Mestra em Inglês, e positiva

Ela é do Brasil e do Exterior.


Assim é a nossa nova entrevistada, a conceituada Educadora pernambucana, residente em Recife, 

CARMITA GALVÃO.
Geisers.

Admirada por alunos, ex-alunos e colegas de trabalho, ela esbanja incentivo e simpatia em suas aulas, sejam elas públicas ou particulares.

Criou ao seu redor um ambiente onde aprender o idioma inglês se torna mais fácil e agradável ao extremo.

Canoa Maori.
Conhecida aqui no Brasil e no Exterior por suas exímias habilidades profissionais, Carmita tem muito o que nos dizer de bom, não acham?

Comecemos, portanto, por esta
 

ESPECIAL
ENTREVISTA
.


Vamos curtir?
 

IZAN SANT – Como você vislumbra o ensino do inglês hoje, no Brasil? Há alguma diferença básica na forma, de alguns anos pra cá?

CARMITA GALVÃO – Como tudo na vida, houve, sim, uma evolução do processo ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras. As técnicas, métodos e abordagens são muito mais comunicativos. Além de contarmos com uma ferramenta importantíssima e quase que acessível a todos: a internet. Desta maneira, o aluno pode avaliar e melhorar seu nível de conhecimento — em qualquer área.
 

IS – Por que a resolução de lecionar inglês?

CG – Eu sempre gostei de ler, e saber que alguns livros eram em um idioma diferente me instigava. Com o passar do tempo, entendi que a língua inglesa era a língua franca. Todos os textos de qualquer língua estrangeira (em todas as áreas) são  traduzidos para o inglês. Daí por diante, minha vida profissional foi se formando. 
 

IS – Qual a sua filosofia de ensino?

CG – Nós precisamos gostar daquilo que fazemos, senão nada funciona na vida. Aprender é assim, também. Não é à toa que professores se desdobram para tornar as aulas mais interessantes, sem, contudo, retirar o direito de pensar, podar o senso crítico do aluno.
 

IS – A que compararia uma sala de aula do idioma?

CG – A um mergulho num mundo diferente, em outras culturas. Qualquer aula, de qualquer matéria que seja, é assim. Visamos à aplicabilidade daquilo que aprendemos e ensinamos.
Um Marae, ponto de encontro da comunidade, Rotorua.


IS – Conte-nos um pouco sobre a sua experiência como estudante, ou professora no Exterior.

CG – Sempre fui aluna de escola pública. Estudei na Escola Santos Cosme e Damião, em Igarassu. Mudamo-nos para o Recife, estudei na Escola Engº Lauro Diniz e depois na Escola Joaquim Nabuco. Todas as férias, nós íamos para Itamaracá, quando eu atualizava as leituras. Na adolescência, os clássicos da Literatura Brasileira e Portuguesa eram minha paixão. Ainda bem, porque me ajudou muito durante o período de vestibular e na Universidade, também. Com autorização do meu orientador, ensinei inglês no Japão, a um grupo de 25 alunos de pré-escolar. As professoras participavam da aula e a escola ficava na área de um templo. Tive oportunidade de vivenciar, não só assistir, alguns festivais.
 

IS – Quais as reais vantagens e desvantagens de lecionar?

CG – O processo ensino-aprendizagem não tem fim, sempre aprendemos e, consequentemente, ensinamos algo novo.
Representante Maori.


IS – A troca de experiências, aprendizado e calor humano em suas aulas é…?

CG – Fundamental.
 

IS – Tem algum “truque” que possa ajudar nossos jovens leitores, os estudantes do idioma, a aprendê-lo mais habilmente?

CG – Acho que dedicação e leitura. Estar atento(a) na aplicabilidade daquilo que aprende: personalizar o que aprendeu, contextualizar. Sempre digo aos meus alunos: “Leiam, a leitura é a chave-mestra, em qualquer idioma, inclusive o nosso”.
Corelli School.


IS – Que tipo de material você utiliza em suas aulas?

CG – O que disponho, mas principalmente o humano. Ensino numa escola pública, nos Núcleos de Estudos de Línguas e num centro de ensino de língua inglesa. Esclarecendo melhor, utilizo livro-texto, caderno de atividades, handouts (cópias), jornais online, projetor, internet.
 

IS – Em sua concepção, o Ganhe o mundo é um programa que…?

CG – …é inovador, audacioso e pioneiro, no Brasil. O PGM proporciona a estudantes do ensino médio cursos de língua espanhola ou língua inglesa e a concorrerem, assim, como parte do programa, a uma bolsa para intercâmbio em escolas de ensino médio em países de língua espanhola ou inglesa.
Alunos recém-chegados a Moncton.


IS – Vamos a um breve bate-bola! Diversão?

CG – Amigos.
 

IS – Paz de espírito?

CG – Família.
Corelli School.


IS – Nosso Estado, Pernambuco?

CG – Multicultural.
 

IS – Os constantes protestos pelo país?

CG – Necessários, mas sem depredações.
Em frente ao Museu de Auckland.


IS – Escritor e livro marcantes?

CG – Vários, mas Machado de Assis sempre me surpreende em cada leitura.
 

IS – Tipo de música?

CG – Depois da MPB, World music.
Corelli School: outra sala de aula.


IS – Um local de trabalho que lhe deixou saudades!

CG – Você já sabe está resposta… Escola João Pessoa Guerra.
 

IS – Amizade!

CG – Estar presente, mesmo na distância geográfica.
Entrada do Estádio de Rugby.


IS – Inveja?

Portal Tiki (representação física de um deus da Polinésia).
CG – Não leva a nada.
 

IS – Um país do Exterior!

CG – Estou, ainda, muito ligada ao Japão.
 

IS – Carmita Galvão por Carmita Galvão?

CG – Positiva.
 

IS – E não podemos terminar sem lhe pedir uma mensagem Super do Bem para seus amigos, alunos, familiares e colegas de trabalho. Qual é?

CG – Tudo de positivo que sou, ou fiz, devo a vocês… todos.

 

Fotos:

ARQUIVO PESSOAL
CARMITA GALVÃO 


E não curtiu ainda o
Facebook do Papo? 
CLICA!
 

DEIXE UM COMENTÁRIO…

Izan Sant

Izan Sant

Um autor super do Bem.

Expresse-se...

Entrar

presente de artista

Bem-kete

As Dez Mais ( II ) — Qual a sua melhor novela? ******** What is your best soap opera? ******** Com as suas versões americanas.

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

Rapha Targino - Msg do Mês de agosto

Aniversariantes

  • Alessandra Negrini (atriz)
  • Almir Rouche (cantor e compositor)
  • Amandinha Sousa (estudante – Pres. Epitácio/SP)
  • Ana Carla Andrade (fot., profra./Geografia, Paulista)
  • André Garrel (ator – Recife/PE)
  • Anie Mello (monitora/Fisiologia – Itapissuma/PE)
  • Augusto Mendonça (ator e arquiteto – Recife)
  • Bruna Lombardi (atriz e escritora)
  • Cássio Gabus Mendes (ator)
  • Chico Lins (consultor – Recife)
  • Claudio Simões (ator, dramaturgo e roteirista)
  • Danielle Monteiro (apresentadora de TV – Recife)
  • Edimilson José Gomes (Recife)
  • Edione Menezes (adva./educadora, Petrolina/PE)
  • Fafá de Belém (cantora e atriz)
  • Fernanda Mello (estudante – Igarassu/PE)
  • George Baiá (vice-Prefeito – Ilha de Itamaracá/PE)
  • Hemerson Moura (ator – Jaboatão dos Guararapes)
  • Igor Frankly (cantor/func. público – Recife)
  • Irene Melo (profa./Português – Cruz de Rebouças)
  • Jeff Rozzendo (ator e analista contábil – Recife)
  • João Mesquita (ator e diretor – São Paulo/SP)
  • Leidson Ferraz (ator/professor de teatro – Recife)
  • Lucimar Santos (educadora – Igarassu)
  • Marcelo Vaz (hairdesigner e dançarino – Recife)
  • Maria Conceição Lacerda (educadora – Paulista)
  • Maria Luiza (pedagoga – Recife)
  • Maria Tereza Braz (artista plástica – Carnaxide/PT)
  • Mariana Santos (atriz e Youtuber – Carpina/PE)
  • Marjory Porto (cantora – Florianópolis)
  • Messinho Marra (cantor e policial – Recife)
  • Murilo Vasconcellos (cirurgião plástico – Recife)
  • Ny Liima (tecn./Administração, Itapissuma)
  • Paulo Fernando (empresário: Flash Artes – Paulista)
  • Pedro Santana (escritor e compositor – Recife)
  • Pricila Barbosa (univ., Jaboatão dos Guararapes)
  • Rodrigo Raposo (jornalista e cantor – Recife)
  • Rosângela Tavares (profa./Português – Paulista)
  • Saile Campos (comunicadora social, Abreu e Lima)
  • Sharley Santos (cinematographer – Rio de Janeiro)
  • Silvana Lima (sócio-prop. Zero81 Comunic., Olinda)
  • Simone Figueiredo (atriz, gestora, arte-educadora)
  • Suzana Vieira (atriz)
  • Sylvia Massari (atriz e cantora de musicais)
  • Tássio Rennalli (advogado/JFPE – Recife)
  • Vitor Areias (Chef, Estória Restaurante – Oeiras/PT)
  • Walter Gabriel (aposentado – Ilha de Itamaracá)
  • Zaira Zambelli (atriz, produtora e diretora teatral)

Eventos

  • 01. Em SANTO ANTÔNIO DA PLATINA/PR: “Sequestro121 – Heróis às Avessas”, com ALEXANDRE CONTINI e CARINA SACCHELLI – 20h – Sesi Santo Antônio da Platina
  • 02. Em LONDRINA/PR: entrevista com o cantor TOFALINI – 19h – Rádio Brasil Sul
  • 04. Em LONDRINA/PR: show com o cantor TOFALINI – a partir da 1:00h AM – CooL Eventos / Rua José Roque Salton, 33
  • 05. Dias 4 e 5, em LONDRINA/PR: “Sequestro121 – Heróis às Avessas”: ALEXANDRE CONTINI e CARINA SACCHELLI – 19:30h – Centro Cult. Sesi
  • 17. Em CAMBÉ/PR, show: cantor TOFALINI, 19:30, Noruega Espetinhos, Rua Noruega, 214, Centro
  • 25. OLINDA: Laura Pausini – Cadeira: R$ 300, R$ 150 (meia); Cadeira VIP: R$ 400 – Vendas: bilheteria do Teatro Guararapes, lojas TicketFolia (Shoppings Recife, Guararapes, RioMar, Tacaruna e Boa Vista) e site www.evemtim.com.br / Classic Hall

FOTO DE BEM

Marina Amorim - Foto de Bem de agosto

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica