Bom dos bondes


Hoje a onda é do skate, dos patins, da bike a mil, dos carros-foguetes. 
A onda agora é ficar, não é só namorar, é selinho de oi e beijo até no ar. 
Mas o bom aqui, o bom mesmo é o que você vai ver: o bom dos bondes, estes… 

Bondes elétricos do Recife


 BONDES ELÉTRICOS DO RECIFE 

Escolhi o bonde elétrico porque, além de ser um tema bem nostálgico, foi de extrema importância para Recife. A foto é belíssima, foi muito bem aceita na minha página, pois, além dos bondes, ainda mostra a belíssima Ponte da Boa Vista.”

                                                                                  (Wilton Carvalho, sobre a escolha da foto)

O bonde elétrico é um veículo urbano de tração elétrica que circulava sobre trilhos e se destinava ao transporte coletivo de passageiros e/ou de cargas. O nome bonde deriva-se do termo inglês bond (bônus). Na Inglaterra, quando da criação dessa modalidade de transporte coletivo, foi lançada uma campanha pública de bônus (bond) visando angariar fundos para a instalação do serviço. Daí surgiu o nome brasileiro bonde.

No Recife, o serviço de bondes elétricos foi inaugurado oficialmente no dia 13 de maio de 1914. O povo foi às ruas do centro da cidade para ver o novo e moderno meio de transporte, administrado pela companhia inglesa Tramways. Os bondes eram altos, mas possuíam estribos para facilitar a subida dos passageiros. Mediam três metros de largura, tinham bancos largos de madeira que davam para acomodar cinco ou seis pessoas, em cada um. As linhas de ida e volta, com dois carros cruzando um com o outro, tomavam praticamente toda a largura das ruas que, em geral, mediam, no máximo, oito metros.

As viagens morosas para os bairros distantes do centro da cidade, com as pessoas sentadas bem juntas umas das outras, em ambiente arejado, favoreciam as conversas, as leituras de jornais, livros e revistas, as amizades e os namoros. Era proibido fumar nos três primeiros bancos, no salão dos carros de primeira classe.

O desaparecimento desses coletivos, que tantos e tão bons serviços prestaram aos recifenses, foi um processo lento e moroso. Enquanto foi possível manter o serviço, mesmo em condições precárias, o povo usou o bonde até sua extinção total nos anos de 1956 a 1957.
 

. Poema Bom dos bondes: Izan Sant 
. Fonte de texto e foto: Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ
. Material gentilmente cedido por Wilton Carvalho (administrador do Recife de Antigamente)
 

(Clique na imagem acima para ampliá-la)

Izan Sant

Izan Sant

Um autor super do Bem.

Expresse-se...

Entrar

presente de artista

Bem-kete

Conta a sua comida predileta nas Festas Juninas.

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

Msg do Mês - Duca Rachid

Aniversariantes

  • Adson Albuquerque (ator – Recife/PE)
  • Alessandro Vieira (ator e repórter – Goiânia/GO)
  • Alexia Dalsoquio (atriz – Itajaí/SC)
  • Allan Maxwell (coord. de Eventos – Recife)
  • Ana Rosa Arruda (pedagoga – Igarassu/PE)
  • Beto Moreno (cantor)
  • Caio Blat (ator)
  • Camila Pitanga (atriz)
  • Célia Lourette (chef de cozinha – Recife)
  • Celso Portiolli (apresentador de TV)
  • Charlene Santos (atriz – Recife)
  • Chico Buarque (cantor, compositor e escritor)
  • Cininha de Paula (atriz e diretora de TV)
  • David Péricles (ator – Igarassu)
  • Dira Paes (atriz)
  • Dudinha Azevedo (cantora/repórter – Itamaracá/PE)
  • Edey Costa (maquiador/cabeleireiro – Olinda)
  • Eliete Araújo (profa. e psicopedagoga – Olinda)
  • Elisângela Vasconcelos (enfermeira e atriz – Recife)
  • Erasmo Carlos (cantor e compositor)
  • Felipe E-p (prof. de Geografia – Lima/Peru)
  • Flávia Alessandra (atriz)
  • Giane Cândido (educadora – Igarassu)
  • Gilberto Gil (cantor e compositor)
  • Glicério Mariano Carcará (op. de CAM/Record – RJ)
  • Grazi Massafera (atriz)
  • Inael Honorato (PNS, cantor gospel, Itapissuma/PE)
  • Iraquitam Batista (chofer profissional – Paulista/PE)
  • Isabella Garcia (atriz)
  • Israel Alves (ator – São Paulo/SP)
  • Ivan Lins (cantor e compositor)
  • Jaimar Chedid (dira.: Comunic. e Marketing, Recife)
  • Jebson Moraes (hairdesigner – Paulista/PE)
  • Jota Ferreira (apresentador de TV – Recife)
  • Júnior Castanha (ator, cantor, fotógrafo – Recife)
  • Kadu Moliterno (ator)
  • Letícia Spiller (atriz)
  • Lidiane Rocha (técnica capilar – Recife)
  • Liége Cordeiro (profa. de Religião/Filosofia – Olinda)
  • Lúcio Mauro Filho (ator e comediante)
  • Luiza Possi (cantora)
  • Magali Silva (profa. de Matemática – Olinda)
  • Maria Bethânia (cantora)
  • Marina Fercondine (atriz – Recife)
  • Mércia Betânia Cadena (gestora adjunta – Olinda)
  • Nóscema Lisboa (profa. de História – Itapissuma)
  • Pri Lins (atriz – Ribeirão Claro/SP)
  • Raphael Targino (advogado e maquiador – Recife)
  • Reginaldo Faria (ator)
  • Renati Scheidt (funcionária pública – Curitiba/PR)
  • Roselane Rodrigues Pereira (educadora – Igarassu)
  • Ruan Costa (prof.: Yágizi Olinda – Candeias/PE)
  • Samuel Lira (ator – Olinda)
  • Sandra Annemberg (âncora de telejornal)
  • Serginho Groisman (apresentador de TV)
  • Seu Jorge (cantor e compositor)
  • Sidney Magal (cantor e ator)
  • Sônia Abrão (apresentadora de TV)
  • Sônia Braga (atriz)
  • Thelma Guedes (roteirista)
  • Tony Belloto (músico dos Titãs e escritor)
  • Wanderléa (cantora, A Ternurinha)
  • Washington Machado (estag. TRT-PE/ator – Recife)
  • Wilton Carvalho (nutric. e pesquisador – Fortaleza)
  • Zezé Motta (atriz e cantora)

Eventos

  • 10. No RIO DE JANEIRO: “Champagne e Confusão”, comédia com SYLVIA BANDEIRA e ótimo elenco – De sexta a domingo – 19:30 – até dia 10 de junho, Teatro Maison de France / Avenida Presidente Antônio Carlos, 58
  • 15. Em RECIFE: Marina Elali – 21h – R$ 100 – Manhattan Café Theatro / Rua Francisco Cunha, 881, Boa Viagem – Telefone: 3325-3372
  • 17. Em CARUARU: Wesley Safadão, Novinho da Paraíba e Tayrone – 21h – Gratuito – Pátio do Forró (entre outros cantores nos demais dias juninos)
  • 23. Em BEZERROS/PE: Almir Rouche – 18h – Festa da Serra Negra 2018 / Rodrigo Raposo, mais cedo: 16h (É imperdível!)

FOTO DE BEM

Foto de Bem - João Mesquita

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica