saúde

Saúde – Hábitos para blindar seu corpo II

Por Dini (Geneci) Martelli
 

E vamos, mesmo, continuar falando de bons hábitos, a fim de vencermos as doenças.

Resolvi expor abertamente o meu problema de saúde, com um único objetivo: o de ajudar quem está passando pela mesma situação que eu.

De início, como já mencionei várias vezes neste post, eu havia decidido ficar quietinha, calada, fazendo meu tratamento sem muito alarde. Mas, com o passar do tempo, e, percebendo que a quimioterapia não estava me causando nem um sintoma indesejável, ou desagradável, daqueles que a maioria relata, senti que era até uma obrigação minha de falar a respeito para poder ajudar.

Eu me preparei muito, mas muito mesmo, para receber o medicamento contra o câncer em meu organismo. Acredito serem várias as situações que nos favorecem para que o tratamento dê certo…
Saúde.

- Alimente bem seu corpo (com alimentos saudáveis), você precisa estar bem forte fisicamente.

Acho que isso foi bem importante e primordial para que eu tenha me mantido bem durante todo o tratamento (que já acabou, graças a Deus!).

- Alimente seu espírito (Deus). Você precisa ter muita fé, coragem, força e determinação para poder enfrentar tudo o que vem pela frente.

- Família (o apoio é fundamental).

- Amigos: os verdadeiros irão te apoiar; os outros vão sumir, por medo, ou por covardia mesmo.

- Equipe médica (fundamental também)

- Sociedade (vai depender de você administrar). O que as pessoas irão pensar, definitivamente, é o que menos importa neste momento de sua vida. Você, com toda a certeza, vai mudar fisicamente, tudo isto é temporário, depois tudo volta ao normal.

Foque somente nas coisas positivas.

Sempre vai ter alguém olhando pra você de maneira diferente. Não ligue. Muita gente não entende a sua condição momentânea e, por isso mesmo, não merece sua atenção.

- Bom-humor sempre (não se faça de vitima). Eu nunca fiquei nem um dia de cama me sentindo doente. A não ser um dia ou outro que você esteja se sentindo um pouco frágil, mais fraca… fora isso, nunca.

Se você tiver dias de tristeza, pode chorar, sim: um dia, dois dias, até uma semana. Você não precisa mostrar que é forte o tempo todo, mas, se passar muito tempo assim, procure ajuda de um profissional, porque não é normal.

Continue lendo

Mensagem de superação…

Msg da Semana
Pra você poder superar uma depressão causada pelo fim de um relacionamento amoroso, não dê mais lugar a ela, bote o pé na estrada, distraia-se, divirta-se.

Porque ficar pensando na perda não é nada legal.

É preciso cultivar a paciência e procurar novas atividades, a fim de preencher positivamente os dias, my friend.

Só você pode chegar à superação, dando aquele baita sentido à sua existência, lembre-se sempre disso, combinado?

 

Humor!

Lembra do FÉLIX de Amor à Vida ?
Sobre este conselho básico talvez ele dissesse:

Continue lendo

Flash: Curta a chuva, é saudável


Em um certo dia, chuvoso, um tempo atrás, eu estava pensando nas loucuras de saúde que se pode fazer num dia (ou numa noite) de chuva.

Debaixo da chuva mesmo, uma daquelas da moral.
Saúde: curta a chuva.Não pense em resfriado, que se você pensar nele, o danado vem mesmo.

Pense em saúde, no prazer de sentir os pingos na pele, na diversão de se sentir feliz como naquele filme retrô, Cantando na chuva.

Não conhece o filme?

Relaxa, no final do post eu lhe mostro a cena.

Voltando ao banho de chuva, um banho desses pode ser tudo de bom, numa noite de garoa bem gostosa, mas, principalmente, se seu organismo suportar a exposição a ela.

Não vai se meter a fazer o que não pode, hein?

Ai, ai, ai, ai, ai, amizade! Antes de qualquer coisa, o bom-senso, por favor!

Tá esborrando de juízo agora?

Se tá, tudo bem. Podendo aguentar chuva, aí é outra história.

Passado um dia de estresse no colégio, ou no trabalho, um dia de tensões, você chega em casa, olha pela janela, vê a chuva. Ela tá linda, receptiva, um filé te convidando a relaxar.

— Vou ou não vou?

Se manda, já foi?

Você deve ir, porque o banho de chuva, defendido por alguns especialistas, é

Continue lendo

Saúde — Tudo depende de você, faça dar certo

Por Dini (Geneci) Martelli
 

Hábitos para blindar seu corpo
 

A partir de hoje vou compartilhar aqui, com vocês do Papo de Bem, um pouco do que tenho aprendido a respeito de saúde através da ALIMENTAÇÃO.

O que mudou? Tudo (Risos gostosos.). Vou explicar adiante
Saúde. Ela começa pela alimentação.

Nosso organismo foi perfeitamente projetado para se nutrir com tudo que a natureza oferece — frutas, verduras, carnes, gordura. Dessa forma, ele mantém um equilíbrio; não só com relação ao peso, mas, principalmente, com relação à saúde — aporte nutricional, imunidade, etc.

Sempre foi assim, desde os nossos antepassados (somos uma espécie animal, e, como todas as demais espécies, fomos projetados pela natureza e nossa sobrevivência depende dela. É importante entender isso).

Com a industrialização, nossos hábitos alimentares mudaram. Começamos a ingerir muita coisa processada, cheia de conservantes e outras substâncias que não são naturais ao nosso organismo. Isso é um problema, porque estamos envenenando nossas células e isso pode ocasionar numa série de doenças crônicas, inclusive, o câncer (os fatores de risco para o câncer podem ser encontrados no meio ambiente ou podem ser herdados. Oitenta por cento dos casos estão relacionados ao meio ambiente). Entende-se por ambiente o meio em geral, o ambiente ocupacional (indústrias químicas e afins), o ambiente de consumo (alimentos, medicamentos), o ambiente social e cultural (estilo e hábitos de vida). Fonte: INCA. Então, basicamente, eliminei tudo que não é "natural" da minha alimentação:

. Alimentos processados e cheios de conservantes, como presunto, linguiças, alguns tipos de carne, molhos prontos (maionese, por exemplo), refrigerante, suco de caixinha, etc. Vi no rótulo que tem substâncias químicas de nome difícil?! Não compro.

. Farinha branca (massas em geral), que possui alto valor glicêmico e ainda tem o fator glúten, que causa uma série de problemas no sistema digestivo.

. Açúcar branco, que, assim como a farinha, perde suas propriedades nutricionais no processo de cristalização. É de alto índice glicêmico — o excesso de glicose é convertido em gordura, que se acumula no tecido adiposo (gordura corporal). Substituí pelo adoçante de stevia.

. Sal de cozinha, presente em quantidades excessivas nos alimentos industrializados. Principal causa de retenção de líquidos no corpo, além do elevar a pressão arterial. Substituí pelo sal rosa — com menor concentração de sódio, mesmo assim uso pouco.

. Óleo de cozinha, que possui a famosa gordura trans, altamente prejudicial pra saúde. Sem contar que, cada vez que você o reutiliza, o aquecimento o torna ainda mais tóxico pro organismo. Substituí pelo óleo de coco e pela banha de porco, mas, ainda assim, uso em pequenas quantidades.

Por outro lado, inseri na alimentação muitas frutas, verduras, legumes e aumentei a ingestão de líquidos. Tudo, claro, com acompanhamento nutricional.

No início do meu tratamento (contra o câncer), tive acompanhamento de um nutrólogo (que me passou a maioria das informações que escrevi aqui) e de uma nutricionista, que elaborou um plano alimentar com base nas especificações do meu organismo.

É importante que as pessoas procurem um profissional — de nada adianta ter as informações se não souber aplicá-las à sua realidade. Cada organismo é único, então, às vezes, o que deu certo pra um, não necessariamente irá funcionar com outro.

A reeducação alimentar é um processo longo e continuo. Claro que, de vez quando, eu como um chocolate, uma pizza, um bolo (Risos), mas tudo com controle e consciência.

Mudanças de hábitos levam tempo mesmo, a gente só precisa manter o foco e ter paciência. É importante ressaltar também que essa é uma questão de saúde e qualidade de vida, que precisa ser complementada com atividades físicas — emagrecer e ficar com um corpo legal é apenas a consequência (e não o objetivo).

Finalizo com uma frase maravilhosa de Hipócrates, considerado por muitos como o Pai da Medicina, que já estava ligado nos paranauês da saúde x alimentação desde o século V a.C.:

Continue lendo

Viva melhor: frases-conselhos

“Porque a vida se torna de aço
quando a gente se ama e age como se deve.” (Izan Sant)
(Se enriqueça mais, depois, clicando nas palavras na cor VERDE)

Máximas sobre…

AprendizagemVida! Ela com as máximas nos fazem crescer.

“Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores.” (Khalil Gibran)
 

Deus

“Benditos os que nunca leem jornais, porque verão a Natureza e, através dela, Deus.” (Henry David Thoreau)
 

Saúde

“A cólera prejudica o sossego da vida e a saúde do corpo, ofusca o julgamento e cega a razão.” (Denis Diderot)
 

Luta

“A vida sem luta é um mar morto no centro do organismo universal.” (Machado de Assis)
 

Despertar

“Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.” (Johann Goethe)
 

Paz

“O primeiro dos bens, depois da saúde, é a paz interior.” (François La Rochefoucauld)
 

Lealdade

“Coloque a lealdade e a confiança acima de qualquer coisa; não te alies aos moralmente inferiores; não receies corrigir teus erros.” (Confúcio)
 

Vida

“O importante não é ‘apenas’ viver, mas viver bem.” (Platão)
 

Ansiedade

“Precisamos ser pacientes, mas não ao ponto de perder o desejo; devemos ser ansiosos, mas não ao ponto de não sabermos esperar.” (Max Lucado)
 

E acabamos com mais outra do grande Machado de Assis, que fala de

Continue lendo

Autoajuda: Tem dias que é assim…


Autoajuda. Para ter um dia agradável.
você precisa urgentemente de um abraço logo cedinho. Depois, um café da manhã saudável, tipo “granola com um iogurte natural e pedaços de maçã”.

Antes de sair, uma oração dosada de fé para pedir proteção e encarar o dia.

Na falta de um carro, que o ônibus não venha lotado: nada de aperto, um pouquinho de conforto. Descer, a seguir, em uma rua asseada (a cara das ruas de Portugal!); não ter medo da violência, imaginar que ela não existe.

No trabalho, energia a mil! Melhor ainda se você receber um elogio, desde que seja sincero.

Chegou a hora do almoço? Muito verde no seu prato; carne magra, se você não for vegetariano(a).

Ao largar, uma ida à praia, porque um fim de tarde nela, olhando o mar, é um excelente calmante.

Em casa, à noite?

Hum deixe-me ver

Ah, após um banho revigorante, um jantarzinho leve, uma taça de vinho — auxilia no sono — e um beijo que valha a pena. Se está sem ninguém, de Deus. Se está com alguém, um amor ou um filho, dele(a) e dEle, bem-estar duplo.

Mais uma vez, oração, agradecimento.

É o dia perfeito, não?

Continue lendo

Não envelheça logo!

Alimentos e saúde.
Um jogo bem combinado,
de confiável pesquisa!

 

Alimentos ricos em vitamina B e cereais integrais são tudo de bom para o funcionamento normal da pele.

Eles estão ligados ao metabolismo e ao crescimento das novas células; evitam infecções e o estresse, prevenindo descamação e rachaduras.
 

Amêndoas

São mais uma fonte deste grupo de nutrientes. Adicione amêndoas ao preparo do seu feijão.

Incorpore nozes às receitas à milanesa, e sementes moídas, ou farelo de aveia, aos empanados.

Mesmo que você não goste muito de um ou outro desses alimentos, tente gostar.

Tudo por uma pele e uma saúde melhor, não acha?
 

“Deus dá a cada pássaro o devido alimento,
mas não os leva até o ninho.”

(Provérbio holandês)                                      Não curtiu ainda o Facebook do Papo? CLICA!

 

Depressão não


Depressão. Cuide-se bem.(Extraído do romance O beijo da lua boreal)
 

Tobey revolvia-se na cama, o sono não lhe vinha. Com os olhos fitos no negror do quarto, recordou-se das palavras do médico alusivas à sua doença, quando no leito hospitalar:

— Você está com depressão. Seus sintomas psicológicos são os dela. — Mostrava-os, anotados num bloco: — Culpa, angústia, tristeza, estresse, ansiedade, desesperança, ideação suicida… E os físicos, também: a baixa energia, a dor de cabeça, a dor no estômago, a alteração no sono, as alterações no apetite… Está com uma depressão fortíssima! Mas você ficará bem, basta se ajudar e nos ajudar a ajudá-lo. (…)

No quarto do hospital mesmo, o abúlico Walker lera sobre a enfermidade. O texto da revista sobre saúde fora-lhe um alerta!


De qual delas você sofre?
 

A depressão pode levar o indivíduo a se sentir frágil. Ele fica sem interesse, sem ânimo para cumprir as atividades rotineiras. Já não consegue se concentrar como antes, perde o apetite e a fadiga o pega facilmente. Insônia ou sono excessivo também poderá atacá-lo.

Quanto à tristeza, trata-se de um sentimento advindo de uma perda: a pessoa perdeu algo que lhe era querido. Vai de bens materiais a pessoas — aqui, no sentido amoroso ou não.

A tristeza poderá evoluir para a depressão. Cuidado!

Assim como a depressão, a tristeza é universal e não poupa ninguém, o que se pode fazer contra elas está no como a pessoa vai agir diante de ambas.

Continue lendo

À mulher e ao homem que se amam


Gostar-se, tanto pra o homem quanto pra a mulher, não é uma tarefa tão fácil. As pedras do dia-a-dia têm cada vez mais forças atualmente, e o estresse é um inimigo poderoso. Mas ele não é mais forte que uma cabeça boa, vital, positiva.
A mulher moderna, com tantas atividades a lhe tomar as horas, é a mais atingida pelos vilões externos, portanto ela deve se policiar o tempo todo.
Amor. Amar-se é tudo.

A pergunta, agora, é: como fazer isso?

Amando-se mais, agindo corretamente. Bom, não sou nenhum expert no assunto, no entanto vou arriscar alguns conselhos que, talvez, sirvam pra resgatar o bem-estar do sexo frágil — e dos quais o sexo forte também pode lançar mão! Vambora?

. Acorde logo se dando nota 10, e não permita que ninguém "reduza" essa nota.

. Diariamente, ainda, faça visualizações positivas de tudo o que você quer ver realizado em sua vida.

. Cuidado com seus pensamentos, pois são eles que guiam emoções e ações.

. Busque o equilíbrio. Não tome decisões sérias em momentos de muita tristeza ou alegria.

Continue lendo

A tristeza bateu? Praia ou livro…


Diversas vezes as frustrações do dia-a-dia pisoteiam você, e elas são muitas, não é mesmo?

Às vezes são as amizades falsas, decepção no trabalho, falta de amor, de vida Só pra citar umas.

Pegando carona nessas pisadas, vem a tristeza, aquele vazio arrancando tudo de dentro de você. A desarmonia — oportunista — aproveita e se instala.

Como sair dessa areia movediça pra voltar a viver, friend?
Saúde. Em coisas tão simples de se fazer.

Caso sejam as falsas amizades, esqueça cada uma, substitua.

Você se decepcionou com algum(a) colega de trabalho? Identifique seus pontos de erros e acertos em relação à situação de atrito com a pessoa, converse, peça a ela que faça o mesmo e tente se acertar. Mal-estar no trabalho, por causa de alguém, não tá com nada!

Se for a falta de amor, um novo amor, cedo ou tarde, é o remédio recomendado. Busque!

Pra falta de vida, especificamente, cada ser humano tem a sua própria válvula de escape. Qual a sua?

Continue lendo

Entrar

presente de artista

Bem-kete

O que gostaria de ganhar como presente de Natal? (Pode votar em até 2 alternativas)

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

Jebson Moraes - MSG DO MÊS

Aniversariantes

  • Adri Caetano (consultora/secretária – Igarassu/PE)
  • Adriana Esteves (atriz)
  • Adriane Pessoa (educadora – Igarassu)
  • Alinne Moraes (atriz)
  • Ana Alice Cabral (concl. Ens. Médio, Paulista/PE)
  • Brad Pitt (ator)
  • Carla Faour (atriz e roteirista)
  • Carlos Pedrosa (empresário – Itamaracá/PE)
  • Claudemir Gomes (prof. de Matemática – Igarassu)
  • Cláudia Raia (atriz)
  • Cynthia Peixoto (profa. de Português – Paulista)
  • Daniel Ávila (ator e professor de teatro)
  • Daniel Menezes (DKM Informática – Itamaracá)
  • Daniella Verolli (produtora de Eventos – Recife)
  • Danielle Winits (atriz)
  • Dionne Warwick (cantora)
  • Fábio Batista dos Santos (editor: vídeo e som – SP)
  • Fábio Bianchini (ator)
  • Fernanda Ribeiro (secretária – Igarassu)
  • Geneci Martelli (artista plástica – Tapurah/MT)
  • Gilson De Paula (ator – Recife/PE)
  • Giulia Gam (atriz)
  • Janaína Ana (aluna/Enfermagem – Itapissuma/PE)
  • Josenita Pereira (educadora – Olinda/PE)
  • Juliana Marcolina (intérp./Libras, Abreu e Lima/PE)
  • Kátia D’Angelo (atriz)
  • Leandro D’Melo (ator)
  • Leonardo Borba (ator – Triunfo/RS)
  • Lytah Cabral (recifense – residente em São Paulo)
  • Marcio Jorge Correa (Dj – Entre Rios do Oeste/AM)
  • Márcio Rosário (ator)
  • Marcondes Oliveira (biólogo – Recife)
  • Mariá Coutinho (turismóloga – Recife)
  • Marly Cabral (profa. de História – Recife)
  • Pedro Antônio (prof. de Inglês – Paulista)
  • Ricky Martin (cantor e ex-Menudo)
  • Rita Lee (cantora e compositora)
  • Rodrigo Andrade (ator, cantor e compositor)
  • Rodrigo Geraldini (biólogo – Conchal/SP)
  • Samuel Santos (ator, diretor, dramaturgo – Recife)
  • Selton Mello (ator e diretor)
  • Sílvio Santos (apresentador de TV)
  • Talita Monteiro (agente de saúde – Itapissuma)
  • Victoria Diniz (atriz)
  • Walcyr Carrasco (escritor, novelista e dramaturgo)
  • Wottson Carlos (func. da Unilife Saúde – Paulista)

Eventos

  • 04. Almir Rouche – especialmente na Festa de Nossa Senhora da Conceição – Santuário de Nossa Senhora da Conceição – Recife
  • 07. Cantata de Natal Nordestina: Corais e pastoril e lançamento do CD Quinteto Violado 46 anos, com Ed Carlos, Nádia Maia, Sanfoneiro Genaro e Sumara Ramos – às 17h – Gratuito – Fundaj / Avenida Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte
  • 13. Festival Rumor, com Lílian Campesato -às 20h – Gratuito – Teatro Hermilo Borba Filho / Rua do Apolo, 121, Recife Antigo
  • 19. Especial Roberto Carlos – às 19h30 – R$ 7,50 – Galeria Joana D’Arc / Avenida Herculano Bandeira, 513, Pina – Telefone: 99751-3503
  • 29. Peça “CIÚMES DE UM MISÓGINO” – com a bela atriz PRISCILA CARDOSO, nos dias 14, 15, 21, 22, 28 e 29 (último) – às 19h – Antigo Café / Av. Marquês de Olinda, 274 – Recife

FOTO DE BEM

Foto de Bem - Maria Clara Nóbrega

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica