famosos

Um cantor de garra


Tofalini. Quem tem beleza e talento deve mostrar.
Porque garra é o que não falta ao TOFALINI, apreciador dos notáveis profissionais da música Gusttavo Lima e Rafael Vannucci.

Este cantor, compositor e modelo é dono de criações musicais espetaculares, uma delas é Surreal – que você vai ouvir ao final desta matéria.

Fora a parte artística, Tofalini nos revela sobre sua vida pessoal: “Amo pescar, ir ao cinema e tomar tereré” (bebida típica sul-americana feita com a infusão da erva-mate em água fria; de origem guarani, pode ser consumida com limão, hortelã, entre outros).  “Frequento a igreja e prezo muito as leis de Deus e a gratidão. Nasci na cidade de Cambé, no Paraná, e aqui permaneço até hoje, aos 23 anos. Minha Cambé é superagradável, tranquila, onde tenho orgulho de estar e de levar o nome a todo o país, devido a tantas coisas boas que vivi e vivo aqui!”.

Pois é, agora vem com a gente nesta

 

ENTREVISTA EXCLUSIVA.
 

IZAN SANT – O desejo de ter se tornado cantor veio de onde? E o compositor estava no mesmo pacote ou veio depois?

TOFALINI O desejo de me tornar cantor profissional surgiu após um trabalho escolar e, através dele, veio o pacote completo, com uma composição; a primeira, chamada “Não Posso Mais". Mas, desde criança, sempre fui fascinado por música e por toda a parte artística, isso já veio comigo de berço. (Risos gostosos.)
 

IS – Você se espelhou em algum artista famoso?

T Sim, no saudoso Cristiano Araújo.
 

IS – Como classifica, mesmo, seu estilo musical?

T Sertanejo/Pop Romântico.
Tofalini. Um cantor romântico.


IS – Tem o sonho de dividir o palco com algum ídolo da nossa música? Por quê?

T Claro… Gusttavo Lima, pois, hoje em dia, é um dos maiores e melhores cantores do Brasil.
Alexandre Tofalini. Cantor, compositor e modelo.


IS – Entre suas canções, a favorita é…?

TNão tenho apenas uma, são várias. (Risos.)
Elegância máscula. Sempre.


IS – Cantar o amor representa…?

TDeus e todas as coisas boas deste mundo.
Natureza. Compondo em meio a ela.


IS – Sobre a vida de modelo, qual o sabor?

T O de prazer, com uma doçura de mel. (Risos.)
Modelo. Sensualidade totalmente na pele.


IS – Uma mensagem súper do Bem aos fãs do Tofalini, vamos lá?

T Se você tem um sonho, pode ter a certeza de que ele nunca será impossível.

(De fato. Tudo dependendo do seu Querer, friend.)
 

FIQUE, ENFIM, COM UM TRECHO DA MÚSICA "SURREAL".

 

Fotos: Arquivo Pessoal do artista

 

Conheça mais sobre o cantor clicando

Continue lendo

Olha ele… o Almir Rouche!


Um artista elétrico, contagiante, a transbordar carisma, que, neste exato dia 4, completou idade nova. Recentemente, Almir gravou episódios especiais da série teen para Internet Vem Namorar Comigo, fazendo parte dos festejos de seus 30 anos de carreira.
Almir Rouche.


A série também é citada na trama do paradidático O enigma Rouche — que homenageia, ainda, as apresentadoras Danielle Monteiro (foto) e Fátima Bernardes. O livro foi relançado, repaginado, dentro da comemoração do Almir30. O romance é um misto de amor, humor, suspense e mistério, com o cantor sendo apresentado como ele mesmo.
Almir Rouche no programa Interativo, com Danielle Monteiro.


A seguir, com Cinderela, fenômeno de audiência na TV Jornal/PE.
A obra conta a história de um enigma que cai nas mãos de Gigi, de 19 anos, uma superfã de Rouche. Ligado ao cantor, o enigma é um quebra-caceça que poderá tornar Gigi milionária ou levá-la à morte. Uma coisa ou outra não sem antes a garota conhecer pessoalmente esse artista dos seus sonhos.

Almir Rouche com a amada Cinderela.


Continuamos agora com uns trechos de O enigma Rouche sobre a vida de Almir, palavras ditas por ele, em entrevista, a Izan Sant.

Olha, nasci numa casa de taipa, num 4 de março, às 13 horas; morei em Santa Helena, numa fazenda de que meus avós tomavam conta; perdi meu avô aos dois anos e dez meses, mas minha avó sempre manteve a figura dele em minha memória. Antes de me colocar pra dormir, ela contava uma história; antes de ele morrer, era a história da Chapeuzinho, as histórias da Carochinha
Almir Rouche. Rede Globo com o artista.


Depois que ele morreu, eram as histórias das nossas vidas, e, assim, ela manteve a imagem dele viva na minha cabeça como minha referência de pai. E nossa vida foi sofrida: quando o IBAMA liberava — que, antigamente, era liberado —, eu pegava passarinho pra vender na feira, armava arapucas de lata pra pegar caranguejo pra vender, pesquei muito aratu na maré, siri, pesquei muito peixe com linha, com anzol, com vara, com rede.
Almir em auditório lotado. Show!


Vendi picolé, apesar de detestar vender picoléTambém vendi tapiocas, que minha avó preparava. Dava mais as tapiocas do que vendia(Risos.) De certa forma, éramos bem pobres, a vida não foi fácil, não. Mas, apesar disto, éramos muito felizes!
Almir em programa de entrevista da TV Universitária.

 

Quem é de fé e talento continuará sendo feliz!

Parabéns, Almir! (São os votos sinceros deste site.)
 

Alunos, professores, adquiram o livro O enigma Rouche com este

Continue lendo

De Dalva ao musical “Cauby! Cauby!”

Sylvia Massari.
Esta é a nova trajetória da atriz e cantora de musicais SYLVIA MASSARI, a juíza Branca Moreira de Totalmente Demais, sucesso global. Recentemente, na TV Globo, Sylvia tem feito uma novela após a outra: viveu a Helô de Sete Vidas, a Irmã Regina em Malhação 2013, a Ângela de A Vida da Gente, a Sílvia Aquino em Morde e Assopra, a Sarah de Caras & Bocas — estas duas tramas do Walcyr Carrasco.

Sylvia é assim, não para, pois ainda arranja tempo para o cinema e uma outra das suas paixões: o teatro. Aqui, este é o assunto que agiganta mais e mais a também intérprete de Madame Elenir, na saudosa novela do João Emanuel Carneiro, Cobras & Lagartos.
 

EXCLUSIVA ENTREVISTA.
 

IZAN SANT – Abrindo esta nossa primeira entrevista do ano, iremos falar sobre a maravilha de ver você no musical Eu Não Posso Lembrar Que Te Amei. Qual foi a sensação de viver novamente Dalva de Oliveira?

SYLVIA MASSARI É, tenho vivido Dalva há anos! Fui protagonista de "A ESTRELA DALVA", o musical produzido por Roberto Talma e dirigido por Jorge Fernando, em São Paulo, em 1988. Aqui no Rio, Marília Pêra foi Dalva. Assim, é tranquilo revivê-la. Ela vem muito fácil… Mas é sempre muito emocionante!
 

IS – Ainda haverá mais alguma apresentação de sua Dalva e do Herivelto do Tadeu Aguiar pra gente? 

SM – Estamos tentando um patrocínio que viabilize viagens. Nossa intenção é começarmos por São Paulo. 

 

IS – A Dalva com apenas um adjetivo. E o Herivelto?

SM – Dalva: EMOCIONANTE. Herivelto: ARREBATADOR.

 

IS – Como é contracenar com o nosso querido ator e diretor Tadeu (Aguiar)?

SM – Tadeu é um irmão de alma! Nos conhecemos há mais de trinta anos e nunca nos separamos. Ambos patinamos em Ribeirão Preto, no mesmo show de patinação artística, em épocas diferentes. Somos unidos, no palco e na vida.
A atriz Sylvia Massari.

IS – O momento mais marcante desse musical em parceria com o Tadeu foi…?

SM – Em Ribeirão Preto, no Teatro Pedro ll, numa plateia lotada!
 

IS – Agora veio um outro trabalho, e sobre o mito Cauby Peixoto. Conta um pouco dessa novidade para os leitores do Papo de Bem e os seus fãs, Sylvia.

SM - É uma roupagem nova do mesmo musical que fizemos anos atrás. Agora, com a morte de Cauby, eu faço a narradora da história, no papel da secretária, que o acompanhou durante 15 anos. É um espetáculo muito lindo e emocionante e esperamos que faça o mesmo sucesso de antes, quando tivemos lotações esgotadas em todas as apresentações. 
 

Sylvia Massari.
IS – Sua nova personagem é o que esperava que fosse? Ou a surpreendeu por alguma razão?

SM – É diferente! Pela primeira vez não canto em um musical!
 

IS – Classifique a energia desse novo elenco.

SM – Nora 1.000. Talentosos, dedicados e unidos. 
 

IS – Qual a expectativa-mor da Sylvia Massari com relação à recepção do público sobre esse musical de agora?

SM – Não tenho dúvidas de que será um novo sucesso na vida do Diogo e de todo o elenco. Agora, com a morte de Cauby, a emoção será maior!
 

IS – Previsão de estreia?

SM – Dia 10 de janeiro para o público, num grande Ensaio Geral!
 

IS – Uma nova mensagem súper do Bem a todos que nos leem!

SM – Feliz 2018!!!!!! Desejo a todos um ano de Paz, Amor, Recuperação de todos os prejuízos do ano que passou! Saúde!!!!


"Cauby! Cauby! Uma Lembrança" fica em cartaz no Imperator de 16 de março a 1o. de abril, com apresentações às 16h nas sextas, 20h nos sábados e 19h nos domingos. Os ingressos custam R$ 70,00 = inteira.
 

Entrevista com a Sylvia no musical Ou Tudo Ou Nada?

(Re)veja clicando AQUI.

Sylvia, sobre a defesa dos animais?

Continue lendo

Almir Rouche no Ser Tão


Imperdível o show, nesse dia 30 de dezembro, com este artista pernambucano show de bola.

Internacionalmente conhecido, principalmente por sua presença sempre marcante no maior bloco carnavalesco (recifense) do mundo, o Galo da Madrugada, ALMIR ROUCHE (cujo livro "O enigma Rouche" saiu totalmente reformulado neste final de ano, em comemoração ao aniversário de carreira do cantor) vai esquentar Serra Talhada com muita música, alegria e energia do Bem. Não perca, friend, olha o recadinho aí, em banner da Divulgação…

Almir Rouche.

Um amante dos bailes, são palavras de Almir, que, junto com os Caboclinhos Carajós, foi reverenciado pelo Carnaval do Recife neste ano:

"Cantei em bares, na banda Status, em outra banda, a Diplomata, e me apresentei, com ela, nos bailes, minha grande escola. Só mais adiante, eu me dediquei à técnica vocal, à leitura de notas musicais, o que me valeu a atribuição da carteira da Ordem dos Músicos."

E ó

Continue lendo

Ricky Martin: um Ser Humano – Flash Especial

Pela fã Adriana Lúcia

Ricky Martin e Adriana Lúcia.
Poderia descrever a minha admiração pelo artista RICKY MARTIN por meio de vários adjetivos: bonito, alegre, inteligente, atencioso, determinado, solidário, talentoso, ousado, bondoso, carinhoso, simpático, etc. Mas posso resumir em três palavras: AMOR, AMIZADE e COMPREENSÃO.

Ricky Martin entre as fãs.
AMOR: um amor sincero que vem do sorriso, de um olhar, da atenção e do respeito ao fã, que cativa até quem está distante. É um sentimento que cresce a cada dia.

Adriana e Ricky.
AMIZADE: da construção de laços de amizade com outros fãs, os quais foram além da rede virtual. Amigas com quem compartilho loucuras e sonhos.

Associação Brasileira de Fãs do Ricky Martin.
COMPREENSÃO: da sua luta incessante pelo bem-estar e a segurança dos desprotegidos, crianças e mulheres. Da sua busca por um mundo melhor.

Continue lendo

Ser atriz é ser disciplinada


Josy Ventura. Foto By Mineia Otsuka.
Não é ter apenas disciplina.

Que o diga a atriz que possui as corretas características dessa profissional:

JOSY VENTURA, que, atualmente, além de outros trabalhos, faz uma Participação Especial na série cômica para Internet Vem Namorar Comigo. Nesta, a sua personagem é a ousada Malu (Maria Lúcia), filha de portugueses da encantadora LISBOA; no entanto, por ter vindo bastante miúda para o Brasil, a gaja habituou-se a falar o português brasileiro, embora ame a língua portuguesa europeia. (O link para a fan page da série você encontrará ao final deste post.).

Uma paulista admirada por muitos no cenário recifense, Josy, por seu brilhantismo quando está em cena, é a razão desta matéria da nossa nova Série

PE/Brasil: Artistas com A Maiúsculo.

Também formada em Marketing, a jovem — que esteve a ensolarar o elenco do filme A Vida em Uma Viagem, com roteiro e direção de Tauana Uchôa — tem, no palco ou diante das câmeras, uma postura inquestionável no sentido da perfeição.

Uma atriz total: canta, dança e interpreta. 

As características das quais falamos que Ventura contém?

Vamos a algumas delas com uma

GALERIA DE FOTOS
PESSOAIS E PROFISSIONAIS DA ARTISTA
.

 

Uma boa atriz é apta.
Para passar emoção, fantasia e informação ao público.
(Aqui, Ventura no filme "A Vida em Uma Viagem".)
Josy Ventura. Filme "A Vida em Uma Viagem".
 

Atenciosa.
Ao texto, às instruções do diretor.
Josy Ventura. Confeitaria Colombo - Rio de Janeiro.

 

Criativa.
Saber criar é essencial quando a personagem, no papel, não está crível.
Josy Ventura. Praiana, natural.

 

Compreensiva.
Com todos da equipe. Com um colega de trabalho que esteja atuando com dificuldade.
(Nesta imagem, vemos a atriz no centro.)
Josy Ventura. Em musical.
 

Paciente.
Porque a profissão lhe cobra mesmo isso.
Josy Ventura. Em viagem.
 

Humilde.
Pois ser arrogante, isto só na hora de viver uma personagem que seja assim.
Josy Ventura. Peça A Última Volta do Ponteiro.

 

Ainda apresentadora, a atriz atuou na peça teatral A Última Volta do Ponteiro, no filme Os Confundidos, do diretor Adriano Portela, baseado na obra homônima do escritor Osman Lins, além de estar presente em espetáculos musicais da Lalu Academia de Artes, do bairro nobre de Boa Viagem, Recife.
Josy Ventura. Em evento Fliporto.


Josy Ventura. Vaticano.
Esta moça, assim como o tempo, 
não para, é a personificação do talento
e da força.
 

Veja-a na página da série, do 
roteirista Izan Sant, clicando em:
VEM NAMORAR COMIGO.

 

Autores e diretores,
fiquem atentos a ela!

 

Fotos:
Aquivo Pessoal da Artista
e Mineia Otsuka.

 

Para vê-la como apresentadora,
clique AQUI.

Quer vê-la atuando?
Vá a este

Continue lendo

Taylor Lautner no Brasil – Flashback Especial


O intérprete do sedutor Jacob da SAGA CREPÚSCULO realmente usou e abusou da sua graça natural com os fãs quando esteve aqui no Brasil há 5 anos, divulgando AMANHECER 2. Acenou aos paparazzi, deu autógrafos, enfim… curtiu nosso país verde e amarelo. Através de TAYLOR, homenageamos mesmo todos os que apagam velinhas neste mês, sejam seus fãs ou não, nossos leitores ou não!

Taylor Lautner no Brasil.

 LAUTNER em gostoso momento com os fãs. (Foto cedida por: DANI MARA.)
 

Um pensamento demais de Taylor Lautner, confira…

Continue lendo

Mamãe costura… Você presenteia!


Relembrando o que é bom, gente! Só coisas boas!

Seguem umas dicas de com o que você pode presentear, num momento especial, alguém que você ame. Sugiro um livro bacana ou uma obra de arte de bom-gosto. Um desses presentes, o Mamãe costura e esta noite vou te ver.
Sylvia Bandeira. Mamãe costura e esta noite vou te ver.

Um livro com as incríveis memórias da atriz Sylvia Bandeira. Ilustrado, tocante, que nos remete à vida de amor, das viagens, dos filhos, dos holofotes do teatro e muito mais.

Conheça mais detalhes dele e compre AQUI. Você também encontrará o livro no EDITORAS.COM.

 

Outra dica de livro já recomendada é a do Toda mulher tem 7 homens.

Será que tem mesmo?

… a Branca de Neve já tinha" — me disse a bem-humorada autora deste romance, Vera Lucas.
Vera Lucas. Toda mulher tem 7 homens.

A personagem, cômica de viver, é a jovem Patrícia; os 7 homens… Quais serão?

Adquira o livro impresso pra poder identificar cada um num simples CLIQUE. Em formato e-book, nesta PÁGINA.
 

 

Uma obra de arte Geneci Martelli.
Se você prefere uma peça como esta, é só contactar aquela que produz as melhores. Geneci Martelli (ou Dini) é o nome, artista plástica premiada, viu? De quem já mostrei outros trabalhos aqui.

Você a encontra clicando nesta sua FANPAGE.
 

Presenteie, cuide com esse carinho o alguém tudo-de-bom pra você!

Hum, e a respeito do ato de presentear, Jader Amadi poetizou singularmente:

Continue lendo

Um sequestro imperdível!


Um sequestro imperdível!
 

Mas imperdível mesmo, pois se trata da nova peça onde você poderá ver, novamente no palco, ADRIANA BIROLLI e ALEXANDRE CONTINI: #SEQUESTRO121. O primeiro e último trabalho com essa dupla star foi a comédia Manual Prático da Mulher Desesperada, e, desde então, o público já começou a sentir a falta dos atores juntos em cena. Desejo realizado!
Comédia. A Stripper e o Hacker.


Pra tirar suas dúvidas sobre este grande sucesso teatral — porque não tem como ser diferente —, Contini ressurge aqui, numa
 

ENTREVISTA EXCLUSIVA.
 

IZAN SANT – De onde partiu a ideia mesmo da montagem desta peça, de ambos?

ALEXANDRE CONTINI - Sim. O texto é dos dois. Eu sou um apaixonado pelo universo HQ e sempre quis fazer uma comédia nesse gênero. A Adriana teve ideia de fazer um projeto em prol do Instituto Vidas Raras. Daí juntamos algumas ideias e desenvolvemos. Convidamos o Diogo Camargos pra dirigir e ele deu a estética perfeita ao espetáculo. Além da peça, em breve lançaremos um spin-off em forma de livro.
Alexandre Contini.


IS – De que modo estudou para compor o seu hacker?

AC - Investi nos filmes e séries do gênero, e num estudo sobre tecnologia.
 

IS – A personagem da Adriana, a stripper, com uma palavra…?

AC- Hilária.
Adriana Birolli.


IS – O seu personagem, com uma também…?

AC – Tagarela.
 

IS – No fundo, o que vocês desejam passar ao público?

AC - Além de muita diversão, humor e aventura, temos o intuito de divulgar o Instituto Vidas Raras que trabalha em prol da divulgação, orientação e apoio aos familiares, amigos e pacientes de MPSs.

Comédia. #Sequestro121.


IS – Como imagina que os Nerds veem o seu Nerd?

AC - Com muito carinho, o Nerd é o cara que sofreu bullying na escola e hoje é o cara bem-sucedido que escreve os melhores livros, inventa os melhores aparelhos, desenvolvem teorias quânticas, etc… Os Nerds são os verdadeiros heróis dos tempos modernos, e eu procurei tomar todos esses cuidados na hora de escrevê-lo e compor o papel.
 

IS – Alta descontração durante os ensaios?, nos conta.

AC - É incrível, somos uma equipe, nos conhecemos há anos, temos muita intimidade e foi a primeira vez que conseguimos juntar todos no mesmo projeto. Tivemos imersão de dias ensaiando e morando juntos!
Teatro. Equipe reunida.

Da esquerda para a direita, Ivan Vellame, Lorena Lima e Diogo Camargos.


IS – Um momento especial desta comédia — especialmente pra você?

AC - Tem uma cena que não posso dar detalhes, mas Adriana aparece de um jeito que nunca ninguém imaginou vê-la, é realmente muito engraçado e o mergulho na proposta e na caracterização quase me faz rir em cena todos os dias.

 

O que será que é, hein? Segue uma sugestão

Continue lendo

Apaixonadamente realizado


Famosos. Alexandre Contini.
Que legal se assim se sentissem todos os artistas brasileiros, não é verdade?

O sucesso no universo da arte é uma incógnita, mas ALEXANDRE CONTINI, sempre uma erupção de criatividade e competência, é uma das exceções.

Hoje, o ator se encontra num dos melhores momentos de sua vida profissional. Como diretor, mais uma peça estreando, outra em turnê, e, como ator e dramaturgo, mais uma tomando forma.

Aqui ele também se emociona ao falar sobre seus colegas de trabalho.

Hora de uma nova
 

ESPECIAL ENTREVISTA.
 

IZAN SANT – Estreando, agora no dia 3, Solteira, casada, Viúva, Divorciada. Fala pra gente da curtição de dirigir esse trabalho?

ALEXANDRE CONTINI – É muito gratificante dirigir essa grande atriz em uma comédia sobre quatro mulheres completamente diferentes num mundo contemporâneo. A encenação busca transcender os rótulos que intitulam o espetáculo conseguindo a libertação dessas figuras representadas ali. As personagens transbordam nuances, não se limitando a seu estado civil atual, a partir delas podemos mergulhar em questões que assolam o ser humano, como a solidão, a lealdade, a aceitação, o empoderamento feminino, a liberdade sexual ou até a falta dela. A proposta da direção foi entrelaçar essas quatro histórias, contá-las ao mesmo tempo construindo um final apoteótico. Dessa forma elas se complementam e se unificam tratando sobre os dilemas apresentados de forma bem-humorada e delicada.
 

IS – Sua química com a Stella, uma nota e por quê!

AC – Stella é uma das maiores atrizes deste país. Ela transmuta do Trágico para o Cômico em segundos. Tem um domínio do ofício que é um presente para qualquer diretor, você sugere e ela faz, dessa forma qualquer ideia se torna uma possibilidade viável. Fora que é uma amiga divertida, carinhosa, inteligente… Se ela quiser, eu a dirijo a vida toda!!!
Teatro. Vá se divertir!


IS – O que há de mais especial nesse texto, na visão do Alexandre Contini?

AC – O texto se divide em quatro tramas, escrito por quatro autores: Noemi Marinho, Reggiana Antonini, Luis Arthur Nunes e Maria Adelaide Amaral. Foi escrito nos anos 90 e continua atual, com um humor contemporâneo e cheio de possibilidades para verticalizar em questões humanas, e a Stella faz com tanta verdade que você consegue rir e chorar ao mesmo tempo.
Alexandre Contini. O ator em performance.

IS – Outra recente peça dirigida por você, Dedo Podre, está em turnê. Por que recomenda que não percamos de assistir a esse espetáculo?

AC – A historia é maravilhosa. Nivea pegou os relacionamentos mal sucedidos e transformou em uma comédia hilária, transformou um limão em uma limonada, mousse e caipirinha. Sempre que assisto morro de rir com eles.
Cena de Dedo Podre.


IS – Guilherme e Nívea estão mandando, realmente, bem? Brincadeira… Claro que estão, então que momento de seus personagens o empolga mais?

AC – Eu chamo a Nivea de primeira aluna da turma. Dedicada, bem-humorada, não tem dia ruim. Sempre com aquele sorriso lindo no rosto. E me surpreendi porque não sabia que Nivea era comediante. Falo com propriedade, ela tem um tempo de humor excelente, mergulha na proposta, encanta a plateia, foi realmente um presente. A parte que mais gosto é quando ela conta sobre um relacionamento com um cantor sertanejo. O Gui é um grande ator; apesar de jovem, tem um domínio de plateia invejável. Ele sabe o que a plateia quer ver e, na sua primeira fala, já arranca gargalhadas. Adoro quando ele faz o Otávio, um cara gordo que precisa emagrecer, é de um carisma encantador.
Famoso. Em instante relax.


IS – Para quais capitais está viajando Dedo Podre? (Vamos antenar nossos leitores, eventuais espectadores!)

AC – Dias 10 e 11 de junho, Petrolina. Dia 17 de junho, Limeira. Dia 23 de junho, Sertãozinho, e dias 24 e 25 de junho Ribeirão Preto.
Alexandre Contini. Sucesso. Comemoração.


IS – Em que grau anda a saudade do Manual Prático da Mulher Desesperada?

AC – Grau máximo. Fiz a peça durante 1 ano, uma turnê longa de viagens e apenas uma temporada em São Paulo, tenho a sensação de que quando aprendi a fazer, o espetáculo parou. Mas a vida é assim.
Manual Prático da Mulher Desesperada.


IS – Tem novo trabalho seu pra agosto, onde você se coloca como ator. Adianta alguma coisa pro Papo!

AC – Esse é um desafio que tá me mantendo eufórico. Será meu primeiro texto encenado. Escrito junto com minha parceira de cena e noiva Adriana Birolli. Se trata de um espetáculo baseado no universo HQ, onde faço Hacker que se apaixona por uma Stripper (Adriana) e, juntos, entram pro mundo do crime. A direção é do Diogo Camargos, que vem fazendo um trabalho brilhante nos ensaios e realizando meu sonho de infância. Sempre quis fazer um super-herói ou um supervilão. E, paralelamente, estamos num livro spin-off da peça. A ideia do livro surgiu com a vontade da Adriana em fazer algo para divulgar e ajudar o INSTITUTO VIDAS RARAS, que foi criado em 2001 por pais de pacientes com mucopolissacaridoses. Parte da renda do livro será revertida em prol da causa.
Famosos. Adriana Birolli e Alexandre Contini.


IS – Como vê esse drama que o nosso país está enfrentando hoje, na política?

AC – Nos dias de polarizações em que estamos vivendo, tenho até medo de responder (Risos.). Mas a resposta é bem triste: Enojado e sem esperanças. É muita corrupção, a Fama. Quem sabe faz a hora.economia reflete negativamente na realidade de todo mundo, o que deixa muita gente à flor da pele, os juros nos engolem e eu, na minha "ignorância", não vejo uma solução. Enquanto não tiver uma verdadeira reforma política e o povo não parar de brigar como torcedores de futebol, só vai mudar as figuras, mas a história continuará a mesma. Rezemos.
 

IS – Atualmente, Alexandre Contini por Alexandre Contini…?

AC – Feliz, realizado, apaixonado pela vida e louco pra contar mais e mais histórias.

 

Ingressos para

Solteira, Casada, Viúva, Divorciada?

Continue lendo

Entrar

presente de artista

Bem-kete

A(s) atriz(es) mais bela(s) do sucesso “O Outro Lado do Paraíso” é (são)...? Vote em até 2.

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

Fillipe Ramos

Aniversariantes

  • Adriana Souto M. Sales (secretária – Paulista/PE)
  • Adriano Athayde (cantor, compos. e prod. musical)
  • Alexandre Contini (ator, diretor e produtor teatral)
  • Alexandre Melo (jornalista – Recife/PE)
  • Alexsandro Alberto (ator – Recife)
  • Ana Maria Braga (apresentadora de TV)
  • Antônia N. Santana (dona de casa – Igarassu/PE)
  • Antônio Fagundes (ator)
  • Ayrlon Douglas (universitário/Medicina – Igarassu)
  • Benedito Ruy Barbosa (novelista)
  • Bruno Gagliasso (ator)
  • Carmita Galvão (mestra em Inglês – Recife)
  • Cindy Fragoso (atriz e iluminadora – Recife)
  • Cissa Guimarães (atriz e apresentadora de TV)
  • Dagmar Maria (ass. administrativo – Itapissuma/PE)
  • Diego Henrique Duarte (instrutor/make – Paulista)
  • Drico Alves (ator)
  • Edenize Gomes (profa. de Português – Olinda)
  • Edineide Wanderley (assist administrativo, Paulista)
  • Elias da Silva Nascimento (Itapissuma)
  • Fernando Augustus (gestor/Educ., músico, Olinda)
  • Flávia Albuquerque (pedagoga – Paulista)
  • Flávia Azevedo Madureira (dira. adm. – Recife)
  • Flávia Lacerda (diretora de televisão)
  • Gabriela Duarte (atriz)
  • Gerson Santos (editor/designer – Recife)
  • Gugga Macel (roteirista e produtor – Recife)
  • Haroldo Botta (ator, diretor e cons. de Feng Shui)
  • Humberto Martins (ator)
  • Isabelle Drummond (atriz)
  • Ítalo Lima (ator, diretor, DJ, Youtuber – Recife)
  • Jhonny Oliveira (prof. de Inglês/cineasta – Paulista)
  • João Gonçalves (fotógrafo e músico – Paulista)
  • Júnior Lima (cantor e músico/baterista)
  • Kaká (jogador de futebol)
  • Kayky Buonarroti – ator – Rio de Janeiro/RJ)
  • Kristen Stewart (atriz)
  • Laura Maria Carvalho (educadora – Paulista)
  • Lorrayne Couto (secretária, Nova Friburgo, RJ)
  • Louise Cardoso (atriz)
  • Maria Thereza Carneiro (psicóloga – Recife)
  • Mariana Ximenes (atriz)
  • Miguel Vita (ator)
  • Rick Di Castro (apres.: Transamérica – Recife)
  • Roberto Carlos (cantor, compositor e Rei da MB)
  • Sofia, 8 anos (filha do ilustre casal Uchôa Filho e Glória Valcácer – Igarassu)
  • Thaís Fersoza (atriz)
  • Tiago Santiago (ator, novelista e dramaturgo)
  • Valeska de Gracia (psicot. holística, São Pedro/SP)

Eventos

  • 12. No RIO DE JANEIRO: “Champagne e Confusão”, comédia com SYLVIA BANDEIRA e ótimo elenco – De sexta a domingo – 19:30 – até dia 10 de junho, Teatro Maison de France / Avenida Presidente Antônio Carlos, 58
  • 13. Em PERNAMBUCO: Oswaldo Montenegro apresenta Serenata – 21h30 – Balcão: R$ 114, R$ 57 (meia); Plateia: R$ 164, R$ 82 (meia) – Vendas: bilheteria do teatro, lojas Ticket Folia e site Eventim – Teatro Guararapes / Centro de Convenções, s/n, Salgadinho, Olinda
  • 14. The Fevers, Pholhas e Fernando Mendes – 21h – Pista: R$ 80, R$ 40 (meia), R$ 50 (social); Mesa VIP: R$ 75; Mesa Premium: R$ 100 (quatro assentos) – Vendas: bilheteria, lojas Ticket Folia e site do Classic Hall. Classic Hall / Avenida Agamenon Magalhães, s/n, Salgadinho, Olinda
  • 17. Demi Lovato – Pista: R$ 180, R$ 90 (meia); Pista Premium: R$ 480, R$ 240 (meia) – Vendas a partir do dia 22/02 – Classic Hall / Avenida Agamenon Magalhães, s/n, Salgadinho, Olinda
  • 20. Maria Rita: “Amor e música” – 21h – Plateia baixa: R$ 204, R$ 102 (meia); Plateia alta e balcão: R$ 164, R$ 82 (meia) – Vendas: bilheteria do teatro e site www.eventim.com.br – Teatro Guararapes

FOTO DE BEM

Fernanda Santana - Foto de Bem - Esta

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica