Feito de arte e paixão


Antes de tudo, Jorge Grisi é um homem sábio que transforma uma tela (ou uma simples folha de papel) em branco em beleza. Ele é um defensor, mais que tudo, do meio artístico.

Arte. O artista plástico Jorge Grisi.

Natural do Rio de Janeiro, este artista plástico — de alma alada e coração heroico — tem uma visão de arte meio diferente da arte-comércio. “Eu vivo da arte, mas não permito que minhas emoções fiquem à mercê do comercial”, revelou ele ao nosso site. “Sinto que é algo bem maior que um comércio. Minha prioridade é buscar uma satisfação e realização em pintar, desenhar, esculpir, gravar, fotografar ou escrever. Vender sua obra é uma consequência.”   
 

EXCLUSIVA ENTREVISTA.
 

IZAN SANT – As tintas e as telas. Quando e como desenvolveu seu estilo?
JORGE GRISI – Desde meus 5 anos de idade que desenho (oficialmente)… (Risos gostosos.) Sempre gostei de retratar a natureza, em especial o mar, minha grande paixão.

Arte. Tela 1. Jorge Grisi.


IS – Por que a natureza, as paisagens como principal objeto de trabalho? Têm a ver com suas influências?
JG – Tive a grande oportunidade de conhecer pessoalmente Silvio Pinto, um grande pintor de marinas (como denominamos telas sobre o mar como temática) e, na minha adolescência, algumas obras do grande mestre Pancetti. Esta referência destes dois grandes artistas se juntou com minha paixão pelo azul do mar.

Arte. Tela 2. Jorge Grisi.


IS – As águas, o verde, o céu… Destes, qual mais gosta de eternizar através da pintura? A grande paixão, o mar, conforme já nos falou?
JG – Quando possível, os três juntos… (Risos gostosos.) Estar em contato com a natureza e pintá-la é algo mágico onde mergulho e me renovo.

Rio de Janeiro. Jorge Grisi a pintar.


IS – Seu lado retratista? Você desenha rostos com uma perfeição impressionante, mas me garantiu que o retratar rostos é apenas um hobby. É isso mesmo?
JG – Retratar pessoas é uma outra grande paixão, mas ainda não consegui comercializar, entendo que quando estou retratando alguém o faço por carinho ao próximo, acredito ser uma maneira de homenagear e prestigiar a pessoa. Através dos retratos recebo um carinho e alegria de quem estou retratando.

Arte. Um de seus trabalhos como retratista.


IS – Tem uma(s) tela(s) preferida(s)?
JG – Uma tela somente é muito difícil. Tenho pintores pela arte dos quais sou apaixonado e me inspiro. Estes são meus mestres.

Arte. Tela 3. Jorge Grisi.


IS – O que acha de os artistas participarem mais das questões sociais?
JG – Acho que quando o artista participa de uma questão social ele cumpre sua verdadeira função. Creio que a arte é uma dádiva e precisamos compartilhar com o próximo através de ações, contribuições ou até mesmo de sorrir para quem necessita de um pouco de atenção.

Arte. Perfeição.


IS – Na sua opinião, como se analisa a qualidade de uma obra de arte?
JG – A análise técnica é muito complexa, mas faço uma análise emocional. Uma obra de arte não se explica muito pela sua técnica somente. O que me agrada em uma obra é quando consegue me emocionar e isso acontece quando seu autor a cria com a alma.

Arte. Outra tela de Jorge Grisi.


IS – Uma terra que ame de paixão?
JG – Tenho alguns portos que desembarquei e me apaixonei até hoje, sempre que possível estou revisitando do Sul ao Nordeste do Brasil. A Europa, por ser berço da arte e terra de grandes artistas, me apaixona e me inspira, mas viver é aqui no Brasil!

Arte. Tela 4. Jorge Grisi.


IS – Uma terra que adotou como lazer?
JG – O Nordeste é minha grande pátria! Sempre que viajo fico com vontade de voltar ao Nordeste e me abastecer de inspirações.

Arte. Praia de Boa Viagem/PE por Jorge Grisi.


IS – Lembra de algum comentário curioso a respeito de uma tela sua?
JG – Os melhores comentários que recebi foram de crianças, pois foram os mais sinceros e verdadeiros, por mais absurdos que tenham sido.

Arte. Tela 5. Jorge Grisi.


IS – Pensa em se apropriar de novas linguagens, a digital, por exemplo?

JG – A tecnologia me auxilia bastante para buscar conhecimentos, mas sou um alquimista que busca receitas e fórmulas esquecidas para aplicar em minha arte. Costumo dizer que ando na contramão da tecnologia… (Risos.)


Arte. Um outro rosto retratado por Jorge Grisi.
IS – Quais artistas de sua área devem ser reverenciados verdadeiramente? Alguns, ao menos.
JG – Bandeira de Melo, meu grande mestre que ainda frequento seu atelier, Naval, Wanda de Nigris, Sansão Pereira, Sinhá D’Amora, que tive o privilégio de conhecer e absorver um pouco de seus ensinamentos.

IS – Visão do Brasil de hoje para o artista plástico!
JG – Infelizmente não vejo perspectivas boas na área cultural.

IS – Algo que queira falar sobre um outro assunto? Fique à vontade.
JG – Precisamos praticar o bem e fazer com que ele vença o mal. Eu uso meu talento artístico para levar um pouco de carinho e amor ao próximo. Não saberia definir como, mas sinto uma energia positiva quando estou externando minha inspiração. Por isso não posso abandonar a arte. Fica aqui o meu convite para que todos experimentem um pouco seus Dons artísticos.

IS – Ter um sonho a realizar representa…?
JG – Persistir e jamais desistir do que sua intuição te diz.

IS – Uma mensagem super do Bem a nossos leitores e aos seus admiradores!
JG – Dedique um pouco do seu tempo para observar a natureza e se permita sonhar.

 

Contatos: @jorgegrisi      Facebook, AQUI.

                E-mail: jorgegrisi@yahoo.com.br

 

Fotos:
Arquivo Pessoal JG

Izan Sant

Izan Sant

Um autor super do Bem.

Expresse-se...

Entrevista

VÊ, GALERA – Clica

msg do mês

Carol Ribeiro - Olinda

VOCÊ AQUI

Você Aqui - dezembro de 2018

presente de artista

Aniversariantes

  • Adriana Caetano (consultora – Igarassu/PE)
  • Adriana Esteves (atriz)
  • Adriane Pessoa (educadora – Igarassu)
  • Alinne Moraes (atriz)
  • Ana Alice (concl. Ens. Médio, Paulista/PE)
  • Brad Pitt (ator)
  • Carla Faour (atriz, dramaturga e roteirista)
  • Carlos Pedrosa (empresário – Itamaracá/PE)
  • Claudemir Gomes (prof. de Matemática – Igarassu)
  • Cláudia Raia (atriz)
  • Cynthia Peixoto (profa. de Português – Paulista)
  • Daniel Ávila (ator e professor de teatro)
  • Daniel Menezes (DKM Informática – Itamaracá)
  • Danielle Winits (atriz)
  • Fábio Bianchinni (ator/produtor – São Paulo/SP)
  • Fernanda Ribeiro (secretária – Igarassu)
  • Geneci Martelli (artista plástica – Tapurah/MT)
  • Gilson De Paula (ator – Recife/PE)
  • Giulia Gam (atriz)
  • Janaína Ana (Enfermagem – Itapissuma/PE)
  • Josenita Pereira (educadora – Itamaracá/PE)
  • Juliana Marcolina (intérp./Libras, Abreu e Lima/PE)
  • Leandro D’Melo (ator)
  • Leonardo B. Campos (cartorário, ator – Triunfo/RS)
  • Marcio Jorge Correa (Goods Layer, Entre Rios/AM)
  • Márcio Rosário (ator)
  • Marcondes Oliveira (biólogo – Recife)
  • Mariá Coutinho (turismóloga – Recife)
  • Osmar Nascimento (diretor executivo – Paulista)
  • Pedro Antônio (prof. de Inglês – Paulista)
  • Ricky Martin (cantor e ex-Menudo)
  • Rita Lee (cantora e compositora)
  • Rodrigo Andrade (ator, cantor e compositor)
  • Rodrigo Geraldini (biólogo – Conchal/SP)
  • Samuel Santos (diretor e produtor teatral – Recife)
  • Selton Mello (ator e diretor)
  • Victoria Diniz (atriz)
  • Walcyr Carrasco (escritor, novelista e dramaturgo)

Eventos

  • 01. “O Amante Pintor de Molière”, peça teatral com o ator Alex Albert e outros – Espetáculo Gratuito – 15h – Teatro Clênio Wanderley / Casa da Cultura, Raio Sul, 2o. andar – Recife
  • 02. Elba Ramalho, em “CAIXA de Natal” – 18h – Gratuito – CAIXA Cultural Recife / Avenida Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife – Telefone: (81) 3425-1915
  • 07. Encontro da Jovem Guarda, com The Fevers, Trepidants, Walter Ventura, na máquina do tempo – 17h – R$ 30 – Clube Ares Cisnes / Av. Cruz Cabugá, 2160, Santo Amaro/Recife
  • 31. Reveião Golarrolê, com Mateus Carrilho, Araketu, MC Elvis e os DJs Xande Medeiros, Thikos, Vini V, Iury Andrew e Tanit – 22h30 – R$ 230 (open bar premium), Vendas: Haus Bar, Avesso e Redley e site Sympla – Catamaran e Espaço Almirante / Cais das 5 pontas,s/n – Bairro de São José – Telefone: 3039-6304

Recomendo

Entrar

Arquivos