Portugal

Conto: “Tempo de amor”

(Recriado do meu conto original de 09/06/2007 -  Izan Sant)
 

— Carol! — gritou do terraço o pai quarentão, chamando-a. — Tá na hora do seu encontro, filha! Ele já deve estar te esperando no coqueiral do Forte Orange!
Praia de Itamaracá. Foto - IS.Sem resposta, seu Agenor deu-se ao trabalho de ir ao quarto rosa da mocinha. Enquanto se arrumava, Carol ouvia, da Rádio Recife FM, Deusa de Itamaracá, por Almir Rouche.

Entrando, o pai sorriu, feliz, ao vê-la metida em seu claro e alegre vestido de manhã de sol. Uma rosa branca nos cabelos encaracolados, os lábios em rosa acentuados pelo brilho, o sorriso angelical a colorir o rosto de criança num belo corpo de mulher, aos 15 anos. Ela abandonou o espelho, virando-se.

— Tô bonita, pai?…

— Um encanto, meu anjinho!…

Aproximou-se dela e a beijou no rosto. Emocionado, sussurrou:

— Vai com Deus, minha filha… Vai ao encontro da tua nova vida, vai… — e afastou-se, indo ao seu quarto, não queria que ela o visse chorar. Carol havia assistido demais a esse espetáculo havia 7 anos, quando no terrível momento do divórcio. Ela merecia trégua eternamente.

O antigo relógio-cuco da sala cantou 8 horas e, por um instante, Carol quase caiu em lágrimas, porém se conteve. Fitou a porta do quarto e leu, para seu consolo, a máxima de Amado Nervo, pregada num camurça em formato de coração:

“Sempre que houver um espaço em tua vida, enche-o de amor.”

Ela respirou fundo, munida de força, sorriu e se foi sem olhar para trás, linda…

Pela beira das paradisíacas praias da Ilha de Itamaracá, as delicadas mãos na saia do vestido, sob um sol magnânimo, aquela garota que, um dia, sonhara em ser tão brilhante atriz quanto a Sylvia Bandeira e a Alcione Mazzeo, corria cinematograficamente… um deslumbre!

O coração palpitava no peito, ansioso, a respiração ofegante quase a sufocava, mas a esperança lhe abria um sorriso amigo. “Estou aqui”, era como se esse sentimento “verde” se pronunciasse com suavidade.

Cansada de correr — uns minutos do percurso já haviam se passado —, Carol estacionou: finalmente chegara ao coqueiral! O coração, então, prestes a explodir de tamanha ânsia; o vento fazia os seus cabelos dançarem, frenéticos…

— Ai, meu Deus, cadê ele?… — perguntou-se ela, atirando olhares em todas as direções. Ali, só o Forte, barracas, turistas e lanchas que atravessavam o mar no sentido da ilhota Coroa do Avião.

Nada! Tempo de espera… Angústia… Ex-entusiasmo… Decepção?!

— Ôxe… — murmurou, com desânimo.

Eram já 11 horas quando Carol não quis mais ficar. Deu uma rabanada para um pardal que tinha pousado na grama à sua frente, esmagou, sem ver, uma esperança que ali apareceu, largou a rosa branca no chão e se pôs a andar de volta para casa. Triste. Bom, na verdade, até mais do que triste: infeliz.

— Ei, Ana Carolina, aqui! — uma voz de homem a chamou.

Inundada de vida, ela se voltou na direção daquela voz tanto esperada!

Continue lendo

Mousse de abacate com limão

Por Silvana Argenta

 

INGREDIENTES:

. 1 abacate / Suco de 1 limão-galego / 1 caixinha de creme de leite / 7 colheres (de sopa) de açúcar.

Saúde. Mousse para lhe fazer bem.

 

MODO DE PREPARO:

1. No liquidificador, bata todos os ingredientes.

2. Ponha em taças e leve para gelar.

 

UMA CURIOSIDADE SOBRE O LIMÃO ENVOLVENDO PORTUGAL…

Continue lendo

Portugal, encantos…

Escrito por Izan Sant
exclusivamente para o Papo de Bem.
 

Olá, amados amigos!

Estou a chegar aqui para expor algumas maravilhas portuguesas que têm o dom de fazer qualquer pessoa ficar de bem com a vida. Oh, terrinha de encantos, essa!…

Vamos a eles, então, logo abaixo da foto?
Portugal.
 

Alguns encantos
 

O pastel de Belém
é daqueles doces que devemos comer dizendo Amém!
 

A Quinta da Regaleira
possibilita a todos nós uma aventura verdadeira.
 

O vinho do Porto,
oh, quem não prova não sabe o quanto é gostoso…
 

A ruas, limpas e históricas,
encantam turistas brasileiros, e de outros países, a toda hora!
 

O Oceanário de Lisboa,
este é pura natureza, total garoa.
 

No Museu Nacional do Azulejo
olhos se fixam, intensos, em profundo festejo.
 

O clima ameno, enfim,
faz um bem enorme ao ser humano… a ti!

Continue lendo

Ser atriz é ser disciplinada


Josy Ventura. Foto By Mineia Otsuka.
Não é ter apenas disciplina.

Que o diga a atriz que possui as corretas características dessa profissional:

JOSY VENTURA, que, atualmente, além de outros trabalhos, faz uma Participação Especial na série cômica para Internet Vem Namorar Comigo. Nesta, a sua personagem é a ousada Malu (Maria Lúcia), filha de portugueses da encantadora LISBOA; no entanto, por ter vindo bastante miúda para o Brasil, a gaja habituou-se a falar o português brasileiro, embora ame a língua portuguesa europeia. (O link para a fan page da série você encontrará ao final deste post.).

Uma paulista admirada por muitos no cenário recifense, Josy, por seu brilhantismo quando está em cena, é a razão desta matéria da nossa nova Série

PE/Brasil: Artistas com A Maiúsculo.

Também formada em Marketing, a jovem — que esteve a ensolarar o elenco do filme A Vida em Uma Viagem, com roteiro e direção de Tauana Uchôa — tem, no palco ou diante das câmeras, uma postura inquestionável no sentido da perfeição.

Uma atriz total: canta, dança e interpreta. 

As características das quais falamos que Ventura contém?

Vamos a algumas delas com uma

GALERIA DE FOTOS
PESSOAIS E PROFISSIONAIS DA ARTISTA
.

 

Uma boa atriz é apta.
Para passar emoção, fantasia e informação ao público.
(Aqui, Ventura no filme "A Vida em Uma Viagem".)
Josy Ventura. Filme "A Vida em Uma Viagem".
 

Atenciosa.
Ao texto, às instruções do diretor.
Josy Ventura. Confeitaria Colombo - Rio de Janeiro.

 

Criativa.
Saber criar é essencial quando a personagem, no papel, não está crível.
Josy Ventura. Praiana, natural.

 

Compreensiva.
Com todos da equipe. Com um colega de trabalho que esteja atuando com dificuldade.
(Nesta imagem, vemos a atriz no centro.)
Josy Ventura. Em musical.
 

Paciente.
Porque a profissão lhe cobra mesmo isso.
Josy Ventura. Em viagem.
 

Humilde.
Pois ser arrogante, isto só na hora de viver uma personagem que seja assim.
Josy Ventura. Peça A Última Volta do Ponteiro.

 

Ainda apresentadora, a atriz atuou na peça teatral A Última Volta do Ponteiro, no filme Os Confundidos, do diretor Adriano Portela, baseado na obra homônima do escritor Osman Lins, além de estar presente em espetáculos musicais da Lalu Academia de Artes, do bairro nobre de Boa Viagem, Recife.
Josy Ventura. Em evento Fliporto.


Josy Ventura. Vaticano.
Esta moça, assim como o tempo, 
não para, é a personificação do talento
e da força.
 

Veja-a na página da série, do 
roteirista Izan Sant, clicando em:
VEM NAMORAR COMIGO.

 

Autores e diretores,
fiquem atentos a ela!

 

Fotos:
Aquivo Pessoal da Artista
e Mineia Otsuka.

 

Para vê-la como apresentadora,
clique AQUI.

Quer vê-la atuando?
Vá a este

Continue lendo

Autoajuda: Tem dias que é assim…


Autoajuda. Para ter um dia agradável.
você precisa urgentemente de um abraço logo cedinho. Depois, um café da manhã saudável, tipo “granola com um iogurte natural e pedaços de maçã”.

Antes de sair, uma oração dosada de fé para pedir proteção e encarar o dia.

Na falta de um carro, que o ônibus não venha lotado: nada de aperto, um pouquinho de conforto. Descer, a seguir, em uma rua asseada (a cara das ruas de Portugal!); não ter medo da violência, imaginar que ela não existe.

No trabalho, energia a mil! Melhor ainda se você receber um elogio, desde que seja sincero.

Chegou a hora do almoço? Muito verde no seu prato; carne magra, se você não for vegetariano(a).

Ao largar, uma ida à praia, porque um fim de tarde nela, olhando o mar, é um excelente calmante.

Em casa, à noite?

Hum deixe-me ver

Ah, após um banho revigorante, um jantarzinho leve, uma taça de vinho — auxilia no sono — e um beijo que valha a pena. Se está sem ninguém, de Deus. Se está com alguém, um amor ou um filho, dele(a) e dEle, bem-estar duplo.

Mais uma vez, oração, agradecimento.

É o dia perfeito, não?

Continue lendo

O esperado retorno de Lucélia Santos


Texto de um fã levando em conta a liberdade de expressão.
 

A Internet, em vários sites de teledramaturgia, reverencia uma de nossas mais amadas famosas.

Pedidos, apelos, súplicas, todos enérgicos, têm um único objetivo: ver LUCÉLIA SANTOS, nossa eterna escrava Isaura, de volta às telinhas, brilhando como sempre esteve nas Lucélia Santos. Fãs aguardam o retorno da Estrela.décadas de 70 e 80, na Rede Globo.

Após sua participação em Malhação 2001/2002 (e já se vão 16 anos), onde foi protagonista, que Lucélia está afastada das novelas globais. Chegou a ser chamada, tão-somente, para participações especiais, como em Aline, Linha Direta, Casos e Acasos, por aí.

Só que a intérprete de Isaura é muito MAIS que uma simples personagem de especiais de TV. Ela é uma Diva da televisão brasileira que, se fizesse, por exemplo, uma personagem de Império — um sucesso em Portugal, exibida pela SIC —, com certeza arrebataria o dobro de fãs para a trama do espetacular Aguinaldo Silva. Nossa, explodiria a audiência da novela do Comendador que conquistou o Brasil, encarnado por Alexandre Nero.

Ela poderia ter sido, também, uma das Helenas do Maneco, que os números do Ibope iriam ao topo, ou quase.

Infelizmente ela não chegou a ser convidada para fazer a Laura de Ciranda de Pedra, de 2008; na primeira versão da obra, inspirada no romance homônimo de Lygia Fagundes Telles, Santos interpretou a Virgínia maravilhosamente bem, como não podia deixar de ser.

Por que não ter aproveitado a Lucélia na segunda Ciranda? Teria sido um show de bola.

Será um show tê-la nas próximas produções.

Nossa “Isaura” contribuiu, e muito, nos folhetins escritos por parte dos bons novelistas brasileiros; acreditamos que ela mereça um retorno em grande estilo, uma volta triunfal, com uma personagem antológica em uma próxima produção da Globo.

Lucélia, no mundo inteiro é, por sua energia, uma escrava Isaura na arte de interpretar (atua com o coração), tem a força de mil, ou mais, locomotivas, sacia nossa fome interior dos sonhos como um feijão maravilha da vida.

Natureza e água viva são com ela mesma, contendo a rigidez simpática da ciranda de pedra de Teixeira Filho, a maluquice beleza de uma guerra dos sexos trilhando o caminho em busca de uma vereda tropical, enfim gentil e talentosa que é, exala paz, como uma Sinhá Moça dos tempos da escravidão.

Amante da ecologia, a malhação que enfrenta quase sempre, como correr ou escalar a Pedra da Gávea, a mantém sempre linda, jovial e feliz.

Pensando em uma maior audiência da emissora, sonhamos com a atriz em uma de suas próximas novelas.

Fica aqui nosso pedido, em nome de todos os milhares de fãs da atriz, dos seus simpatizantes e seguidores:

O BRASIL QUER A LUCÉLIA NOVAMENTE NAS TRAMAS GLOBAIS, NÃO APENAS NO TEATRO.

Sentimos falta dessa atriz que deu vida às personagens de Nelson Rodrigues no cinema e na TV.

Pensem nisso com carinho, fantásticos e queridos Sílvio de AbreuGilberto BragaBenedito Ruy BarbosaGlória PerezWalcyr CarrascoJoão Emanuel CarneiroMiguel FalabellaAlcides NogueiraManoel CarlosMaria Adelaide Amaral, Thelma Guedes, Duca Rachid e vocês também, recentes autores da Casa, Lícia ManzoManuela Dias, Daniel Ortiz, etc(Perdão aos veteranos que não citamos, no entanto reconhecemos que são diversos e competentes autores.)

Que tal nos darem esse presente, hein?

No canal fechado MultiShow, agora em outubro, no episódio Novela de época, do Vai Que Cola, ficou claríssimo esse desejo do público, com aplausos e mais aplausos para a Lucélia.

Do fundo do coração, um imenso beijo na alma de todos vocês, diretores, novelistas e demais funcionários que compõem essa empresa-família do saudoso Sr. Roberto Marinho!

 

E vocês, colegas internautas, visitem o website da Estrela, que é o

Continue lendo

Uma Artista portuguesa com certeza


Arte. A profissional com uma de suas telas.
O site apresenta a vocês agora mais uma Artista plástica de dar orgulho a qualquer um.

Ela é a premiada

MARIA TEREZA BRAZ,

nascida em Sobral de Monte Agraço, Portugal, mas que, atualmente, mora em Carnaxide, cidade do mesmo país.

A seguir, uma revelação da Tereza que consta em seu Currículo: 

“Depois de 13 anos de trabalho na Comunicação Social como documentalista, surge algo que altera totalmente minha vida. A pintura sempre foi uma arte que me apaixonou e, em 1999, no meio de uma desistência, descobri essa mesma arte. No meio da catástrofe resolvi fazer experiência… Surge o primeiro quadro e depois foi… 

Despertar! 
Descobrir! 
Tentar!”

… sem qualquer apoio técnico. Tenho feito inúmeros quadros, pintura acrílica com pauzinhos e fundos espatulados — uma técnica particular.

E eis uma Autodidata!”.

A sua pintura é Naif (ingênua, em francês) ou primitiva, como é mais conhecida no Brasil.

É a pintura produzida por artistas não-eruditos, que têm como inspiração retratar temas populares tanto do campo quanto da cidade.


PortuGaleria
(Onde ela mesma nos apresenta as obras)
 

Nota de música-tela, dedicada a meu filho.”
Arte. Nota de Música-Tela.


"Atracção — Adoro passeio na praia, seja verão ou inverno.”
Arte. Tela Atracção.


Frida, por gostar de histórias de vida.”
Arte. Frida.


Guitar — sempre pensando em meu filho.”

Continue lendo

Entrar

presente de artista

Bem-kete

O que gostaria de ganhar como presente de Natal? (Pode votar em até 2 alternativas)

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

Jebson Moraes - MSG DO MÊS

Aniversariantes

  • Adri Caetano (consultora/secretária – Igarassu/PE)
  • Adriana Esteves (atriz)
  • Adriane Pessoa (educadora – Igarassu)
  • Alinne Moraes (atriz)
  • Ana Alice Cabral (concl. Ens. Médio, Paulista/PE)
  • Brad Pitt (ator)
  • Carla Faour (atriz e roteirista)
  • Carlos Pedrosa (empresário – Itamaracá/PE)
  • Claudemir Gomes (prof. de Matemática – Igarassu)
  • Cláudia Raia (atriz)
  • Cynthia Peixoto (profa. de Português – Paulista)
  • Daniel Ávila (ator e professor de teatro)
  • Daniel Menezes (DKM Informática – Itamaracá)
  • Daniella Verolli (produtora de Eventos – Recife)
  • Danielle Winits (atriz)
  • Dionne Warwick (cantora)
  • Fábio Batista dos Santos (editor: vídeo e som – SP)
  • Fábio Bianchini (ator)
  • Fernanda Ribeiro (secretária – Igarassu)
  • Geneci Martelli (artista plástica – Tapurah/MT)
  • Gilson De Paula (ator – Recife/PE)
  • Giulia Gam (atriz)
  • Janaína Ana (aluna/Enfermagem – Itapissuma/PE)
  • Josenita Pereira (educadora – Olinda/PE)
  • Juliana Marcolina (intérp./Libras, Abreu e Lima/PE)
  • Kátia D’Angelo (atriz)
  • Leandro D’Melo (ator)
  • Leonardo Borba (ator – Triunfo/RS)
  • Lytah Cabral (recifense – residente em São Paulo)
  • Marcio Jorge Correa (Dj – Entre Rios do Oeste/AM)
  • Márcio Rosário (ator)
  • Marcondes Oliveira (biólogo – Recife)
  • Mariá Coutinho (turismóloga – Recife)
  • Marly Cabral (profa. de História – Recife)
  • Pedro Antônio (prof. de Inglês – Paulista)
  • Ricky Martin (cantor e ex-Menudo)
  • Rita Lee (cantora e compositora)
  • Rodrigo Andrade (ator, cantor e compositor)
  • Rodrigo Geraldini (biólogo – Conchal/SP)
  • Samuel Santos (ator, diretor, dramaturgo – Recife)
  • Selton Mello (ator e diretor)
  • Sílvio Santos (apresentador de TV)
  • Talita Monteiro (agente de saúde – Itapissuma)
  • Victoria Diniz (atriz)
  • Walcyr Carrasco (escritor, novelista e dramaturgo)
  • Wottson Carlos (func. da Unilife Saúde – Paulista)

Eventos

  • 04. Almir Rouche – especialmente na Festa de Nossa Senhora da Conceição – Santuário de Nossa Senhora da Conceição – Recife
  • 07. Cantata de Natal Nordestina: Corais e pastoril e lançamento do CD Quinteto Violado 46 anos, com Ed Carlos, Nádia Maia, Sanfoneiro Genaro e Sumara Ramos – às 17h – Gratuito – Fundaj / Avenida Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte
  • 13. Festival Rumor, com Lílian Campesato -às 20h – Gratuito – Teatro Hermilo Borba Filho / Rua do Apolo, 121, Recife Antigo
  • 19. Especial Roberto Carlos – às 19h30 – R$ 7,50 – Galeria Joana D’Arc / Avenida Herculano Bandeira, 513, Pina – Telefone: 99751-3503
  • 28. Peça “CIÚMES DE UM MISÓGINO” – com a bela atriz PRISCILA CARDOSO, nos dias 14, 15, 21, 22 e 28 (último) – às 19h – Antigo Café / Av. Marquês de Olinda, 274 – Recife

FOTO DE BEM

Foto de Bem - Maria Clara Nóbrega

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica