Saudades

Trabalhadores recifenses do passado…

Por Wilton Carvalho

No mês que também é deles, vamos homenagear os trabalhadores de 1ª. categoria, com este presente: uma viagem ao mundo dos bons braços do nosso ontem.

GALERIA RECIFANTIGAMENTE…

Trabalhador 1.

……

Recife. Trabalhador 2.

……

Recife. Trabalhadores 3.


Agora, os próximos trabalhadores desta Galeria são os…
 

Continue lendo

“Máquina do Tempo”: Praça e Cruz do Recife

Por Wilton Carvalho
 

A PRAÇA DA INDEPENDÊNCIA já teve diversos nomes, como Terreiro dos Coqueiros, Praça do Polé, Praça da União e, finalmente, em 1833, recebeu o nome atual.
A Praça da Independência.

Ela também é conhecida popularmente como Pracinha do Diario, pelo fato de que o jornal Diario de Pernambuco se estabelecia naquele local em seu edifício imponente e devido à grande importância do Diario no Recife desde o século XIX.

A praça também sofreu várias mudanças físicas e não era exatamente como é hoje. Até o início do século XX, ela só ocupava um pequeno espaço nas proximidades da Rua Primeiro de Março e da Duque de Caxias, pois havia um quarteirão de sobrados mais próximo da Igreja Matriz de Santo Antônio e da Rua Nova; este foi destruído para ampliação do bairro de Santo Antônio. (Foto: Coleção de Postais do Recife)
 

A CRUZ DO PATRÃO (da foto a seguir) encontra-se na zona norte do Porto do Recife, logo após o Forte do Brum.

Continue lendo

O Acaiaca – de Recife – e mais…

Por Wilton Carvalho

Edifício Acaiaca.

EDIFÍCIO ACAIACA, o palco de badalação e encontro da chamada "Juventude Dourada", entre os anos de 1950 e 1960.

 

Prédio do Diário de Pernambuco.

PRÉDIO DO DIARIO DE PERNAMBUCO. Imponente no passado, o prédio localizado na Praça da Independência abrigou a sede do jornal Diario de Pernambuco. Foi tão importante e marcante para o povo recifense, que a Praça ficou conhecida também como a Pracinha do Diario. Hoje, precisa de ajuda; mais um prédio sofrendo devido ao abandono e ao descaso.

 

Cartão postal - Av. Guararapes e Ponte Duarte Coelho.

PONTE DUARTE COELHO. O passeio, que antes era mais frequente na Rua Nova e na Ponte da Boa Vista, agora se volta para a Avenida Guararapes e a Ponte Duarte Coelho na década de 1950.

Continue lendo

Recicarnaval & os 40 anos do Galo

Por Wilton Carvalho
T
ítulo e texto de introdução: Izan Sant
 

O Galo da Madrugada completa seus 40 anos, então vamos viajar pela folia ingênua do passado?

Vamos recicarnavar! Olhem que raridades, inclusive de crianças, na nossa Galeria, com fotos cedidas por nosso querido Wilton…


Crianças fantasiadas no carnaval de 1927 (Fonte: Revista da Cidade)
Carnaval - Crianças em 1927.


Outas crianças em 1927 (Revista da Cidade)
Carnaval - Crianças em 1927.


Primeiro desfile do Galo da Madrugada, em 1978 (Fonte: site do Galo da Madrugada)
Carnaval - Galo da Madrugada de 1978.


Foliões caindo no Frevo no carnaval de 1948 (Foto: Alexandre Berzin)
Carnaval - Foliões no Frevo em 1948.


Carnaval no salão do Clube Internacional, 1927 (Revista da Cidade)
Carnaval - Clube Internacional, em 1927.


Criança — charmosa! — fantasiada em 1927 (Revista da Cidade)
Carnaval - Criança em 1927.


Carro utilizado para O Corso, na folia de 1927 (Revista da Cidade)
Carnaval - Carro utilizado no Corso em 1927.


Banda tocando Frevo, em 1948 (Foto: Alexandre Berzin)
Carnaval - Banda tocando Frevo em 1948.


Crianças — em dupla — prontas a cair no passo, 1927 (Revista da Cidade)
Carnaval - Crianças em 1927.


O Galo da Madrugada, novamente em 1978 (Site: Galo da Madrugada)
Carnaval - Galo da Madrugada de 1978.


O Corso na Av. Guararapes, no carnaval da década de 60 (Acervo do Museu da Cidade do Recife)
Corso na Av. Guararapes década de 60.


Crianças — duas garotas — na folia, 1927 (Revista da Cidade)

Carnaval - Crianças em 1927.


E MAIS…

Continue lendo

O Recife em Cartões Postais dos anos 70

Embarque nas imagens…
(Texto: Wilton Carvalho)

Antigo Aeroporto Internacional dos Guararapes. Já era considerado um dos grandes aeroportos do Nordeste.
Aeroporto do Recife, o mais organizado atualmente.
 

A praia de Boa Viagem, com sua avenida de mesmo nome, e, ao centro, o Hotel Boa Viagem, construído ainda na década de 50. Foi demolido para dar lugar a um prédio residencial.
Hotel Boa Viagem... Saudades!
 

O Recife com suas pontes e rios que o cortam. Chamada de Veneza Brasileira ou, como preferirem, Veneza Americana, como dizia Manuel Bandeira no seu poema Evocação do Recife.
As pontes de nossa Veneza Brasileira e Americana.
 

A ponte mais famosa do centro. É a ponte de ferro chamada de Ponte da Boa Vista. Por muito tempo, foi a principal ligação feita pelos bondes que saíam do bairro de Santo Antônio para o bairro da Boa Vista.
Oh, Boa Vista, tão linda...
 

E olha esta próxima foto, friend…

Continue lendo

Feliz Natal, Recife de todos os tempos!


Por Wilton Carvalho

As imagens, assim como o título do nosso post, já dizem a que vieram.

Que o primo Armando da segunda foto seja cada um de vocês, friends, a quem desejamos uma vereda de coisas boas neste Natal e no Ano Novo!

CARTAO DE ANO NOVO
 

Recife. Palavras de um Natal distante.
 

Recife. Avenida Guararapes comemorando o Natal.
 

Recife. O das luzes de neon.
 

Recife. Mais uma felicitação do ontem.
 

Recife. Avenida Rio Branco atualmente.
 

Ótimas Festas aí, com esta nossa segunda/última foto atual da matéria

Continue lendo

Lazer & Pátria

Galeria de Fotos RecifAntigamente
 

“Quando as pessoas são felizes, não reparam se é inverno ou verão.” (Anton Tchekhov)
(Praia de Boa Viagem, meados do século XX. – Posicione o cursor parado sobre as outras fotos para ver a informação delas.)
Praia de Boa Viagem

 

“A minha pátria é como se não fosse, é íntima doçura e vontade de chorar; uma criança dormindo…” (Vinícius de Moraes) 
Foto: 1928, Revista da Cidade.

Recife, 7 de Setembro

 

“Não cresça muito depressa, para que você não se esqueça do quanto ama a praia.” (Michelle Held)
Praia de Boa Viagem

 

“Depois de um passeio pela praia, é difícil acreditar que vivemos num mundo material.” (Pam Shaw)

Praia de Boa Viagem

 

“Independência! Liberdade! Persegue estas coisas como ao teu maior amor, e agarra-te a elas como à tua maior paixão!” (Augusto Branco) 
Foto: 1928, Revista da Cidade.

7 de Setembro, a Cavalaria.

 

“A cura para qualquer coisa é água salgada: suor, lágrimas ou o mar.” (Isak Dinesen)

Praia de Boa Viagem

 

“Sem coragem e perseverança, esqueça sua independência financeira, sua individualidade e aquele desejo de liberdade!” (Ricardo Fonseca)
Foto: 1928, Revista da Cidade.

7 de Setembro, o Desfile Cívico.

 

“Reze a Deus, mas reme para a praia.” (Provérbio Russo)

Praia de Boa Viagem

 

“É duro eu pôr em palavras por que eu gosto tanto de praia. Tudo sobre ela é renovador para mim, quase como terapia… Terapia da Praia.” (Amy Dykens)

Praia de Boa Viagem

MAIS TRÊS FOTOS-NOSTALGIA…

Continue lendo

NostalgiCrianças – Flash Especial

AS CRIANÇAS DOS ANOS 20 (by Wilton Carvalho)
 


No porto do Recife, aonde as famílias iam assistir à chegada de navios.

Criança.

 


Dirigindo, gente!

Criança.

 


Mais crianças…

Crianças.

 


Em um parque de diversões instalado na Rua da Aurora.

Criança.

 


Em frente a um restaurante chamado Regina, que existia na esquina da Rua do Imperador.

Criança.

 


No Cais Dr. José Mariano, lado oposto da Casa de Detenção, atual Casa da Cultura.

Criança.

 


O leitor! Criança que lê, criança com poder! Olha só:

Continue lendo

Nostalgia Reciflores…

Por Wilton Carvalho

Primavera. Recife, moças do passado...

No mês da primavera, rosas nas mãos das moças de um Recife anos 20

 

Faculdade de Direito do Recife, ao lado do Parque 13 de Maio.Flores, aos montes, maravilhando olhos e mais olhos na Faculdade de Direito — alguns bons anos atrás.

 

Primavera. Por uma só moçoila.Mais rosas, adornando a pureza da moçoila (como se chamava, na época, uma garota), na década de 20.

 

E sobre primavera, vai pra vocês, de Cecília Meireles

Continue lendo

Praça e avenidas RecifAntigamente

Por Wilton Carvalho

O nome de algumas delas veio do nome de pessoas ilustres da cidade! Emílio Dantas Barreto é uma dessas. 
Avenida Dantas Barreto.

Ele nasceu em Bom Conselho/PE, em 1850; faleceu em 1931. Foi militar e político, participou da Guerra de Canudos como comandante. Foi homenageado pela Prefeitura, que deu o nome dele à Avenida Dantas Barreto. (Fonte: Fundação Joaquim Nabuco)
 

Conde da Boa Vista. Francisco do Rego Barros, Barão, Visconde e, depois, Conde da Boa Vista, nasceu na cidade do Cabo/PE, em 1805, e faleceu em 1870.
Avenida Conde da Boa Vista.

Também foi militar e político, participou da Revolução de Goiana como cadete do Exército.

Em 1837 foi designado como Presidente da Província de Pernambuco.

Como homenagem, seu nome foi dado à Avenida Conde da Vista. (Fonte: Fundação Joaquim Nabuco)
 

Luís Ferreira Maciel Pinheiro. Nasceu em 1839, na Paraíba, e nos deixou em 1899.
Praça Maciel Pinheiro.

Era jornalista, abolicionista, bacharel em Direito, exerceu o cargo de Juiz substituto no Recife. Ocupou a cadeira 22 da Academia Pernambucana de Letras.

Foi homenageado tendo seu nome dado à Praça Maciel Pinheiro, no bairro da Boa Vista. (Fonte: Fundação Joaquim Nabuco)
 

O Barão de Rio Branco, por sua vez, o José Maria da Silva Paranhos Júnior, este é seu nome, foi nascido no Rio de Janeiro em 1845 e morreu em 1912.
Avenida Rio Branco.

Foi professor, político, jornalista, diplomata, historiador e biógrafo. Ainda foi Ministro das Relações Exteriores, sendo muito importante no cenário internacional.

Dessa forma, ganhou, como homenagem, o nome doado à Avenida Rio Branco, no Recife. (Fonte: http://educacao.uol.com.br/)
 

Agamenon Sérgio de Godoy Magalhães, nascido em Vila Bela, atual Serra Talhada/PE, em 1894, faleceu em 1952. Veja-o, como os outros, na foto abaixo

Continue lendo

Entrar

presente de artista

Bem-kete

Tem cor preferida para maio? Se tem, é...?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

MSG DO MÊS - Thaisi Melo

Aniversariantes

  • Alcione Mazzeo (atriz)
  • Alexandre Mandarino (ator, diretor, produtor)
  • Alexsandro Mota (advogado – Itapissuma/PE)
  • Ana Paula Gaudêncio (modelo – São Paulo/SP)
  • Andrezza Azevedo (promot./Vendas – Recife/PE)
  • Ângela Maria (cantora)
  • Bernardo S. Bezerra (fot. – Feira de Santana/BA)
  • Betty Faria (atriz)
  • Caíque Ferraz (ator – Recife)
  • Chitãozinho (cantor)
  • Clóvis Bézer (dir. presidente Bézer Produções)
  • Cristianne Fridman (novelista)
  • Ewerton Souza (func. CSI, Abreu e Lima)
  • Fabyano Nascimento (coord. pedagógico – Recife)
  • Fillipe Ramos (ator, doublê, diretor – Recife)
  • Flávio Andrade (ator e humorista – Olinda/PE)
  • Giovanna Antonelli (atriz)
  • Giselda Ouverney (func. pública – Nova Friburgo)
  • Gretchen (cantora)
  • Helena Ranaldi (atriz)
  • Henrique Tavares (ator, roteirista, diretor teatral)
  • Ingrid Zavarezzi (autora, roteirista e publicitária)
  • Ivete Sangalo (cantora e atriz)
  • Jânio José Siqueira (assist. social – Aiuruoca/SP)
  • Jhonhson Willame (técn./fotografia – Abreu e Lima)
  • José Luiz Datena (apresentador de TV)
  • José Tenório (prefeito – Itapissuma)
  • Junior Barros (profissional de Marketing – Recife)
  • Lucas Vinícius Araújo (universitário, Olinda)
  • Lucélia Santos (atriz, diretora teatral e produtora)
  • Luiza Tomé (atriz)
  • Luna Teixeira (repórter e fotógrafa – Portugal)
  • Manuella Cabral (tec. em Farmácia – Itapissuma)
  • Márcio Santana (motorista – Poços de Caldas/MG)
  • Marcos Barreto (ator – Salvador/BA)
  • Maria Fernanda Cândido (atriz)
  • Mayara Magri (atriz)
  • Neide Silva (cristã e empreendedora – Olinda)
  • Nemu Campos (ator)
  • Oscar Alejandro (ator, cantor, modelo e dançarino)
  • Robert Pattinson (ator, o Edward de “Crepúsculo”)
  • Rodrigo de Luna (jornalista e repórter – Recife)
  • Rosario Boyer (cineasta e roteirista)

Eventos

  • 03. Chico Buarque, no show “Caravanas” – 21h30 – Balcão: R$ 250, R$ 125 (meia); Plateia: R$ 490, R$ 245 (meia) – Ingressos: bilheteria do local e site Bilheteria Virtual – Teatro Guararapes, Centro de Convenções / Avenida Professor Andrade Bezerra, s/n, Salgadinho, Olinda
  • 12. Em RECIFE: Fagner – 21h – Lounge: R$ 200, R$ 120 (social), R$ 100 (meia); Mesa Premium: R$ 700; Mesa Sênior: R$ 600 – Ingressos: site Bilheteria Digital – Cabanga Iate Clube / Avenida Engenheiro José Estelita, s/n, Cabanga – Telefone: 3035-0003
  • 18. No RIO DE JANEIRO: “Champagne e Confusão”, comédia com SYLVIA BANDEIRA e ótimo elenco – De sexta a domingo – 19:30 – até dia 10 de junho, Teatro Maison de France / Avenida Presidente Antônio Carlos, 58
  • 18. Em RECIFE: Pedro Mariano, “Piano e Voz” – 21h – Balcão Nobre: R$ 60, R$ 30 (meia); Plateia Alta: R$ 100, R$ 50 (meia); Plateia Baixa: R$ 140, R$ 70 (meia) – Ingressos: bilheteria do teatro e site www.uhuu.com – Teatro RioMar / Avenida República do Líbano, 251, Pina – Informações: www.teatroriomarrecife.com.br
  • 25. Zé Ramalho – 21h – Balcão: R$ 154, R$ 77 (meia); Plateia: R$ 194, R$ 97 (meia); Plateia especial: R$ 234, R$ 117 (meia) – Ingressos: site Eventim – Teatro Guararapes

FOTO DE BEM

Edmar Graciliano - A Foto de Bem de fevereiro 2017 - Esta

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica