Super de bem com a vida

No Caminito - Buenos Aires.
Desta vez, no ENTREVISTA, fizemos laços com a língua inglesa. Conversamos com CLAY YURI ROSENBERG, professor de Inglês e tradutor, natural de Vitória do Espírito Santo, mas residente na pernambucana Paulista. 

De um modo geral, como diz o próprio docente, ele ama a vida, a existência: “Adoro fazer amigos, e facilmente me proporciono viver e não ter a vergonha de ser feliz!”
Clay Yuri.
Nesse bate-papo que promete, dicas do aprendizado do idioma, intercâmbio cultural, inglês com tecnologia… É ler e constatar um senhor aprendizado!

 

IZAN SANT – O que o levou a enveredar por esta profissão? 

CLAY YURI ROSENBERG – Sempre quis ser professor, brincava de escolinha com meus irmãos, primos e primas, onde dava aulas, passava exercícios, enfim, sinto que é por vocação.
 

IS – Qual sua opinião sobre o intercâmbio cultural feito com mais intensidade aqui em Pernambuco? O programa Ganhe o mundo vale, mesmo, a pena? 

CYR – O intercâmbio cultural é algo importante para quem quer ter fluência numa língua estrangeira, pois a vivência daquela língua no dia-a-dia faz com que a pessoa a fale com mais naturalidade. E quanto ao programa “Ganhe o mundo”, acho superválido e interessante que o governo do Estado dê essa oportunidade àqueles que querem aprender e falar uma língua estrangeira.
 

IS – A língua inglesa, verdadeiramente, abre as portas para um futuro melhor? Como vê isso?CCAA - Local de trabalho de CYR. 

CYR – Sem dúvida, ter o inglês fluente em muitas empresas aumenta em mais de 50% suas chances de melhorar de salário e de um bom emprego. Eu vejo que o mundo globalizado e o inglês como a língua dos negócios fazem com que pessoas que falam esse idioma tenham mais chances em muitas profissões.
 

IS – Uma dica — ou umas — aos jovens estudantes do inglês, visando a facilitar o aprendizado do idioma! 

CYR – Ver muitos filmes de língua inglesa no idioma original, escutar muita música, estar ao máximo em contato com a língua inglesa e tentar participar de um grupo onde só se fale em inglês para manter a prática, já que aqui no Brasil não temos o inglês como segunda língua.
 

IS – Você tem preferência por algum método ou abordagem?

CYR – Bom, na verdade o método de falar sempre em inglês é o mais eficaz, pois você ou fala ou fala, não tem saída! (Risos.)
 

IS – Uma avaliação sua acerca do ensino de Línguas Estrangeiras neste país do futebol!Clay Yuri com seus alunos. 

CYR – Hoje temos muitos cursos especializados em ensinar a língua inglesa. As escolas regulares trabalham mais a gramática do que a conversação, mas o Brasil está bem servido de cursos de inglês e até há cursos oferecidos gratuitamente ou a preços bem acessíveis.
 

IS – Agora, uma situação inusitada que tenha ocorrido com você em sala. Tem? 

CYR – Olha, tem muitas! Mas uma que me marcou foi um aluno que teve um AVC dentro da sala de aula. Foi algo inusitado e me deixou em pânico.
 

IS – Qual a importância da tecnologia para o aprendizado da língua inglesa? 

CYR – Tem muita importância a tecnologia, pois muitas das informações novas que surgem estão em inglês e até muitas palavras do mundo da tecnologia chegam para nós em inglês e, assim, vêm se incorporando ao nosso vocabulário, como, por exemplo, a própria palavra “internet”.
 

IS – Você já se imaginou trocando de profissão, ou nunca pensou nisto? 

CYR – Olha, já me imaginei, sim, mas sempre fico pensando como iria ser diferente e tedioso.

Clay Yuri no teatro.
IS – Qual o clima entre você e os seus colegas de trabalho, no curso onde atua? 

CYR – O melhor possível, somos uma equipe unida e centrada naquilo que queremos, que é a eficácia no ensino de língua inglesa.
 

IS – E na sala de aula? 

CYR – A sala de aula é onde eu atuo, aprendo e ensino, adoro a sala de aula, tenho uma relação muito natural com meu alunos, uma relação de respeito, mas damos muitas risadas também.
 

IS – Que programas de TV você recomenda aos estudantes do idioma inglês? 

CYR – Há vários programas hoje em dia na tevê por assinatura que são muito bons para quem está estudando inglês, as séries também ajudam muito o estudante a aprender expressões idiomáticas, gírias e outras coisas mais relacionadas ao idioma.
 

IS – Livro e escritor ingleses impecáveis! 

CYR – Eu sou viciado nos livros da escritora Agatha Christie.
 

IS – Seu lazer e seu hobbyParque Centenário - Buenos Aires. 

CYR – Meu lazer, estar com a família e amigos nos poucos momentos que tenho de folga, e um hobby: colecionar bandeirinhas de vários países.
 

IS – Um destino turístico no Exterior! 

CYR – A Austrália, um país incrível!
 

IS – Felicidade é…? 

CYR – Poder deitar-me todos os dias com a consciência limpa!
 

IS – Como se define o Yuri Rosenberg pessoa? E o Yuri profissional? 

CYR – O Yuri pessoa e o Yuri profissional muitas vezes andam juntos, procuro ser eu mesmo nos dois momentos de minha vida para poder passar a credibilidade e a confiança a todos ao meu redor.
 

IS – Mensagem super do Bem a amigos, colegas de profissão e alunos…? 

CYR – Vamos falar mais inglês, gente, vamos nos preparar para arrasar na Copa e nas Olimpíadas!
 

Clay Yuri Rosenberg, este cara super de bem com a vida,  é o tradutor do texto-mãe de O beijo da lua boreal, a ser lançado em breve para os falantes da língua inglesa!
 

(Clique nas imagens para ampliá-las)

Fotos: ARQUIVO PESSOAL CYR
 

Não curtiram ainda o Facebook do Papo, friends meus e do CCAA? CLIQUEM!

Izan Sant

Izan Sant

Um autor super do Bem.

Expresse-se...

Entrevista

VÊ, GALERA – Clica

msg do mês

Danielle Cruz - Msg do Mês de novembro

VOCÊ AQUI

Você Aqui - novembro de 2018

presente de artista

Aniversariantes

  • Adriana Birolli (atriz)
  • Alcione (cantora e sambista)
  • Alline Sarmento (advogada – Recife/PE)
  • Ana Paula Padrão (jornalista)
  • Angélica (cantora, apresentadora e atriz)
  • Antonia Guedes (técn. em Óptica, Igarassu/PE)
  • Conceição Teles (educadora: Ens. Médio – Olinda)
  • Deborah Secco (atriz)
  • Duca Rachid (novelista e dramaturga)
  • Emília Marques (atriz – Recife/São Paulo)
  • Fátima Sequeira (psicóloga, Rio de Janeiro)
  • Felipe Lima (ator)
  • Flávio Marcone (jorn./cineg./fotógrafo – Recife)
  • Francisco Cuoco (ator)
  • Gustavo Reiz (escritor e novelista)
  • Herson Capri (ator)
  • Iralvânia Nóbrega (pedagoga – Igarassu)
  • Jack Raf (estud.: Artes Cênicas, UFPE – Recife)
  • Jesiane Rocha (jornalista – Caruaru)
  • Jessany Sany (de 2o. grau completo – Recife)
  • Juan Lima (poeta e publicitário – Recife)
  • Lázaro Ramos (ator)
  • Luciana Mariano (prop. Lu Mariano Produções Ltda)
  • Luís Távora (ator – Recife)
  • Luiz Henrique Peixôto (prof./Informática – Paulista)
  • Marcus Vinitius (divulgador de eventos – Recife)
  • Marieta Severo (atriz)
  • Mônica Moraes (jornalista)
  • Natália Marinho (INNAM – Igarassu)
  • Natt Souza (atriz – Recife)
  • Rauani Castro (atriz e produtora – Recife)
  • Reynaldo Gianecchini (ator)
  • Thaís Araújo (atriz)
  • Thiago Fragoso (ator)
  • Thiago Nolasco (drag queen – Recife)
  • Thiago Pimenta (repres. comercial)
  • Tonny Vaz (cantor – Recife)
  • Vera Fischer (atriz)
  • Victor Gondim (modelo – Brasil/Pequim)
  • Will Tom (ator e theater – Rio de Janeiro)

Eventos

  • 02. Em São Paulo/SP: Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579
  • 03. Peça “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579, Santana/SP
  • 04. Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, 18 personagens são ‘irmãos’” – 21h – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579, Santana/SP
  • 07. No Rio de Janeiro/RJ: estreia da peça “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher – 20h – de 07/11 a 30/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – Shopping da Gávea, Loja 264, 2º Piso / Rua Marquês de São Vicente , 52 – Gávea
  • 08. Peça “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher – 20h – de 07/11 a 30/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – Shopping da Gávea, Loja 264, 2º Piso / Rua Marquês de São Vicente , 52 – Gávea – Rio de Janeiro
  • 09. Em Olinda/PE: Toquinho e Demônios da Garoa apresentam De Vinicius a Adoniran – 21h30 – Plateia Especial: R$ 204 (inteira) e R$ 102 (meia), Plateia: R$ 164 (inteira) e R$ 82 (meia), Balcão: R$ 144 (inteira) e R$ 72 (meia) – Vendas: Bilheteria do teatro, lojas Ticketfolia e www.eventim.com.br. Teatro Guararapes / Centro de Convenções
  • 09. No Rio de Janeiro/RJ: peça “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher – 21h – de 07/11 a 30/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – Shopping da Gávea, Loja 264, 2º Piso / Rua Marquês de São Vicente , 52 – Gávea
  • 10. Em Recife/PE: Daniel Boaventura, dias 9 e 10 – 21h – Plateia Baixa Lateral: R$ 170 (inteira) e R$ 85 (meia), Plateia Alta: R$ 150 (inteira) e R$ 75 (meia), Balcão Nobre: R$ 130 (inteira) e R$ 65 (meia), Especial | Plateia Baixa Central: R$ 200 (preço único, com direito a CD DVD autografado e foto com o artista – Teatro RioMar / Av. República do Líbano, 251, 4º piso – RioMar Shopping
  • 14. No Rio de Janeiro/RJ: peça “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher – 20h – de 07/11 a 30/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – Shopping da Gávea, Loja 264, 2º Piso / Rua Marquês de São Vicente , 52 – Gávea
  • 15. Peça “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher – 20h – de 07/11 a 30/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – Shopping da Gávea, Loja 264, 2º Piso / Rua Marquês de São Vicente , 52 – Gávea, Rio de Janeiro
  • 16. Peça “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher – 21h – de 07/11 a 30/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – Shopping da Gávea, Loja 264, 2º Piso / Rua Marquês de São Vicente , 52 – Gávea, Rio de Janeiro
  • 22. Em Cabo de Santo Agostinho/PE: “Frenesi”, peça teatral com Priscila Cardoso, Atriz Premiada em Recife pelo EmCena PE – 19h – Auditório Luiz Lacerda (ao lado da escola-modelo Antônio Benedito da Rocha) / Rua Linha, 72-132, Garapu
  • 30. Em Olinda/PE: Simone encontra Ivan Lins – 21h30 – Plateia Especial: R$ 244 (inteira) e R$ 122 (meia), Plateia: R$ 204 (inteira) e R$ 102 (meia), Balcão: R$ 154 (inteira) e R$ 77 (meia) – Teatro Guararapes / Centro de Convenções

Recomendo

Entrar

Arquivos