emoção

Apagando velinhas, Adriana Birolli


O niver da linda Adriana — que já entrevistamos aqui no site — aconteceu nesse dia 20 de novembro, friends. Um dia que foi, sem dúvida, estelar, por ela ser uma das mais brilhantes atrizes da nova geração.Adriana Birolli e Alexandre Contini.

Namorada de um estimado amigo meu, o igualmente brilhante ator Alexandre Contini, também diretor e produtor teatral, Birolli tem uma empatia sensacionalíssima com boa parte do público: mesmo fazendo em Império a temperamental e, às vezes, odiosa Amanda, consegue ser simpática aos olhos desses telespectadores.

Levando em consideração noveleiros com quem conversei, eles não chegam a ver a designer de sapatos como uma vilã aprendiz da Maria Marta, mas como uma jovem de fibra que, apesar de ser movida por dinheiro, tenta reconquistar o amor do passado de repente, também, por realmente amar. Aquele amor inconsciente. Será isso?

Na minha primeira entrevista pra outro veículo com essa curitibana, fiquei sabendo dela o gosto de ter sido Atriz Revelação pela interpretação de Isabel, em Viver a vida: “Bom demais. Eu costumo dizer uma coisa assim, que é um prêmio único, porque é uma vez só, não é? Você pode ser Melhor Atriz, ou Melhor Coadjuvante, ou outros prêmios pela vida inteira, mas o de Atriz Revelação é uma vez só. Tenho muito orgulho desses prêmios que eu ganhei; o de Atriz Revelação pela novela, já ganhei outros dois de Melhor Atriz com essa peça (‘Manual Pratico da Mulher Desesperada’) e com ‘Fina estampa’, mas, realmente, o prêmio de Revelação tem esse gostinho diferenciado de ser único.”

É, galera. O Papo de Bem deseja a essa fã do irmão, o cantor Carlito Birolli, e profissional apaixonada pelos fãs, muita paz, amor, saúde, sucesso e — como diria Contini — muita energia positiva em toda a carreira! Parabéns, Adriana!

SAIDEIRA! Ainda naquela entrevista, quando lhe perguntei qual a sua celebridade, ela respondeu:

Continue lendo

ADRIANA BIROLLI exalando força em IMPÉRIO

Adriana na Festa de Império.
Com duas personagens,
um show de bola e beleza!

 

Na primeira fase da novela, ela dá vida à Maria Marta (que, na idade madura, é de Lília Cabral — pela semelhança entre as atrizes); já na segunda fase, interpreta a designer de sapatos Amanda.

Adriana, que estreou em Viver a vida, de Manoel Carlos, onde fez a filha de Lília, também esteve em Fina Estampa, novela de Aguinaldo Silva, na qual brilhou na pele de Patrícia, personagem nora de Lília Cabral.

É, elas sempre se encontrando na televisão, grandes mulheres, excepcionais atrizes!

São, portanto, três novelas das 21 horas na carreira valorosa de Birolli — o que a deixa feliz e reforça seu talento.

Bem, foi por isso, por essa importância toda e pela garra de Adriana, que ela é nossa entrevistada da vez.

 

EXCLUSIVA 
ENTREVISTA.    

 

IZAN SANT – Exatamente, como surgiu o convite para atuar na novela “Império”?

ADRIANA BIROLLI – Aguinaldo, no ano passado, me disse que teria um papel em sua próxima novela e, posteriormente, recebi oficialmente o convite através do Papinha!
 

IS – Como é — com suas próprias palavras — a personagem Maria Marta? Sim, porque o autor sempre tem o personagem com as palavras dele.

AB – Maria Marta é uma mulher muito forte e determinada com uma pitada de paixão!
 

IS – Já vislumbra algum projeto para depois da novela?

AB – Ainda estou no início desse projeto, começando a pensar em Amanda, que logo, logo entra na trama de “Império”…
 

IS – O texto do Aguinaldo Silva é…?

AB – Divino! Cheio de oportunidades maravilhosas!!!
Adriana Birolli, sempre deslumbrante.


IS – “Império”, apenas com uma palavra?

AB – NOVELÃO.
Birolli em cena. Perfeição.


IS – Uma mensagem super do Bem aos seus inúmeros fãs?

AB - Aos meus fãs, eu só tenho que agradecer pelo carinho!!! Acompanhem “Império” e logo mais eu volto como Amanda!!!! Um beijo enorme!!!!
Birolli Cabelos & Cia.


E você, não perca um só capítulo, pois a Adriana falou, tá falado!
Adriana Birolli - Look 3 105.

 

 

 

 

 

Fotos:
DIVULGAÇÃO

 

 

 

 

 

Sêneca falou sobre beleza uma frase que cai muitíssimo bem para a Adriana; esta aqui

Continue lendo

Aos do Rio de Janeiro…

Mas o Rio é de todos nós também. É do povo brasileiro!

A estátua-simbolo da Cidade Maravilhosa.
Ainda é a  
Cidade Maravilhosa. 
O refúgio  
dos melancólicos, 
por ser divina e da hora. 
Por ter um mirante 
de braços abertos sobre 
a Baía da Guanabara.
Simples canção 
que, lindamente, 
algum coração dispara. 
Dispara pelos encantos, 
o cheiro bom das praias, 
a história de Paquetá e Paraty, 
entre outros points de sonho. 
A cidade do Rio, 
em três simples palavras?

Continue lendo

Namorar é…

Ou a gente espera que seja…

Namorar, amar, viver amando. Saúde!
Abraçar um corpo de Sol; 
Dar sempre sorrisos de criança; 
Sentir um calor universal; 
Olhar com os olhos da bonança; 
Cheirar perfumes visíveis e invisíveis; 
Ouvir canções, de bom-gosto, eternas; 
Cantar músicas de sons felizes; 
Beijar alma e boca sinceras.
 

(De Izan Sant exclusivamente
para o “Papo de Bem”)

 

Ah, namorar, 
ah, o amor!…

Cora Coralina falou o seguinte dele:

Continue lendo

Entrevista

VÊ, GALERA – Clica

msg do mês

Glória Valcácer - Msg do Mês de outrubro - 2018

VOCÊ AQUI

Camila Duarte - Foto de Bem de outubro - 2018

presente de artista

Aniversariantes

  • Adriana Calcanhotto (cantora)
  • Adrielly Henry (atriz – Recife/PE)
  • Alcina Nascimento (educadora – Igarassu/PE)
  • Ângelo Santoro (coreóg., superv./vendas – Recife)
  • César Santos (chef de cozinha – Olinda)
  • Cláudia Abreu (atriz)
  • Cléo Pires (atriz)
  • Cynthia Nunes (estudante – Recife)
  • Danilo Rojas (bailarino – Recife)
  • Dayse Figueiredo (empresária, Lulu Bijoux – RJ)
  • Eletana Targino (coord. da LFG – Alta Floresta/MT)
  • Fabinho Seven (prop. Infohouse – Recife)
  • Fagner (cantor)
  • Fellipe Maia (Cofundador Berlim Digital – Recife)
  • Fernanda Montenegro (atriz)
  • Fiuk (ator e cantor)
  • Flávio Leimig (modelo e ator – Recife)
  • Gabriela Castello Buarque (universitária – Recife)
  • Gil Ayres (universitário, UFPE – Recife)
  • Glória Menezes (atriz)
  • Ilka Nóbrega (bibliotecária – Igarassu)
  • Izabella Nóbrega (bibliotecária – Igarassu)
  • Josy Ventura (administradora, atriz – Recife)
  • Kayky Brito (ator)
  • Manuela Sena (administradora – Recife)
  • Marcella Muniz (atriz)
  • Marcello Picchi (ator)
  • Marisa Orth (atriz)
  • Miguel Falabella (ator)
  • Miguel Teixeira (produtor cultural – Recife)
  • Najla Rocha Leite (gestora adjunta – Olinda)
  • Nasaré Azevedo (profa.: Filosofia – Bezerros/PE)
  • Pascoal Filizola (ator e arte-educador – Recife)
  • Pelé (ex-jogador / Rei do Futebol)
  • Pitty (cantora)
  • Priscila Camargo (atriz e contadora de histórias)
  • Rafael Cabral (jornalista e sanitarista – Olinda)
  • Rodrigo Faro (ator, cantor e apresentador/TV)
  • Sérgio Xavier (emp. Grupo inovsi – Recife)
  • Sinho Mello (cantor/educador físico – Recife)
  • Tássio Rennalli (advogado – Recife)
  • Thais Caseli (oper.: Direirto/concurseira – Recife)
  • Tofalini (cantor/compositor – Cambé/PR)
  • Vicktor Lira (booker/modelo/ator – Banguecoque)

Eventos

  • 19. Em São Paulo/SP: Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 20. Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 21. Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 18h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 26. Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
  • 27. Em Recife/PE: Happy Holi – 14h – R$ 55 (pista) / R$ 85 (backstage) à venda site e app Bilheteria Digital – Área externa Centro de Convenções de Pernambuco / Complexo Salgadinho, S/N
  • 27. Em São Paulo/SP: Peça teatral “As Brasas”, adaptação de Duca Rachid e Julio Fisher, onde “mais do que amigos, os personagens são ‘irmãos’” – 21h – de 29/09 a 04/11 – com Herson Capri e Genézio de Barros – SESC Santana / Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana

Recomendo

Entrar

Arquivos