Amigas-irmãs

Iralvânia Nóbrega e Glória Valcácer.

Essas moças, nobres moças, quando se abraçam, a Terra se irradia.
Enroscam o coração na alma gêmea da canção, num beijo amigo…
descobrem, assim, o segredo do não-se-reprima: olhos de amor, ar-sorriso.
 

Série "Resgatando Boas Matérias"

É, e neste resgate de uma de minhas matérias mais lidas para um outro veículo, duas belas e hipercultas mulheres que têm tudo a ver com Educação: GLÓRIA VALCÁCER, bibliotecária, mãe da pequena e linda Sofia, e IRALVÂNIA NÓBREGA, pedagoga. Pernambucanas de dar gosto!

Um pedido meu, há algum tempo, associado à emoção de Glória, fez com que esta me contasse o quase início (fascinante) de uma inquebrável amizade com a pedagoga:Glória Valcácer.

“Não lembro, exatamente, como minha amizade com Iralvânia começou, mas sei que fomos estudar juntas na 6ª série ginasial e eu a admirava porque ela sempre foi muito bonita e estudiosa, a queridinha dos professores. Fomos conversando e a amizade foi crescendo; fazíamos tudo juntas, chegamos até a nos apaixonar pelo mesmo garoto, mas nossa amizade era tão grande, tão verdadeira, que uma abria mão do garoto para a outra.”

Valcácer revelou se lembrar das cartas que elas se escreviam chorando, dizendo o quanto o amor que uma sentia pela outra era maior que o que sentiam pelo garoto. Em se tratando de seus ídolos na época, externou:

“Quando viramos fãs do Menudo, eu amava Robby e Iralvânia, Charles, então nunca brigamos por isso. Aliás, cheguei a dar um tapa nela em um show do grupo quando ela disse que Robby tinha olhado para ela e dado tchau. Fiquei possessa, bati nela mesmo, mas, depois, ela entendeu, e a raiva das duas passou rapidinho.”

Certa vez, numa ida ao cinema com a mãe e as irmãs de Iralvânia, estas subiram no ônibus, mas Glória acabou ficando na parada, e o ônibus deu partida; Iralvânia gritou como louca para o motorista parar, pois a amiga dela não havia subido.

“O motorista foi embora, e, para minha grata surpresa, uma parada depois estavam ela, a mãe e as irmãs a me esperar, ela fez a maior festa quando me viu sã e salva. Durante toda nossa amizade, se tivemos brigas, foram insignificantes e banais. Apenas uma demorou quase um ano, foi o pior ano da minha vida: eu chorava dia e noite porque a gente não se falava. Até hoje acredito que nem eu nem ela sabemos, exatamente, o motivo dessa briga, o importante é que voltamos a ser amigas, e com mais intensidade ainda.”Iralvânia Nóbrega.

Trilharam caminhos diferentes — Glória fez o Ensino Médio em Recife, Iralvânia continuou estudando em Igarassu —, mas nunca deixaram de se falar.

“Fui madrinha do casamento dela”, continuou Valcácer, “e, em meu casamento, ela estava passando por momentos muito difíceis, mas nem por isso deixou de comparecer, muito pelo contrário: estava lá, feliz com minha felicidade. Ah, são muitas histórias juntas, daria para escrever um livro…”

IZAN SANT - Sendo assim, vamos abreviar, amigas-irmãs! Do que uma mais gosta na outra?

GLÓRIA VALCÁCER - Gosto de tudo nela, mas o que mais admiro é a sua inteligência e a perseverança, ela não se abate por nada, é uma Mulher com M maiúsculo mesmo, está sempre caindo e levantando, enfrenta qualquer obstáculo, porque sua meta é ser feliz, e ela foca sua vida nisso, sempre.

IRALVÂNIA NÓBREGADo que mais gosto na personalidade da minha amiga é a capacidade de saber ouvir e de respeitar a individualidade das pessoas.

IS - Amizade, com uma só palavra?

GV - Fica difícil resumir em apenas uma palavra algo tão grandioso como a Amizade, mas acredito que o que a descreve perfeitamente é CONFIANÇA.

IN - Amizade, para mim, é CUMPLICIDADE.
 

Para melhor conhecê-las,
é só dar um clique nos títulos em cor abaixo:

GLÓRIA VALCÁCER também está em OH, LINDAS. Já IRALVÂNIA NÓBREGA, em TRANSPARÊNCIAS.

 

Fotos: ARQUIVOS PESSOAIS GV e IN.

Izan Sant

Izan Sant

Um autor super do Bem.

Expresse-se...

Entrevista

VÊ, GALERA – Clica

msg do mês

Glória Valcácer - Msg do Mês de outrubro - 2018

VOCÊ AQUI

Camila Duarte - Foto de Bem de outubro - 2018

presente de artista

Aniversariantes

  • Adriana Calcanhotto (cantora)
  • Adrielly Henry (atriz – Recife/PE)
  • Alcina Nascimento (educadora – Igarassu/PE)
  • Ângelo Santoro (coreóg., superv./vendas – Recife)
  • César Santos (chef de cozinha – Olinda)
  • Cláudia Abreu (atriz)
  • Cléo Pires (atriz)
  • Cynthia Nunes (estudante – Recife)
  • Danilo Rojas (bailarino – Recife)
  • Dayse Figueiredo (empresária, Lulu Bijoux – RJ)
  • Eletana Targino (coord. da LFG – Alta Floresta/MT)
  • Fabinho Seven (prop. Infohouse – Recife)
  • Fagner (cantor)
  • Fellipe Maia (Cofundador Berlim Digital – Recife)
  • Fernanda Montenegro (atriz)
  • Fiuk (ator e cantor)
  • Flávio Leimig (modelo e ator – Recife)
  • Gabriela Castello Buarque (universitária – Recife)
  • Gil Ayres (universitário, UFPE – Recife)
  • Glória Menezes (atriz)
  • Ilka Nóbrega (bibliotecária – Igarassu)
  • Izabella Nóbrega (bibliotecária – Igarassu)
  • Josy Ventura (administradora, atriz – Recife)
  • Kayky Brito (ator)
  • Manuela Sena (administradora – Recife)
  • Marcella Muniz (atriz)
  • Marcello Picchi (ator)
  • Marisa Orth (atriz)
  • Miguel Falabella (ator)
  • Miguel Teixeira (produtor cultural – Recife)
  • Najla Rocha Leite (gestora adjunta – Olinda)
  • Nasaré Azevedo (profa.: Filosofia – Bezerros/PE)
  • Pascoal Filizola (ator e arte-educador – Recife)
  • Pelé (ex-jogador / Rei do Futebol)
  • Pitty (cantora)
  • Priscila Camargo (atriz e contadora de histórias)
  • Rafael Cabral (jornalista e sanitarista – Olinda)
  • Rodrigo Faro (ator, cantor e apresentador/TV)
  • Sérgio Xavier (emp. Grupo inovsi – Recife)
  • Sinho Mello (cantor/educador físico – Recife)
  • Tássio Rennalli (advogado – Recife)
  • Thais Caseli (oper.: Direirto/concurseira – Recife)
  • Tofalini (cantor/compositor – Cambé/PR)
  • Vicktor Lira (booker/modelo/ator – Banguecoque)

Eventos

  • 19. Em São Paulo/SP: Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 20. Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 21. Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 18h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 26. Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 27. Em Recife/PE: Happy Holi – 14h – R$ 55 (pista) / R$ 85 (backstage) à venda site e app Bilheteria Digital – Área externa Centro de Convenções de Pernambuco / Complexo Salgadinho, S/N
  • 27. Em São Paulo/SP: Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana

Recomendo

Entrar

Arquivos