Televisão

De Dalva ao musical “Cauby! Cauby!”

Sylvia Massari.
Esta é a nova trajetória da atriz e cantora de musicais SYLVIA MASSARI, a juíza Branca Moreira de Totalmente Demais, sucesso global. Recentemente, na TV Globo, Sylvia tem feito uma novela após a outra: viveu a Helô de Sete Vidas, a Irmã Regina em Malhação 2013, a Ângela de A Vida da Gente, a Sílvia Aquino em Morde e Assopra, a Sarah de Caras & Bocas — estas duas tramas do Walcyr Carrasco.

Sylvia é assim, não para, pois ainda arranja tempo para o cinema e uma outra das suas paixões: o teatro. Aqui, este é o assunto que agiganta mais e mais a também intérprete de Madame Elenir, na saudosa novela do João Emanuel Carneiro, Cobras & Lagartos.
 

EXCLUSIVA ENTREVISTA.
 

IZAN SANT – Abrindo esta nossa primeira entrevista do ano, iremos falar sobre a maravilha de ver você no musical Eu Não Posso Lembrar Que Te Amei. Qual foi a sensação de viver novamente Dalva de Oliveira?

SYLVIA MASSARI É, tenho vivido Dalva há anos! Fui protagonista de "A ESTRELA DALVA", o musical produzido por Roberto Talma e dirigido por Jorge Fernando, em São Paulo, em 1988. Aqui no Rio, Marília Pêra foi Dalva. Assim, é tranquilo revivê-la. Ela vem muito fácil… Mas é sempre muito emocionante!
 

IS – Ainda haverá mais alguma apresentação de sua Dalva e do Herivelto do Tadeu Aguiar pra gente? 

SM – Estamos tentando um patrocínio que viabilize viagens. Nossa intenção é começarmos por São Paulo. 

 

IS – A Dalva com apenas um adjetivo. E o Herivelto?

SM – Dalva: EMOCIONANTE. Herivelto: ARREBATADOR.

 

IS – Como é contracenar com o nosso querido ator e diretor Tadeu (Aguiar)?

SM – Tadeu é um irmão de alma! Nos conhecemos há mais de trinta anos e nunca nos separamos. Ambos patinamos em Ribeirão Preto, no mesmo show de patinação artística, em épocas diferentes. Somos unidos, no palco e na vida.
A atriz Sylvia Massari.

IS – O momento mais marcante desse musical em parceria com o Tadeu foi…?

SM – Em Ribeirão Preto, no Teatro Pedro ll, numa plateia lotada!
 

IS – Agora veio um outro trabalho, e sobre o mito Cauby Peixoto. Conta um pouco dessa novidade para os leitores do Papo de Bem e os seus fãs, Sylvia.

SM - É uma roupagem nova do mesmo musical que fizemos anos atrás. Agora, com a morte de Cauby, eu faço a narradora da história, no papel da secretária, que o acompanhou durante 15 anos. É um espetáculo muito lindo e emocionante e esperamos que faça o mesmo sucesso de antes, quando tivemos lotações esgotadas em todas as apresentações. 
 

Sylvia Massari.
IS – Sua nova personagem é o que esperava que fosse? Ou a surpreendeu por alguma razão?

SM – É diferente! Pela primeira vez não canto em um musical!
 

IS – Classifique a energia desse novo elenco.

SM – Nora 1.000. Talentosos, dedicados e unidos. 
 

IS – Qual a expectativa-mor da Sylvia Massari com relação à recepção do público sobre esse musical de agora?

SM – Não tenho dúvidas de que será um novo sucesso na vida do Diogo e de todo o elenco. Agora, com a morte de Cauby, a emoção será maior!
 

IS – Previsão de estreia?

SM – Dia 10 de janeiro para o público, num grande Ensaio Geral!
 

IS – Uma nova mensagem súper do Bem a todos que nos leem!

SM – Feliz 2018!!!!!! Desejo a todos um ano de Paz, Amor, Recuperação de todos os prejuízos do ano que passou! Saúde!!!!


"Cauby! Cauby! Uma Lembrança" fica em cartaz no Imperator de 16 de março a 1o. de abril, com apresentações às 16h nas sextas, 20h nos sábados e 19h nos domingos. Os ingressos custam R$ 70,00 = inteira.
 

Entrevista com a Sylvia no musical Ou Tudo Ou Nada?

(Re)veja clicando AQUI.

Sylvia, sobre a defesa dos animais?

Continue lendo

Ser atriz é ser disciplinada


Josy Ventura. Foto By Mineia Otsuka.
Não é ter apenas disciplina.

Que o diga a atriz que possui as corretas características dessa profissional:

JOSY VENTURA, que, atualmente, além de outros trabalhos, faz uma Participação Especial na série cômica para Internet Vem Namorar Comigo. Nesta, a sua personagem é a ousada Malu (Maria Lúcia), filha de portugueses da encantadora LISBOA; no entanto, por ter vindo bastante miúda para o Brasil, a gaja habituou-se a falar o português brasileiro, embora ame a língua portuguesa europeia. (O link para a fan page da série você encontrará ao final deste post.).

Uma paulista admirada por muitos no cenário recifense, Josy, por seu brilhantismo quando está em cena, é a razão desta matéria da nossa nova Série

PE/Brasil: Artistas com A Maiúsculo.

Também formada em Marketing, a jovem — que esteve a ensolarar o elenco do filme A Vida em Uma Viagem, com roteiro e direção de Tauana Uchôa — tem, no palco ou diante das câmeras, uma postura inquestionável no sentido da perfeição.

Uma atriz total: canta, dança e interpreta. 

As características das quais falamos que Ventura contém?

Vamos a algumas delas com uma

GALERIA DE FOTOS
PESSOAIS E PROFISSIONAIS DA ARTISTA
.

 

Uma boa atriz é apta.
Para passar emoção, fantasia e informação ao público.
(Aqui, Ventura no filme "A Vida em Uma Viagem".)
Josy Ventura. Filme "A Vida em Uma Viagem".
 

Atenciosa.
Ao texto, às instruções do diretor.
Josy Ventura. Confeitaria Colombo - Rio de Janeiro.

 

Criativa.
Saber criar é essencial quando a personagem, no papel, não está crível.
Josy Ventura. Praiana, natural.

 

Compreensiva.
Com todos da equipe. Com um colega de trabalho que esteja atuando com dificuldade.
(Nesta imagem, vemos a atriz no centro.)
Josy Ventura. Em musical.
 

Paciente.
Porque a profissão lhe cobra mesmo isso.
Josy Ventura. Em viagem.
 

Humilde.
Pois ser arrogante, isto só na hora de viver uma personagem que seja assim.
Josy Ventura. Peça A Última Volta do Ponteiro.

 

Ainda apresentadora, a atriz atuou na peça teatral A Última Volta do Ponteiro, no filme Os Confundidos, do diretor Adriano Portela, baseado na obra homônima do escritor Osman Lins, além de estar presente em espetáculos musicais da Lalu Academia de Artes, do bairro nobre de Boa Viagem, Recife.
Josy Ventura. Em evento Fliporto.


Josy Ventura. Vaticano.
Esta moça, assim como o tempo, 
não para, é a personificação do talento
e da força.
 

Veja-a na página da série, do 
roteirista Izan Sant, clicando em:
VEM NAMORAR COMIGO.

 

Autores e diretores,
fiquem atentos a ela!

 

Fotos:
Aquivo Pessoal da Artista
e Mineia Otsuka.

 

Para vê-la como apresentadora,
clique AQUI.

Quer vê-la atuando?
Vá a este

Continue lendo

A força do querer é poder


Quando você quer alcançar um objetivo, você se transforma: vira mar, gigante, ventania, furacão. Provoca uma erupção de situações em busca do seu sonho, o que é muito natural do ser humano, se ele for determinado. A determinação é tudo.

Xande Valois.


O amor, porém, pode causar essa metamorfose. Este é o caso do Zeca, destemido e interpretado por XANDE VALOIS, em A Força do Querer, de Glória Perez, novela estreando na Globo. Ele é, na infância, o personagem de Marco Pigossi, atuação pra dar o que falar de boa, hein?, mas é preciso assistir ao folhetim pra conhecê-lo melhor.

Xande Valois.


Xande também está no elenco de Vamp, o Musical, vivendo o garoto vampiro Matosinho, que, na trama homônima de Antônio Calmon de 1991, para o horário das 19 horas, ficou eternizado por André Gonçalves.

Xande Valois.


O espetáculo, escrito por Calmon e dirigido por Jorge Fernando, traz Ney Latorraca e Cláudia Ohana no elenco, como os mesmos personagens da novela, Vlad e Natasha.

Horrores e horrores das melhores interpretações e do humor que você já viu, vale a pena conferir!

Xande Valois.


Olha o Zeca aí em replay, gente

Xande Valois.


O querer e a força levam suas mãos àquele sonho tão perseguido por você.

Creia, friend. Força, e lute!

Bem, A Força do Querer você já sabe onde encontrar.

Agora, onde assistir ao Vamp?

No Teatro Riachuelo,

Rua do Passeio, 38/40 – Cinelândia, Rio de Janeiro – RJ,
Telefone: 21-3005-3432.

Quinta e sexta, às 20h30;
sábado, às 16h30 e 20h30; domingo, às 18h.

Vendas: Sites

www.vampomusical.com.br ,

www.teatroriachuelorio.com.br e

www.ingressorapido.com.br


Vendas na Bilheteria? É só ver aqui

Continue lendo

Com a arte nas veias


Christiane Mattos e Xande Valois.
Superligados ao universo do teatro, do cinema e da televisão, eles formam uma dupla perfeita no fazer arte, pois a têm no sangue.

Mãe e filho, como todos sabemos, CHRISTIANE MATTOS e XANDE VALOIS abrem o mês de fevereiro trazendo pra nós as novidades na carreira, além de gostosas palavras sobre a vitória do ator na Dancinha dos Famosos.

Vamos embarcar nesta
 

ESPECIAL ENTREVISTA?


IZAN SANT – Christiane, conta à gente como ocorreu o processo para a participação do Xande na Dancinha dos Famosos.

CHRISTIANE MATTOSO Xande foi chamado pra fazer a Dancinha já na outra edição, a de 2015, mas como ele estava em cartaz no musical “Ou Tudo ou Nada” e ele não tinha standing, ele não teve como ensaiar e participar. No final de 2016, foi chamado novamente, então pôde fazer e foi maravilhoso. Foi uma experiência muito legal pra ele e, principalmente, pra mim também.
 

IS – Qual o estilo de dança mais complicado que você encarou para aprender, Xande?

XANDE VALOISO ritmo que eu tive mais dificuldade de aprender foi a valsa, porque eu nunca tinha encarado, não tinha dançado, eu não tinha a menor ideia de como eram os passos, então foi o ritmo mais difícil.
 

IS – Cada domingo era uma nova batalha do Xande na Dancinha. E o coração, Christiane, reagia de formas diferentes?

CMSim, a cada domingo era uma emoção diferente, porque o que eu mais admirava nas apresentações do Xande é que, além de ele ter jeito pra dança, além de ele dançar, fazer os passos, os movimentos assim, firmes, ele interpretava. A cada domingo era um personagem diferente que ele levava pro palco.
Xande Valois. Dancinha dos Famosos.


IS – Uma curiosidade dos bastidores, pode-se falar?

CM – Um dia eu tava assistindo ao ensaio pelo vidro, porque é tipo a casa do Big Brother a casa de ensaios;  é a mesma casa onde os adultos também ensaiam pra Dança dos Famosos. E eles ensaiam em salas espelhadas, com as câmeras que ficam por trás, filmando os ensaios. Daí, um dia, foi permitido que os responsáveis ficassem nessa parte que eles não veem, quem está dentro da sala não vê; é espelhado, tipo o Big Brother mesmo. Os responsáveis puderam ir ver, cada um, os seus filhos ensaiando. Vi, então, o diretor Henrique Farias, na última semana de ensaios, falando pro Xande: “Xande, eu quero que você incorpore o malandro da Lapa”, e eu achei isso interessante porque ele viveu realmente o malandro: pelo jeito, pelas caras, pela interpretação dele na coreografia. Achei muito legal.
Xande Valois. Dançando no Domingão do Faustão.


IS – Sair como vitorioso significou…?

XVSair vitorioso significou o quanto eu devo continuar dançando, o quanto isso vai, cada vez mais, me ajudar na minha profissão de ator e me deu essa certeza: que a dança tem que continuar presente na minha vida. (Na foto a seguir, Valois em cena do filme "Através da Sombra".)Xande Valois. Longa-metragem "Através da Sombra".


IS – Vocês visitaram a quadra da Imperatriz, escola de samba pela qual Xande irá desfilar no carnaval. Qual a emoção aí?

CM – O samba, pra nós, representa as nossas raízes, a festa cultural, aquela emoção de estar na avenida. O Xande já desfilou por duas escolas mirins, que foram a Pimpolhos da Grande Rio e a Golfinhos do Rio de Janeiro. No ano passado nós desfilamos na Inocentes de Belfort Roxo, que fez uma homenagem ao Cacá Diegues; nós saímos na Ala dos Amigos e Familiares do Cacá. Este ano, estar no desfile das escolas do grupo Especial é uma emoção que não tem como descrever, porque na hora em que a bateria começa a tocar e vem aquela multidão, aquele povo cantando, remete muito às nossas raízes, à nossa cultura. E uma emoção muito forte, é muito lindo.
Xande Valois. Na quadra da Escola de Samba Imperatriz.

Com a rainha Cris Vianna, o ator Sérgio Marone, Simone Drumond (diretora e primeiro destaque da Imperatriz)
e os amigos do elenco mirim de "Vamp": Mari Cardoso, que participou do "The Voice", e Rafa Mezadri.
 

Aqui, em nova cena e nos bastidores de "Através da Sombra".

Xande Valois e Christiane Mattos em 'Através da Sombra".


IS – Sobre o recente e intrigante longa-metragem Através da Sombra, o que vocês podem nos dizer?

CMO longa “Através da Sombra” foi uma experiência também muito incrível, de um aprendizado enorme. Na época que o longa foi filmado, o Xande tinha 9 anos e era muito pequeno, e ver o Xande tendo uma troca perfeita de sintonia com o Walther, um grande e renomado diretor de cinema, foi uma emoção também muito grande pra mim, e pra ele, então, um aprendizado sem fim. Inclusive ele, hoje, diz querer fazer faculdade de cinema futuramente. Ele pretende aprender esse lado da direção, e isso se deve muito ao fato de ter tido esse contato com o Walther Lima Jr., que foi um aprendizado, como eu já disse, ilimitado pra ele, uma coisa muito emocionante e de aprendizado que ele vai levar pra vida toda.
Christiane Mattos e Xande Valois. Através da Sombra.


IS – O Vamp vem chegando. Qual o sentimento em relação a esse musical?

CM - O Xande, primeiramente, está se sentindo muito honrado por ter sido convidado pelo diretor Jorge Fernando na época em que ele estava fazendo “Êta Mundo Bom!”, para integrar o elenco do “Vamp”. Ele já teve duas experiências com o Jorginho: na “Êta Mundo Bom!”, em que ele interpretou o Cláudio, e, anteriormente, na “Alto Astral”, em que ele fez a primeira fase dessa novela, na qual ele era o personagem do Sérgio Guizé — que era o protagonista — na infância. E também há muito aprendizado: o Jorginho é um diretor que inspira muito o Xande, eles têm uma química boa… E, agora, é aguardar essa estreia superesperada, e vai ser um grande sucesso, com certeza. 
Christiane Mattos e Xande Valois. Momento bastidores de Através da Sombra.

 

IS – Projetos futuros! Quais são?

Continue lendo

O esperado retorno de Lucélia Santos


Texto de um fã levando em conta a liberdade de expressão.
 

A Internet, em vários sites de teledramaturgia, reverencia uma de nossas mais amadas famosas.

Pedidos, apelos, súplicas, todos enérgicos, têm um único objetivo: ver LUCÉLIA SANTOS, nossa eterna escrava Isaura, de volta às telinhas, brilhando como sempre esteve nas Lucélia Santos. Fãs aguardam o retorno da Estrela.décadas de 70 e 80, na Rede Globo.

Após sua participação em Malhação 2001/2002 (e já se vão 16 anos), onde foi protagonista, que Lucélia está afastada das novelas globais. Chegou a ser chamada, tão-somente, para participações especiais, como em Aline, Linha Direta, Casos e Acasos, por aí.

Só que a intérprete de Isaura é muito MAIS que uma simples personagem de especiais de TV. Ela é uma Diva da televisão brasileira que, se fizesse, por exemplo, uma personagem de Império — um sucesso em Portugal, exibida pela SIC —, com certeza arrebataria o dobro de fãs para a trama do espetacular Aguinaldo Silva. Nossa, explodiria a audiência da novela do Comendador que conquistou o Brasil, encarnado por Alexandre Nero.

Ela poderia ter sido, também, uma das Helenas do Maneco, que os números do Ibope iriam ao topo, ou quase.

Infelizmente ela não chegou a ser convidada para fazer a Laura de Ciranda de Pedra, de 2008; na primeira versão da obra, inspirada no romance homônimo de Lygia Fagundes Telles, Santos interpretou a Virgínia maravilhosamente bem, como não podia deixar de ser.

Por que não ter aproveitado a Lucélia na segunda Ciranda? Teria sido um show de bola.

Será um show tê-la nas próximas produções.

Nossa “Isaura” contribuiu, e muito, nos folhetins escritos por parte dos bons novelistas brasileiros; acreditamos que ela mereça um retorno em grande estilo, uma volta triunfal, com uma personagem antológica em uma próxima produção da Globo.

Lucélia, no mundo inteiro é, por sua energia, uma escrava Isaura na arte de interpretar (atua com o coração), tem a força de mil, ou mais, locomotivas, sacia nossa fome interior dos sonhos como um feijão maravilha da vida.

Natureza e água viva são com ela mesma, contendo a rigidez simpática da ciranda de pedra de Teixeira Filho, a maluquice beleza de uma guerra dos sexos trilhando o caminho em busca de uma vereda tropical, enfim gentil e talentosa que é, exala paz, como uma Sinhá Moça dos tempos da escravidão.

Amante da ecologia, a malhação que enfrenta quase sempre, como correr ou escalar a Pedra da Gávea, a mantém sempre linda, jovial e feliz.

Pensando em uma maior audiência da emissora, sonhamos com a atriz em uma de suas próximas novelas.

Fica aqui nosso pedido, em nome de todos os milhares de fãs da atriz, dos seus simpatizantes e seguidores:

O BRASIL QUER A LUCÉLIA NOVAMENTE NAS TRAMAS GLOBAIS, NÃO APENAS NO TEATRO.

Sentimos falta dessa atriz que deu vida às personagens de Nelson Rodrigues no cinema e na TV.

Pensem nisso com carinho, fantásticos e queridos Sílvio de AbreuGilberto BragaBenedito Ruy BarbosaGlória PerezWalcyr CarrascoJoão Emanuel CarneiroMiguel FalabellaAlcides NogueiraManoel CarlosMaria Adelaide Amaral, Thelma Guedes, Duca Rachid e vocês também, recentes autores da Casa, Lícia ManzoManuela Dias, Daniel Ortiz, etc(Perdão aos veteranos que não citamos, no entanto reconhecemos que são diversos e competentes autores.)

Que tal nos darem esse presente, hein?

No canal fechado MultiShow, agora em outubro, no episódio Novela de época, do Vai Que Cola, ficou claríssimo esse desejo do público, com aplausos e mais aplausos para a Lucélia.

Do fundo do coração, um imenso beijo na alma de todos vocês, diretores, novelistas e demais funcionários que compõem essa empresa-família do saudoso Sr. Roberto Marinho!

 

E vocês, colegas internautas, visitem o website da Estrela, que é o

Continue lendo

Acróstico ao Domingos

Domingos Montagner. Artista de fibra.
Homenagem
do Papo de Bem
ao incrível
Domingos Montagner.
Que, onde estiver,
você faça o
mesmo sucesso
que fez aqui,
Domingos.

 

De Izan Sant
(Escritor, colunista, roteirista - Recife)

 

Com carinho, segue o acróstico…
 

Da tarde chocante no São Francisco,
Orações passaram a reinar,
Mais frequentes, sem avisos
Iscas para uma grande alma acalentar.
No Velho Chico, o espírito do homem de brilhos,
Generoso, sagrado no seu interpretar:
O Domingos do Santo, da Tereza, dos Anjos…
Salve Jorge também o de fé, o de lutar.

Montagner das Sete Vidas.
O do Cordel Encantado,
Notável defensor na Joia Rara,
Tramas de Duca e Thelma, que,
Amigas, lamentam com todos a cena inesperada.
Guerreiros sempre hão de se lembrar,
Naturalmente, do Montagner sorriso.
E refletir sobre esse artista — de vida
Risonha, exemplar, poderosa de admirar.
 

Texto escrito exclusivamente para este site.

Ao município de São Pedro – SP

Ator. Haroldo Botta.SÉRIE BEM FAZER
Com entrevista do candidato verde
HAROLDO BOTTA

 

O Papo de Bem só fala sobre política quando a mesma está ligada à qualidade de vida do ser humano — o que é o caso agora.

Candidato pelo Partido Verde ao cargo de vereador, com o número 43444 e propostas sólidas, voltadas ao bem-estar da população são-pedrense, e sem papas na língua (no bom sentido, óbvio), o ator, diretor de teatro e consultor de Feng Shui Haroldo Botta aceitou nosso convite para esta

ENTREVISTA DE VOZ.

Um respeito a você, posso garantir! 

Botta iniciou a carreira de ator ainda criança, na TV Tupi, mas, nos anos 80, reinou na Rede Globo em novelas como MarinaO amor é nosso!. Em Dona Beija, da extinta TV Manchete, contracenou com ninguém menos que Maitê Proença.

Íntegro e defensor da vida, a suas bandeiras são:

Cultura,
Meio ambiente,
Governo mirim,
Proteção aos animais,
Saúde alternativa.

Enquanto escuta a sua visão de governo,
fique, a seguir, com a

Galeria de Imagens 
Haroldo Botta, Trabalho & Família.

Ouça a ENTREVISTA…

Coloque o cursor do seu computador sobre as fotos para ver a descrição das mesmas. Clique, a fim de vê-las em tamanho grande.
 

Saúde. O verde sempre presente em suas vidas.

Nos 63 anos da Televisão.

Haroldo e a esposa Valeska de Gracia.

Haroldo relembrando seu personagem na novela "A Viagem".

Haroldo Botta e família.


Mais sobre o candidato, veja nesta:

Continue lendo

Um sol global de Atriz

Atriz. A estrela Sylvia.
Sol Nascente, da Rede Globo, chegou chegando. Ou seja, trazendo de presente para o Brasil e o mundo — pois aportar bem no Exterior é garantido — um enredo 10 e SYLVIA BANDEIRA.

Atuante em sucessos como Lua Cheia de Amor e Bebê a Bordo, dentre outros, Sylvia estreou na emissora carioca em Um Sonho a mais, interpretando a protagonista Stella.

Sempre glamourosa, ela sabe como ninguém cativar o público, seja encarnando vilãs ou não.

A respeito da Ana Clara, sua nova personagem, contou: “Ana Clara é bem interessante. Quando começa a novela, ela está feliz casada pela segunda vez com Patrick (Jean Pierre Noher). Juntos, cuidam da Pousada Marseille, no balneário Arraial do Sol Nascente”.

Agora, vamos deixar você totalmente por dentro da vida da personagem. Sylvia nos fala, incluindo, no papo, os temas fama, amor, família

Acompanhe.
 

ESPECIAL ENTREVISTA.
 

IZAN SANT – De volta à sua Casa — sim, porque a Globo é, e sempre será, a sua Casa — e mais uma novela do Walther Negrão, pois você já fez Vila Madalena dele, vivendo a Elvira. Descreva este momento profissional.

SYLVIA BANDEIRA – Estou feliz e sei! A novela do Walther é um charme só, e tem tudo para ser um grande sucesso. Um elenco maravilhoso, uma história leve, nossos emigrantes italianos, japoneses , caiçaras, amor, aventura , de tudo um pouco em cenários paradisíacos.
 

IS – A Ana Clara, quem é ela?  

SBAna Clara teve um passado conturbado com o ex-marido, pai de sua única filha Carol (Maria Joana). Carol optou ficar com o pai na época da separação e resolve voltar a viver com a mãe. Ana não percebe, mas a filha irá, aos poucos, interferir na aparente calmaria da vida do casal.
Com os colegas de trabalho, entre eles Bruno Gagliasso.


IS – Vamos à fama. Gosta de ser famosa?

SB – Gosto de ter meu trabalho, como atriz, reconhecido. A fama é ilusória e definitivamente não faz parte das minhas preferências.
 

IS – O que é fundamental na sua vida?

SBFamília, amigos e estar trabalhando no que gosto!
Sylvia como a Maria Clara de "Sol Nascente".


IS – Produção e Direção de Sol Nascente. Uma nota, e por quê?

SB - Impecáveis! Tanto a produção como a direção e escolha de elenco. Todos gentis e profissionais.


IS – Um breve bate-bola! Amor?

SB Fundamental sempre.

Sylvia em cena exterior de "Sol Nascente".
IS - Família.

SBEsteio, porto seguro!
 

IS – Qualidade?

SB Otimismo.


IS – Defeito?

SB Pavio curto.


IS – Tem, ainda, algum sonho de consumo?

SB Dinheiro suficiente para produzir minhas peças e voltar com “Marlene Dietrich — as pernas do século”.
 

IS – Uma dica aos atores iniciantes? Em seguida, um beijo, que vai para…?

SBTrabalho e persistência, e, principalmente, não se deslumbrarem com sucesso fácil. Um beijo vai para todos os atletas que se empenharam nesta Olimpíada, fazendo com que nós, brasileiros, esqueçamos por um tempo as imensas dificuldades que o país está atravessando!
 

Visite o site Sylvia Bandeira.

O livro dela,
Mamãe costura e esta noite vou te ver,
você adquire neste…

Continue lendo

O prodígio na Arte de atuar

Ator amadurecido. Força de ação.
Viver um paraplégico com bastante realismo, um trabalho realizado por XANDE VALOIS em Êta Mundo Bom!, não é fácil para quaisquer atores da idade dele. Mas para o Xande acabou sendo, mesmo que um grande desafio.

Foi um desafio mesmo, que só me deu alegrias e um aprendizado enorme, tanto na atuação como na minha vida”, me revelou Valois, cuja simpatia contagia todos à sua volta.

Com seu inesquecível grito “Eu não quero ter um pai covarde!”, no dia do julgamento de Anastácia (Eliane Giardini), na novela do Walcyr Carrasco, ato cênico que emocionou o Brasil, Xande, mais do que nunca, provou seu amadurecimento como ator. Sua força no meio artístico ao que se propôs.

Pois é. Gostou? Quer saber mais a respeito da vida deste garoto prodígio?
 

ENTREVISTA ESPECIAL.  


IS – Fez laboratório para encarar o Cláudio?

XVFiz laboratório na ABBR, onde conheci o Pedro, que tem 13 anos e se tornou meu amigo.
 

IS – Assisti a você, por duas vezes, no Rio, no musical Ou Tudo ou Nada. Dias depois você estava, no mesmo período, no espetáculo teatral e na novela do Walcyr Carrasco. Não era nem um pouquinho complicado conciliar ambas as atuações?

XVMeu papel na novela foi crescendo aos poucos, no começo gravava uma vez por semana, do meio para o fim que passei a gravar mais e aí a peça já havia terminado.


IS – Nos delicie contando um tantinho sobre sua estreia na televisão.

XVEu comecei na TV fazendo o Tico, em "Malhação"- 2012, foi uma experiência incrível, pois "Malhação" é mesmo uma escola para os que estão começando.
 

IS – Tem alguma dificuldade para decorar textos? Que técnicas usa?

XVEu leio e marco as emoções com cores diferentes quando são cenas maiores; os textos pequenos, decoro logo.
Ator Xande Valois mais descontraído.                                                                                                                      

IS – De qual personagem seu você mais gosta e qual o mais difícil até hoje?

XVEu amo todos os personagens que fiz, mas o Antônio, do filme "Através da sombra", de Walter Lima Junior, me marcou muito, e ,agora, o Claudinho.
 

IS – Como concilia o trabalho com a escola e o lazer? 

XVMinha mãe organiza todas as minhas tarefas e adianto meus deveres para não acumular, e quase todos os dias vou na pracinha que tem ao lado da minha casa, jogar bola.
Em passeio. Lazer na praça.


IS – Ser dirigido por Jorginho Fernando, qual a sensação?

XVUm privilégio conviver e aprender com esse gênio.
 

IS – O que ama fazer quando não está gravando ou sem fazer novelas? 

XVAmo jogar bola e brincar ao ar livre, surfar e andar de skate.
Sendo dirigido em "Êta Mu.ndo Bom!".


IS – Na TV, ao que mais gosta de assistir?

XVCanal Off e filmes.
 

IS – Como é ser filho da Christiane Mattos?

XVMinha mãe é minha melhor amiga e quem mais me incentiva em tudo que faço.
Xande com a mãe, a atriz Christiane Mattos.


IS – Nosso bate-bola! Melhor novela?

XV “Êta mundo bom!”.


IS – Ator(es) brasileiro(s)? E atriz(es)?

XV Marco Nanini e Ana Lúcia Torre.
Teatro. Xande Valois.


IS – Um hobby…?

XV Jogar bola.


IS – Pratica algum esporte?

XV Futebol, surf, skate.
Televisão. Xande Valois encara superprofissionalmente.


IS – Um sonho a ser realizado ainda?

XV Estudar cinema e ser diretor também.
 

IS – Um pensamento admirável.

XV “Tudo que acontece de ruim na vida da gente é pra melhorar.”
Bastidores, com Flávia Alessandra.

IS – Sua maior qualidade é…?

XV Esforçado.


IS – O maior defeito?

XV Teimoso.


IS – Seu prato de preferência?

XV Comida japonesa.
No jardim cenográfico da casa do Claudinho.


IS – Mensagem mega do Bem, exclusivamente para seus fãs?

Continue lendo

Ela faz parte da “Justiça”


Lindíssima, 18 anos, dotada de uma personalidade ímpar — igual ao seu talento —, além de amável e batalhadora. A dona da Susi, personagem intrigante da minissérie global deJúlia Dalavia. Manuela Dias, Justiça, cuja temática é a busca por justiça e que, cada dia da semana, retratará tramas diferentes que se cruzam, não havendo um protagonista definido.

Eu me refiro à atriz JÚLIA DALAVIA, que conheci em seu último dia de gravação em Recife.

Ambientada nesta Veneza Brasileira, algumas cenas da obra foram gravadas em Olinda; em Recife, serão mostrados a Praia do Pina, o Palácio do Campo das Princesas, o Teatro de Santa Isabel, o Mercado de São José e o icônico Edifício Holiday, em Boa Viagem. A Praia Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, também será vista na telinha.

Júlia havia acabado de adentrar o hotel, chegando do set, quando, logo após, estávamos prontos, cara a cara, começando mais uma…
 

EXCLUSIVA ENTREVISTA.
 

Júlia é só coração. Vocês vão conferir.
 

IZAN SANT – Você fez Velho Chico, Júlia. O que dizer da sua personagem, a Maria Tereza jovem?

JÚLIA DALAVIAEntão, foi uma personagem muito importante, muito difícil. As gravações foram muito intensas, a direção do Luiz Fernando Carvalho… Tudo o que fiz lá foi muito intenso, do coração mesmo e fico bastante feliz do resultado, de que as pessoas gostaram, porque, pra mim, foi um trabalho que me mudou realmente.
 

IS – E o convite pra Justiça, partiu como?

JDDurante as gravações de “Velho Chico”, o José Luiz Villamarim me chamou pra um teste com a Adriana Esteves, com a Jéssica Hellen, que vai fazer a minissérie também e, já no dia do teste, saí muito emocionada, muito feliz de ter feito o teste. Eu não sabia o que ia acontecer, mas foi incrível ter estado com a Adriana e conhecer o Zé… foi muito bom. Saí de lá com a sensação de que, mesmo que eu não passasse, já tinha valido a pena, sabe? Foi uma energia muito legal. E recebi a ligação depois, que eu tinha passado pra fazer a personagem e fiquei muito, muito feliz.
 

IS – Fala pra gente, então, sobre essa nova personagem.

JDEla é uma prostituta, que virou prostituta por causa das circunstâncias da vida. A mãe dela foi presa quando ela era pequena e ela ficou largada na vida, junto com o irmão. Acabou, portanto, virando prostituta pra sobreviver. E o resto vocês vão ver na minissérie, é isso… (Risos gostosos.)
Izan entrevistando Júlia Dalavia.


IS – Sem dúvida. Agora me diz: com gravação atrás de gravação, deu pra curtir a nossa Recife?

JDCom certeza. Eu já conhecia a cidade, voltei aqui, fiquei dez dias gravando… Tenho amigos aqui, que me levaram a lugares legais. Curti bastante.
Júlia Dalavia ainda em entrevista.


IS – Como foi dividir as cenas da novela do Benedito (Ruy Barbosa) com o Rodrigo Santoro?

JDFoi incrível. Ele é um ótimo ator, maravilhoso, muito generoso. Me ajudou muito, me ensinou muito. Sou muito grata, acho que tenho muita sorte de, tão nova, estar trabalhando com pessoas que admiro e que estão me ensinando tanto. Foi uma grande experiência.
Atriz Júlia Dalavia com Izan. Boníssima recepção.


IS – Escritor e melhor livro que já leu?

Júlia. O visual da personagem na minissérie.
JDUm dos, já que não tenho um favorito, foi “Lolita”, do Vladimir Nabokov. Foi um dos melhores livros que já li.
 

IS – Júlia por Júlia!

JDSonhadora. Demais.
 

IS – Júlia, a gente sempre encerra com uma mensagem do Bem pra o site. Então, qual é a sua mensagem super do Bem pra o nosso papodebem.com, assim como pra os seus fãs, seus admiradores, que já são muitos, inúmeros?

Continue lendo

Entrar

presente de artista

Bem-kete

Tem cor preferida para maio? Se tem, é...?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

msg do mês

MSG DO MÊS - Thaisi Melo

Aniversariantes

  • Alcione Mazzeo (atriz)
  • Alexandre Mandarino (ator, diretor, produtor)
  • Alexsandro Mota (advogado – Itapissuma/PE)
  • Ana Paula Gaudêncio (modelo – São Paulo/SP)
  • Andrezza Azevedo (promot./Vendas – Recife/PE)
  • Ângela Maria (cantora)
  • Bernardo S. Bezerra (fot. – Feira de Santana/BA)
  • Betty Faria (atriz)
  • Caíque Ferraz (ator – Recife)
  • Chitãozinho (cantor)
  • Clóvis Bézer (dir. presidente Bézer Produções)
  • Cristianne Fridman (novelista)
  • Ewerton Souza (func. CSI, Abreu e Lima)
  • Fabyano Nascimento (coord. pedagógico – Recife)
  • Fillipe Ramos (ator, doublê, diretor – Recife)
  • Flávio Andrade (ator e humorista – Olinda/PE)
  • Giovanna Antonelli (atriz)
  • Giselda Ouverney (func. pública – Nova Friburgo)
  • Gretchen (cantora)
  • Helena Ranaldi (atriz)
  • Henrique Tavares (ator, roteirista, diretor teatral)
  • Ingrid Zavarezzi (autora, roteirista e publicitária)
  • Ivete Sangalo (cantora e atriz)
  • Jânio José Siqueira (assist. social – Aiuruoca/SP)
  • Jhonhson Willame (técn./fotografia – Abreu e Lima)
  • José Luiz Datena (apresentador de TV)
  • José Tenório (prefeito – Itapissuma)
  • Junior Barros (profissional de Marketing – Recife)
  • Lucas Vinícius Araújo (universitário, Olinda)
  • Lucélia Santos (atriz, diretora teatral e produtora)
  • Luiza Tomé (atriz)
  • Luna Teixeira (repórter e fotógrafa – Portugal)
  • Manuella Cabral (tec. em Farmácia – Itapissuma)
  • Márcio Santana (motorista – Poços de Caldas/MG)
  • Marcos Barreto (ator – Salvador/BA)
  • Maria Fernanda Cândido (atriz)
  • Mayara Magri (atriz)
  • Neide Silva (cristã e empreendedora – Olinda)
  • Nemu Campos (ator)
  • Oscar Alejandro (ator, cantor, modelo e dançarino)
  • Robert Pattinson (ator, o Edward de “Crepúsculo”)
  • Rodrigo de Luna (jornalista e repórter – Recife)
  • Rosario Boyer (cineasta e roteirista)

Eventos

  • 03. Chico Buarque, no show “Caravanas” – 21h30 – Balcão: R$ 250, R$ 125 (meia); Plateia: R$ 490, R$ 245 (meia) – Ingressos: bilheteria do local e site Bilheteria Virtual – Teatro Guararapes, Centro de Convenções / Avenida Professor Andrade Bezerra, s/n, Salgadinho, Olinda
  • 12. Em RECIFE: Fagner – 21h – Lounge: R$ 200, R$ 120 (social), R$ 100 (meia); Mesa Premium: R$ 700; Mesa Sênior: R$ 600 – Ingressos: site Bilheteria Digital – Cabanga Iate Clube / Avenida Engenheiro José Estelita, s/n, Cabanga – Telefone: 3035-0003
  • 18. No RIO DE JANEIRO: “Champagne e Confusão”, comédia com SYLVIA BANDEIRA e ótimo elenco – De sexta a domingo – 19:30 – até dia 10 de junho, Teatro Maison de France / Avenida Presidente Antônio Carlos, 58
  • 18. Em RECIFE: Pedro Mariano, “Piano e Voz” – 21h – Balcão Nobre: R$ 60, R$ 30 (meia); Plateia Alta: R$ 100, R$ 50 (meia); Plateia Baixa: R$ 140, R$ 70 (meia) – Ingressos: bilheteria do teatro e site www.uhuu.com – Teatro RioMar / Avenida República do Líbano, 251, Pina – Informações: www.teatroriomarrecife.com.br
  • 25. Zé Ramalho – 21h – Balcão: R$ 154, R$ 77 (meia); Plateia: R$ 194, R$ 97 (meia); Plateia especial: R$ 234, R$ 117 (meia) – Ingressos: site Eventim – Teatro Guararapes

FOTO DE BEM

Edmar Graciliano - A Foto de Bem de fevereiro 2017 - Esta

Facebook

Entrevista

Arquivos

VÊ, GALERA – Clica