão Henrique Martins, que servia de acesso aos engenhos de Casa Forte, Monteiro, Apipucos e, por último, Dois Irmãos. Partia do extremo oeste da Boa Vista, situando-se à margem esquerda do Rio Capibaribe.

A expressão Ponte D’Uchôa era o apelido de um capitão que, no século XVII, foi senhor de engenho da Torre. Ele se chamava Antônio Borges Uchoa e havia lutado contra os holandeses.

Conta a história que Antônio decide construir uma ponte, próxima à foz do rio Parnamirim, com o objetivo de poder visitar  familiares de sua esposa, que residiam na margem oposta do Capibaribe. A partir daí, colocaram-lhe o apelido de Ponte do Uchôa. Isso ocorreu depois de 1654, época em que Antônio tomou posse do Engenho da Torre.

A estação, construída naquele local, recebe o mesmo nome da localidade, passando a ser conhecida por Estação Ponte D'Uchôa.”
 

. Fonte: Semira Adler Vainsencher (Pesquisadora da FUNDAJ
. Wilton Carvalho é administrador do Recife de Antigamente.
 

(Clique na imagem para ampliá-la)
 

Não curtiu ainda o Facebook do Papo? CLICA!

Izan Sant

Izan Sant

Um autor super do Bem.

Expresse-se...

Entrar

presente de artista

Bem-kete

As Dez Mais ( II ) — Qual a sua melhor novela? ******** What is your best soap opera? ******** Com as suas versões americanas.

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

Rapha Targino - Msg do Mês de agosto

Aniversariantes

  • Alessandra Negrini (atriz)
  • Almir Rouche (cantor e compositor)
  • Amandinha Sousa (estudante – Pres. Epitácio/SP)
  • Ana Carla Andrade (fot., profra./Geografia, Paulista)
  • André Garrel (ator – Recife/PE)
  • Anie Mello (monitora/Fisiologia – Itapissuma/PE)
  • Augusto Mendonça (ator e arquiteto – Recife)
  • Bruna Lombardi (atriz e escritora)
  • Cássio Gabus Mendes (ator)
  • Chico Lins (consultor – Recife)
  • Claudio Simões (ator, dramaturgo e roteirista)
  • Danielle Monteiro (apresentadora de TV – Recife)
  • Edimilson José Gomes (Recife)
  • Edione Menezes (adva./educadora, Petrolina/PE)
  • Fafá de Belém (cantora e atriz)
  • Fernanda Mello (estudante – Igarassu/PE)
  • George Baiá (vice-Prefeito – Ilha de Itamaracá/PE)
  • Hemerson Moura (ator – Jaboatão dos Guararapes)
  • Igor Frankly (cantor/func. público – Recife)
  • Irene Melo (profa./Português – Cruz de Rebouças)
  • Jeff Rozzendo (ator e analista contábil – Recife)
  • João Mesquita (ator e diretor – São Paulo/SP)
  • Leidson Ferraz (ator/professor de teatro – Recife)
  • Lucimar Santos (educadora – Igarassu)
  • Marcelo Vaz (hairdesigner e dançarino – Recife)
  • Maria Conceição Lacerda (educadora – Paulista)
  • Maria Luiza (pedagoga – Recife)
  • Maria Tereza Braz (artista plástica – Carnaxide/PT)
  • Mariana Santos (atriz e Youtuber – Carpina/PE)
  • Marjory Porto (cantora – Florianópolis)
  • Messinho Marra (cantor e policial – Recife)
  • Murilo Vasconcellos (cirurgião plástico – Recife)
  • Ny Liima (tecn./Administração, Itapissuma)
  • Paulo Fernando (empresário: Flash Artes – Paulista)
  • Pedro Santana (escritor e compositor – Recife)
  • Pricila Barbosa (univ., Jaboatão dos Guararapes)
  • Rodrigo Raposo (jornalista e cantor – Recife)
  • Rosângela Tavares (profa./Português – Paulista)
  • Saile Campos (comunicadora social, Abreu e Lima)
  • Sharley Santos (cinematographer – Rio de Janeiro)
  • Silvana Lima (sócio-prop. Zero81 Comunic., Olinda)
  • Simone Figueiredo (atriz, gestora, arte-educadora)
  • Suzana Vieira (atriz)
  • Sylvia Massari (atriz e cantora de musicais)
  • Tássio Rennalli (advogado/JFPE – Recife)
  • Vitor Areias (Chef, Estória Restaurante – Oeiras/PT)
  • Walter Gabriel (aposentado – Ilha de Itamaracá)
  • Wesley Eure (actor/singer/author/producer/director)
  • Zaira Zambelli (atriz, produtora e diretora teatral)

Eventos

  • 01. Em SANTO ANTÔNIO DA PLATINA/PR: “Sequestro121 – Heróis às Avessas”, com ALEXANDRE CONTINI e CARINA SACCHELLI – 20h – Sesi Santo Antônio da Platina
  • 02. Em LONDRINA/PR: entrevista com o cantor TOFALINI – 19h – Rádio Brasil Sul
  • 04. Em LONDRINA/PR: show com o cantor TOFALINI – a partir da 1:00h AM – CooL Eventos / Rua José Roque Salton, 33
  • 05. Dias 4 e 5, em LONDRINA/PR: “Sequestro121 – Heróis às Avessas”: ALEXANDRE CONTINI e CARINA SACCHELLI – 19:30h – Centro Cult. Sesi
  • 17. Em CAMBÉ/PR, show: cantor TOFALINI, 19:30, Noruega Espetinhos, Rua Noruega, 214, Centro
  • 18. Em APUCARANA/PR: Show “Quem Não Bebe Beija”, com TOFALINI e GIOVANI FELIX, 21h – BISTRÔ PUB HOUSE / Av. Carlos Schmidt, 112 – Reservas: 43-98806-6705, Inf.: 43-99104-8889
  • 25. OLINDA: LAURA PAUSINI – Cadeira: R$ 300, R$ 150 (meia); Cadeira VIP: R$ 400 – Vendas: bilheteria do Teatro Guararapes, lojas TicketFolia (Shoppings Recife, Guararapes, RioMar, Tacaruna e Boa Vista) e site www.evemtim.com.br / Classic Hall

FOTO DE BEM

Marina Amorim - Foto de Bem de agosto

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica